Home Notícias Saúde Secretário Carlos Lula anuncia investimentos para a saúde do MA

Secretário Carlos Lula anuncia investimentos para a saúde do MA

Secretário Carlos Lula anuncia investimentos para a saúde do MA

Na edição do Bom Dia Maranhão desta quinta-feira (12), o secretário de Saúde do estado, Carlos Lula, falou em entrevista sobre os mais de dois milhões de atendimentos realizados em 2016 nos cinco novos hospitais macrorregionais inaugurados no interior do Maranhão.

“É uma situação inédita, não conseguimos sequer comparar com anos anteriores”, explica o secretário. “Temos hospitais de alta complexidade em lugares do nosso estado que nunca tiveram serviços de saúde de qualidade”, destaca. De acordo com o titular da Saúde, o desafio atual é expandir a rede, apesar da crise econômica que afetou a situação financeira dos estados.

“Cada hospital desses tem um custo de R$ 4 milhões por mês, e o Governo do Estado é quem mantém, porque o credenciamento desses hospitais tende a demorar no Ministério da Saúde”, explicou.

INVESTIMENTOS

O secretário Carlos Lula adiantou que, entre os projetos futuros da pasta, está a construção de sete novos centros de hemodiálise, com inauguração prevista para o fim deste ano. Além disso, dois hospitais macrorregionais também deverão ser implantados – um em Balsas, com previsão de entrega para julho deste ano, e um no município de Chapadinha, no final de 2017.

MUNICÍPIOS

Os cinco hospitais macro-regionais atendem, atualmente, 150 municípios, abrangendo quase 60% da população, conforme dados divulgados pelo secretário durante a entrevista.

“Durante muitos anos fomos exportadores de doentes”, comenta Carlos Lula, referindo-se à necessidade de realizar tratamentos em outros estados, por conta da deficiência na Saúde do Maranhão. “Hoje estamos fazendo o fluxo inverso, recebendo pacientes do Piauí, Tocantins, dentre outras localidades”, disse.

O secretário informou que tem se reunido com prefeitos de municípios do estado para discutir a situação na saúde das cidades, de forma específica. “Falta ambulância, tem algumas estruturas sucateadas, de modo que precisamos formar parcerias e tentar ajudar para resolver isso”, salientou.

Até o fim deste mês, 50 ambulâncias serão entregues, de acordo com o secretário, com mais 50 a partir de junho. Em relação a doenças oriundas do período chuvoso, o secretário reforçou que o combate à dengue e malária tem se intensificado.

“Mudamos a estratégia de combate. Agora estamos indo em lugares específicos, mapeados previamente”, afirmou. A estratégia de limpeza também foi modificada.

TESTE DO CORAÇÃOZINHO

O novo serviço estará disponível a partir deste mês na Maternidade Benedito Leite e, a partir de fevereiro, será disponibilizado em todos as maternidades do Maranhão. Com o teste, problemas como cardiopatia podem ser identificados precocemente em recém-nascidos, auxiliando os pais no tratamento.

Confira a entrevista completa.