Ex-secretário Ricardo Murad tem alta médica; diagnóstico não foi divulgado

Ricardo Murad já está em casa
Ricardo Murad já está em casa

O ex-secretário de Estado Saúde do governo Roseana Sarney e ex-deputado Ricardo Murad (PMDB) teve alta médica na manhã desta quarta-feira (14) do UDI Hospital, em São Luís. Ele deu entrada no início na tarde de ontem (13) na unidade de saúde apresentando tontura e vômito.

O peemedebista passou por uma bateria de exames e não houve diagnóstico algum divulgado. A principio, houve suspeita de virose mas foi descartada. Médicos investigam se o ex-secretário tem labirintite.

Como apresentou melhora do quadro com o qual foi internado, Ricardo agora se recupera em casa ao lado de familiares.

“Serei candidato a governador em 2018 de qualquer forma”, diz Ricardo Murad

Ricardo Murad será candidato em 2018
Ricardo Murad será candidato em 2018

Fora de disputas eleitorais desde 2010, quando se elegeu deputado estadual – o mais votado na oportunidade – Ricardo Murad já se prepara para voltar a ser testado nas urnas. O ex-secretário de Saúde não esconde de ninguém o seu desejo de concorrer ao cargo de governador em 2018 e inclusive anuncia que mesmo se não tiver o apoio do PMDB, ele vai entrar na disputa.

Recentemente em entrevista a uma rádio de Peritoró, Ricardo anunciou: “sou candidato e vou disputar as eleições contra Flávio Dino em 2018”. No último fim de semana em conversa com aliados e parte do seu grupo político em Coroatá, Murad reforçou a ideia: “sou candidato a governador, mesmo sem apoio de Roseana ou dos demais membros do PMDB”.

Ricardo tem consciência que no PMDB a sua candidatura vai enfrentar dificuldades para ser lançada, portanto ele já prepara um desembarque da legenda. Ainda não sabe qual será o seu destino, mas dificilmente deve permanecer no partido. Murad chegou a ensaiar uma desfiliação da sigla, mas optou por permanecer e enfrentar o senador João Alberto na eleição interna, porém acabou derrotado.

No entanto com status de bom gestor pelas realizações promovidas na Gerência Metropolitana em São Luís, Secretaria de Saúde do Maranhão e Secretaria de Inovação e Modernização de Coroatá, Ricardo vai apostar no seu trabalho para convencer o eleitorado maranhense que está na hora de parar de apostar em quem tem muito discurso, mas pouca experiência e capacidade de gestão.

E ele vai mostrar que é exatamente o contrário, afinal, Ricardo Murad tem muitas obras a mostrar, basta lembrar dos hospitais construídos no Maranhão. Fora o que foi desenvolvido em São Luís durante a Gerência Metropolitana e em Coroatá ao longo dos últimos anos.

Em 2002, Ricardo chegou a disputar o cargo de governador. Na oportunidade ele chegou a alcançar um percentual perto dos 5% dos votos, mas por problemas na Justiça, os seu votos foram anulados e acabou envolvido em uma polêmica que favoreceu Zé Reinaldo Tavares, que acabou vencendo no primeiro turno com a punição dada a Murad.

Antes de 2018, o pretenso candidato a governador terá desafios pela frente, eleger os seus aliados políticos, o que será fundamental para consolidação do seu nome no cenário estadual, assim como da sua esposa – Teresa Murad – em Coroatá. Na capital maranhense, ele vive a indefinição, ainda sonha com a possibilidade de Andréa Murad entrar na corrida eleitoral.

Do Blog do Diego Emir

BOMBA: PM é preso entre bandidos em tentativa de roubo à banco em Amarante

Cabo Rubenilton está preso no BPM de Buriticupu
Cabo Rubenilton está preso no BPM de Buriticupu

Policiais Militares conseguiram impedir um assalto à banco em Amarante do Maranhão na madrugada deste domingo (3). Na ocasião foi presa uma quadrilha que iria roubar o banco pela segunda vez.

Porém, para a surpresa da guarnição que efetuou a prisão composta pelos Sargentos da PM Soares e Aguiar, Cabo Eduardo e os Soldados Eugênio e Lopes, um dos integrantes da quadrilha foi reconhecido como Cabo Rubenilton, do Batalhão de Polícia Militar de Buriticupu.

A além deste assalto que foi abortado, o policial acusado e preso também teria participado de vários outros assaltos como o de Araguatins no Tocantins onde a cidade foi sitiada e dois bancos, além de lojas e veículos, foram explodidos e saqueados.

Cabo Rubenilton também participou do assalto do último assalto à banco em Ribamar Fiquene e Carolina no Maranhão, e em Bom Jesus no Pará. Ele encontra-se preso no BPM de Buriticupu.

Além do Cabo da PM mais dois assaltantes foram presos e encaminhados à Delegacia de Policia Civil de Amarante. Com eles, a polícia apreendeu armas e artefatos que seriam utilizados para explodir e arrombar a agência.

Canindé reforça Bilhete Único e diz: "não se pode comparar São Luís a SP…"

Canindé (no meio de camisa azul) no lançamento do Bilhete Único
Canindé (no meio de camisa azul) no lançamento do Bilhete Único

O secretário de Trânsito e Transportes, Canindé Barros, rebateu as críticas do ex-secretário Ricardo Murad ao projeto de Bilhete Único, a ser implantado a partir de segunda-feira, 14, em São Luís.

Em comentário nas redes sociais, Murad  chamou o projeto de “enganação”, e disse que “bilhete único” de verdade, vale por duas horas, o usuário “vai para onde quiser, usando o ônibus que quiser”.

Canindé entendeu que o ex-secretário estava referindo-se ao sistema de bilhete único de São Paulo, que, teria realidade distinta da capital maranhense.

Em termos de infraestrutura e recursos, não se pode comparar o sistema de Bilhete Único de São Luís com o da capital de São Paulo. Na capital paulista, o sistema de Bilhete Único consiste nas modalidades: ônibus/ônibus, com tarifa de R$ 3,50 que permite embarque do usuário com duração de até 3 horas; metrô/trem/ônibus, com tarifa de R$ 5,45, com três horas de embarque; e ônibus/trem, com tarifa de R$ 5,45, com duas horas de embarque”, explicou Canindé.

O chefe da SMTT lembrou ainda que, em 2015, o Sistema de Transporte paulista recebeu subsídio de R$ 1,4 bilhão do governo municipal. E a previsão deste subsídio para 2016 é de R$ 2 bilhões.

 – Ao todo, o sistema de transporte do município de São Paulo custa R$ 7 bilhões. A Prefeitura contribui com o custo com R$ 2 bilhões. Em São Luís, o sistema de transporte custa R$ 400 milhões ao ano. Desse total, a prefeitura não custeia nada. Toda despesa é custeada pelo sistema. Diante disso, não se pode comparar os dois sistemas visto que os mesmos pertencem a duas realidades bem distintas – concluiu Canindé Barros.

Do Blog do Marco D’Eça

Servidores da CGU teriam sido intimidados durante investigações no MA

Foto reprodução: Brasil 247
Foto reprodução: Brasil 247

Servidores da Controladoria Geral da União (CGU) afirmam ter sofrido tentativas de intimidação durante investigação de irregularidades na Secretaria de Estado da Saúde durante a gestão de Ricardo Murad, cunhado da ex-governadora Roseana Sarney. A denúncia está no Relatório preparado pela CGU a pedido da Polícia Federal com o objetivo de investigar os desvios de R$ 1,2 bilhão dos recursos do Fundo Nacional da Saúde, no governo Roseana.

Técnicos da própria Controladoria fizeram relatos durante visita à Construtora Minerva, prestadora de serviço para a Saúde. “Em diligências efetuadas pela equipe de auditoria da CGU sofreu intimidações e forte restrição, conforme se passa a relatar. (…) Uma picape chegou ao local com três homens que também não quiseram se identificar. A partir daí a conversa foi tensa e em tom de intimidação, a ponto de provocar sensação de insegurança nos auditores”, diz o relatório.

Em outra diligência, realizada na ONG Oscip Bem Viver para esclarecer contratações e pagamentos, o relatório cita tentativa de intimidação a uma servidora durante processo de “circularização, de preços praticados e detalhes dos serviços prestados”. Também foi citada uma segunda tentativa de intimidação na empresa Minerva Construções Ltda ocorrida em 10/07/2015, no município de Imperatriz, Sudoeste do estado.

Investigações

A Operação Sermão aos Peixes, da PF, apontou que um grupo de empresas beneficiadas com dinheiro público supostamente desviados da Saúde abasteceu 61 campanhas eleitorais no Maranhão. Segundo as investigações, uma auditoria indica que o prejuízo aos cofres públicos pode chegar a R$ 114 milhões. A esposa de Murad e a filha do casal, a deputada Andrea Murad, também foram beneficiados, apontou a PF.

De acordo com as investigações, a terceirização de serviços na Saúde, sob o comando de Murad, tinha como objetivo a fuga dos controles da lei de licitação, facilitando o desvio de verba pública. Duas entidades não governamentais contratadas pela Secretaria de Saúde do Maranhão para gerir unidades hospitalares do Estado, o ICN (Instituto Cidadania e Natureza) e a Bem Viver, contrataram, sem licitação, inúmeras empresas para serviços terceirizados.

A Justiça Federal apreendeu o passaporte do ex-secretário de Saúde do Maranhão Ricardo Murad (PMDB). A pedido da Polícia Federal, o juiz federal Roberto Veloso também proibiu o cunhado da ex-governadora Roseana Sarney de deixar a capital do estado, São Luís. O peemedebista nega as acusações.

Fonte: Brasil 247

Operação 'Sermão aos Peixes': Ricardo Murad é conduzido à PF

Ricardo Murad
Ricardo Murad

O ex-secretário de Saúde do Estado do Maranhão no governo Roseana Sarney, Ricardo Murad, acaba de ser encaminhado à sede da Polícia Federal em São Luís, conforme cumprimento de mandado de busca, apreensão e condução coercitiva. Agentes federais encontram-se nesse momento na casa do ex-secretário no bairro Olho D’Água.

A medida faz parte da Operação ‘Sermão aos Peixes’, deflagrada desde a tarde de ontem pela PF e visa investigar fraudes e desvios de verbas públicas da área da Saúde. Além do ex-secretário já foram cumpridos outros mandados e o ex-prefeito de Coroatá, Rômulo Trovão, e o ex-gestor do Fundo Estadual de Saúde, Sérgio Senna de Carvalho, também foram conduzidos à sede da Polícia Federal para prestarem esclarecimentos.

O Superintendente da Polícia Federal no Maranhão, delegado Nelson knay e o chefe do Departamento de Investigação e Repressão ao Crime Organizado da PF, delegado Fabrizio Garbi repassarão mais detalhes da operação numa coletiva a ser realizada na manhã de hoje.

Eleição para nova diretoria estadual do PMDB pode ser adiada‏

Reunião o PMDB e imprensa
Reunião o PMDB e imprensa

Andrea Murad, Hildo Rocha e Ricardo Murad apresentaram nesta sexta-feira (23), em um encontro com a imprensa as propostas da chapa “RENOVAR PARA CRESCER”, já protocolada no PMDB. Na reunião, os pmdbistas explicaram o processo eleitoral para nova direção estadual que está prevista para acontecer dia 30 de outubro e revelaram ter falhas no processo de eleição que consideraram estar ‘viciado’ pelos longos anos que se apresentou chapa única.

“É importante que se respeite o prazo que nós precisamos ter para fazer campanha. Nós queremos ter a oportunidade de ir aos diretórios, de ir aos convencionais apresentar as nossas propostas, pra depois disso ter eleição. Mas não pode ser: convocar no dia 20, com 2 dias termos que apresentar chapa e com 10 dias você ter que votar. Temos um fato grave e vamos pedir a anulação dessa reunião do diretório, pedir a convocação de uma nova reunião de diretório para fixar os membros, com 45 dias antes do pleito”, explicou Ricardo Murad.

A deputada Andrea Murad relatou que as propostas são frutos de conversas com pmdbistas em todo o Maranhão que revelaram as insatisfações com o atual diretório.

“Todos, sem exceção, que eu consigo entrar em contato estão insatisfeitos com o partido e por isso demonstram total apoio à nossa chapa. Levar o PMDB a todos os 217 municípios já que hoje está reduzido a menos da metade; apoiar diretórios municipais nas prestações de contas anuais; garantir toda assistência jurídica e contábil aos nossos candidatos antes, durante e depois das eleições; e utilizar os recursos do fundo partidário, por exemplo, garantindo material gráfico, pesquisas eleitorais, assessoria de marketing; e também uma centra de estudo que se discuta e proponha soluções para os problemas do estado. Temos recursos e estes devem ser utilizados em benefícios de todos”, explicou a candidata à presidência.

Falece a mãe do ex-secretário Ricardo Murad

Maria Tereza Duailibe Murad
Maria Tereza Duailibe Murad

A mãe do ex-secretário de Saúde Ricardo Murad faleceu na madrugada de hoje, dia 18, por volta das 3h, dentro de casa.

Maria Tereza Duailibe Murad, tinha 86 anos, e teve morte súbita. Ela deixa sete filho: Ricardo, Jorge (marido da ex-governadora Roseana Sarney), Tetê (mulher de Fernando Sarney), Rosa, Emílio, Samira e Samir.

A morte de dona Maria Murad abalou a família Murad/Sarney, que todo domingo se reúnem para um almoço sagrado em sua residência.

Ela está sendo velada na sua residência no bairro do Olho d’Água, em São Luís-MA. O sepultamento será às 16h no Parque da Saudade, no bairro do Vinhais.

Do Blog do Luis Pablo

De cima pra baixo: Ricardo tem R$ 17 milhões bloqueados pela Justiça Federal

Ricardo Murad
Ricardo Murad

Foi determinado liminarmente nesta quinta-feira (13) pelo juiz federal José Carlos Madeira, o bloqueio de R$ 17 milhões e a quebra de sigilo bancário e fiscal do ex-secretário de Saúde Ricardo Murad (PMDB) e de mais 12 pessoas físicas e jurídicas.

Abaixo a decisão e o nome de todos os citados:

decisao

Na última terça-feira (11) Murad publicou uma nota na sua página pessoal do Facebook, onde falou sobre a operação da Polícia Federal a qual pretende prendê-lo e disse não se intimidar. (Reveja)

O ex-secretário colocou-se à disposição da Justiça Federal para prestar todos os esclarecimentos necessários.