VÍDEO: ladrões roubam carro, colidem em ônibus e acabam presos em São Luís

Uma ocorrência policial na Avenida Getúlio Vargas em frente ao IFMA no bairro Monte Castelo, Região Metropolitana de São Luís, tumultuou o trânsito na via na manhã desta segunda-feira (13) chuvosa na capital maranhense.

Quatro assaltantes armados de pistolas roubaram um veículo Renault Sandero preto e faziam arrastões pelo bairro Anil. A Polícia Militar foi acionada e a guarnição da VTR 030 do João Paulo começou uma perseguição aos bandidos que, ao empreenderem fuga na contra mão da avenida, colidiram de frente com um ônibus. Houve também troca de tiros com PM’s, mas ninguém foi ferido.

Os quatro meliantes, sendo dois maiores de idade e dois menores,l foram rendidos, presos e encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil.

A insanidade da pregação do caos

Do Jornal Pequeno

Cúpula de Segurança reunida com o governador Flávio Dino

Beira a insanidade a pregação que alguns membros da oposição começam a fazer tentando insuflar familiares dos militares a se sublevarem nos moldes do que infelizmente ocorre no Espírito Santo. Sob todos os aspectos, um absurdo grave.

A relação do Governo do Maranhão com os militares tem sido marcada pela absoluta normalidade, inclusive com garantia de reajustes salariais anuais pactuados no escalonamento vertical aprovado em 2015. A contratação de mais policiais e o incremento das promoções também são notáveis. Como é indiscutível ainda o investimento em novos equipamentos e viaturas.

O Comando da Polícia Militar e dos Bombeiros, como este JP tem testemunhado, mantém canais permanentes de diálogos com as corporações. Avanços foram conquistados a partir desse diálogo.

Não há razão para protestos radicais e inaceitáveis como os realizados no Espírito Santo, em que o caos vitimou dezenas de cidadãos. É necessário alertar a sociedade para a gravidade dessa pregação ao caos.

Segurança pública é coisa muita séria para ser rebaixada a movimentos irresponsáveis de alguns poucos oportunistas da política e da comunicação.

O JP tem certeza de que as corporações policiais do Maranhão são sérias e não vão dar ouvidos a esses irresponsáveis.

Idoso que matou Sargento da PM a tiros em Chapadinha tem prisão relaxada

O idoso Gerson matou a tiros o Sargento Rômulo e já está em liberdade
O idoso Gerson matou a tiros o Sargento Rômulo e já está em liberdade

A Justiça de Chapadinha concedeu liberdade provisória a Gerson Ferreira Vale, de 80 anos de idade, que matou a tiros o Sargento da Polícia Militar, Rômulo Mendes Lima, no último sábado (5), após uma discussão. De acordo com defensores, o idoso teria sido agredido pelo policial  e agiu em legítima defesa.

Na decisão, o juiz Cristiano Simas  identifica o acusado como suposto autor do homicídio com base em depoimentos, menciona afirmativa de autoridades policiais sobre agressões contra o idoso no momento do fato, reconhece bons antecedentes, a idade avançada, doença cardíaca e que a soltura de Gerson Vale não colocaria em risco a ordem pública.

O juiz aborda a repercussão da ocorrência e “comoção” gerada a partir das redes sociais, mas ressalta que sua obrigação como magistrado é apreciar o caso de forma técnica e imparcial. “Em que pese tal constatação (repercussão e comoção) tenho que a análise do presente feito deve circunscrever-se ao aspecto técnico, sem a interferência de sentimentalismos, uma vez ser o papel do Poder Judiciário no estádio de nossa democracia”, reitera.

Sobre o momento do crime, o magistrado relata com cautela circunstancias em tese favoráveis ao idoso. “Há inúmeras afirmativas, não nestes autos, mas em conversas mantidas junto ao aparato de segurança pública, que o autor do fato estava sendo admoestado pela vítima, inclusive, no momento do crime, teria sido agredido pela mesma. Não estou a afirmar em hipótese alguma, que o ato perpetrado pelo ergastulado (preso) encontraria, neste fato, justificativa plausível”, complementa o titular da 1ª Vara.

Depois de enumerar requisitos legais para a concessão de habeas corpus e liberdade provisória o juiz atesta os bons antecedentes do acusado e que sua soltura não representaria risco para a sociedade. “Quanto a este pertinente aspecto (requisitos para soltura), tenho que o suposto autor do fato, segundo certificação nos autos, não possui antecedentes criminais. De igual forma, não há qualquer indicativo de que o mesmo, solto, colocaria em risco a ordem pública ou ameaçaria a paz sociais”.

A idade avançada e saúde precária do acusada também foram citadas na decisão. “Se não bastassem tais peculiaridades, em contato telefônico com o diretor do Presídio local, constatou-se que o suposto autor do fato, além de octogenário, possui cardiopatia de relativa gravidade, o que lhe inabilitaria, antes as circunstâncias do suposto crime, a ser mantido em cárcere, posto fazer jus, nos termos da legislação em vigor, à liberdade provisória”, completa o magistrado.

Finalizando a decisão o juiz Cristiano Simas volta a destacar sua obrigação de decidir no estrito cumprimento da lei e enumera obrigações que o acusado terá que cumprir para que faça jus a responder o processo em liberdade. “Ao contrário do que possam pensar alguns o Magistrado, quando do exercício de seu labor, deve abalizar suas decisões em dados técnicos e não compassivos. Ao Juiz não há outra alternativa que o cumprimento das leis, sendo esta a única referência a ser levada em consideração, mesmo que tenha que conviver com certa incompreensão ou discordância social”, finaliza Cristiano Simas.

De acordo com a decisão, o idoso Gerson Vale vai ser obrigado a comparecer quinzenalmente perante o juízo, participar de todos os atos do processo, comunicar mudança de endereço, ausentar-se da comarca por mais de dez dias só com autorização, não frequentar bares, não portar armas ou artefatos do gênero e não manter contato com pessoas relacionados ao fato delituoso.

Decisão Judicial

Com informações do Blog do Alexandre Pinheiro

Viatura da Polícia Militar é apedrejada em evento religioso em Caxias

Foto Reprodução: Noca.com

Uma viatura da Polícia Militar foi apedrejada na noite deste domingo (8) no Largo de São Sebastião, em Caxias. A guarnição havia ido ao local atender denúncias de som alto de paredões de som.

De acordo com informações do 2º BPM, por volta das 23h50, quando já havia finalizado o tradicional levante do Mastro de São Sebastião, e os paredões de som foram desligados, várias pessoas se revoltaram contra os policiais militares, bem como contra os proprietários dos equipamentos.

Durante o tumulto generalizado, os envolvidos jogaram garrafas, pedras e outros objetos contra as guarnições presentes. Uma pedra atingiu uma das viaturas, quebrando o vidro lateral direito.

Foto Reprodução: Noca.com

Os policias militares usaram munição química e bombas de efeito moral para dispersar os agressores.

Ainda conforme a Polícia Militar, 14 pessoas envolvidas na baderna foram conduzidas ao Plantão Central de Polícia Civil, sendo que três delas foram autuadas por dano ao patrimônio público, responsáveis por quebrarem o vidro da viatura a pedradas.

A PM também recuperou duas motocicletas que haviam sido furtadas durante a realização do evento religioso.

Fonte: Noca.com

Bandidos armados roubam agência dos Correios de Chapadinha

Agência assaltada na tarde de hoje (6). Foto Reprodução: Blog do Foguinho

A agência dos Correios da cidade de Chapadinha foi alvo de assaltantes na tarde desta sexta-feira (6).

Por volta das 15 hs dois homens com armas em punhos anunciaram chegaram até o local, anunciaram o assalto e levaram todo o dinheiro dos caixas. Meliantes também roubaram pertences de clientes que estavam no local.

A agência dos Correios ainda não divulgou o valor roubado. Nenhum suspeito foi preso até o momento mas policiais militares realizam buscas na região.

Em 2015 esta mesma agência sofreu três assaltos consecutivos nos meses de julho, setembro e outubro. Na ocasião os valores também não foram divulgados.

VÍDEO: PM aborta assalto a banco em Bacabal mas bandidos explodem viatura

A primeira terça-feira do ano ainda não acabou e continua turbulenta no Maranhão. Após temores de terras registrados em várias cidades do Estado, inclusive em São Luís, deixando a população em pânico ainda pela manhã, agora a noite a cidade enfrentou momentos de terror ao ser atacada por um a quadrilha de assaltantes fortemente armados.

Por volta das 21h30 moradores da cidade ouviram o barulho de um forte estrondo. Eram granadas arremessadas contra uma viatura do 15º Batalhão de Polícia Militar que explodiu mas ninguém se feriu. O fato ocorreu na área de um loteamento localizado as margens da BR 316, onde, até alguns instantes atrás, bandidos encontram-se escondidos e armados após fugirem em três caminhonetes e trocarem tiros com militares.

O bando assaltaria a agência do Banco do Brasil de Bacabal mas foi impedido pela Polícia Militar que bloqueou a pista para evitar que os bandidos dominassem a cidade e acionou reforço de municípios da região.

Até o momento ninguém foi preso. O clima é tenso na cidade, conforme mostra as imagens acima.

400 militares vão reforçar segurança na Grande São Luís no Natal e Réveillon

Comandante Geral da PMMA, Cel Pereira

O período que compreende o Natal e o Réveillon em todo o Maranhão contará com esquema especial de segurança realizado pelas Polícias Militar, Civil e Corpo de Bombeiros. Além dos locais de festa, onde se formam as grandes aglomerações, o policiamento será reforçado em estradas, avenidas e bairros com a realização de incursões e operações de barreiras, além de revistas a pedestres, veículos e coletivos na capital e no interior do estado.

Na Grande Ilha, cerca de 400 militares reforçam a segurança em centros comerciais até as 20h do dia 24 de dezembro. Com efetivo a pé, em motocicletas e viaturas, a operação ‘Natal Seguro’ contempla localidades como o Centro de São Luís e bairros do João Paulo, São Cristóvão, São Francisco, Vila Luizão, Anjo da Guarda, Cidade Operária, Maiobão e nas proximidades de grandes shoppings, localizados nas avenidas São Luís Rei de França, Daniel de La Touche e Carlos Cunha.

Após o encerramento das atividades do comércio, será a vez da operação se direcionar aos bairros, como explica o coronel Pedro Ribeiro, comandante do CPAM I (Comando de Policiamento de Área Metropolitana). “A partir das 20h do dia 24 iremos iniciar as incursões nos bairros, com policiais em vans, viaturas e motocicletas. Além disso, haverá realização de barreiras policiais e também ficam mantidas as operações ‘Busca Implacável’, que faz as revistas nos ônibus e a ‘Malha Metropolitana’, que permite a cobertura de grandes vias de toda a ilha”, informou.

O deslocamento de passageiros também será contemplado no esquema. Haverá segurança reforçada no terminal da Ponta da Espera e na Rodoviária de São Luís, quando aumenta a movimentação de chegada e saída da capital; maior vigilância externa nas unidades do Sistema Penitenciário e da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac).

Interior do Estado

Por todo o estado também haverá realização de barreiras durante o período, como destacou o comandante do Policiamento no Interior, coronel Gonçalo Alves de Sousa. “Em todos os 213 municípios que integram as regionais do interior haverá cobertura especial para os locais de festas e aglomerações, além de barreiras policiais nas estradas de todas essas regionais”, declarou.

Para cidades e polos turísticos mais afastados, também estão sendo destinados policiais para atenção especial. “Faremos frente a qualquer tipo de situação para evitar ocorrências. Realizaremos a cobertura de operações de reabastecimento de caixas eletrônicos de todo esse período e outra operação especial será a cobertura de cidades e locais de atração turística, garantindo a segurança para aqueles que procuram tranquilidade e locais mais afastados, como em Carolina, por exemplo,”, detalhou o comandante.

Réveillon

Na Região Metropolitana de São Luís, 370 policiais a pé farão a segurança de quem se direcionar a uma das praias da orla da Grande Ilha na noite da virada. A operação ‘Réveillon Seguro’ vai se entender da praia da Guia em São Luís à praia de São José de Ribamar e também vai incluir o policiamento a cavalo e motorizado em viaturas, motocicletas e quadriciclos, além do patrulhamento aéreo. Haverá ainda a formação de barreiras policiais para evitar a entrada de armamentos e drogas nos pontos de realização dos shows do ‘Réveillon de Todos’.

“Serão montadas três barreiras de contenção na Avenida Litorânea para revistas a pessoas e veículos. O trabalho vai ser coordenado pelas equipes do Batalhão de Choque da Polícia Militar, que se concentra a partir da descida do parquinho cobrindo todas as entradas do circuito”, detalhou Pedro Ribeiro.

O Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBBMA) também estará de prontidão nas festas da virada, com equipes reforçadas a postos desde o dia 30, na Praça Nauro Machado até o dia 1° de dezembro, como detalha o coronel Israel Lopes, comandante operacional do Corpo de Bombeiros.

“No dia 30, na Praça Nauro Machado em São Luís teremos 30 bombeiros e 6 viaturas de apoio. Já nos dias 31 de dezembro e 1° de janeiro teremos o reforço de 100 militares da corporação fazendo a segurança das pessoas em toda a orla, tanto da areia quanto em embarcações”, detalhou o coronel Israel.

Na volta da praia, no dia 1° de janeiro, banhistas e frequentadores também poderão contar com atenção especial para os coletivos, uma vez que serão montadas barreiras estratégicas nas rotas de todas as praias de São Luís. Já para quem se direcionar a igrejas e retiros, o coronel Pedro Ribeiro orienta a comunicação da realização dos eventos à polícia.

As comunicações sobre retiros e outros eventos religiosos podem ser feitas por meio de ofício destinado ao Comando de Policiamento de Área Metropolitana e entregue no Comando Geral da Polícia Militar do Maranhão, localizado na Av. Jerônimo de Albuquerque, s/n – Calhau, São Luís – MA, 65074-220.

Ocorrências

A Polícia Civil vai manter os plantões centrais do Bom Menino, Cohatrac, Vila Embratel, Cidade Operária e Maiobão em funcionamento durante todo o período para o atendimento à comunidade, principalmente, no Réveillon, quando a movimentação é mais intensa. O trabalho da Segurança será realizado com apoio das Secretarias de Cultura do Estado (Sectur) e município (Secult); Secretarias municipais de Segurança com Cidadania (Semusc) e de Trânsito e Transportes (SMTT); Blitz Urbana; Vigilância Sanitária e Cemar.

A população também pode colaborar pelo telefone 190, por meio do número no WhatsApp (98) 9.9163.4899 e pelo aplicativo ‘ByZu 2.0’, compatível com todos os sistemas operacionais. Os canais estão disponíveis 24 horas, todos os dias da semana.

Parabéns à PM! Nº de assaltos a ônibus cai pelo 5º mês consecutivo em São Luís

Policiais do Batalhão Tiradentes realizando abordagens em ônibus na capital
Policiais do Batalhão Tiradentes realizando abordagens em ônibus na capital

Pelo quinto mês consecutivo, diminuíram as ocorrências de assalto a ônibus na Região Metropolitana de São Luís, segundo relatório do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão (STTREMA). A redução é fruto da série de operações executadas pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-MA) através da Polícia Militar, que inclui abordagens em pontos estratégicos, monitoramento dentro dos coletivos e blitzen com barreiras nas principais avenidas da cidade, garantindo maior segurança ao usuário de transporte público.

Segundo levantamento do sindicato, em novembro deste ano foram registrados 28 ocorrência a ônibus – 65,4% menos que no mesmo período do ano anterior, quando somaram 81 casos. No comparativo mensal, o segundo semestre apresentou queda gradativa no número de assaltos a ônibus. Julho registrou 68 casos, número que diminuiu em agosto quando somaram 51 registros – 25% menos casos.

A queda se repete em setembro, com 49 casos, e, em outubro, quando apenas 32 ocorrências a coletivos foram registradas, representando queda de 34,6%. Comparando os 11 meses de 2015 e 2016, também houve diminuição dos casos. Este ano, de janeiro a novembro foram 535 assaltos a ônibus; em 2015, foram 568, o que demonstra que houve uma queda de 5,8%. Os dados são fornecidos pelas empresas, a partir dos boletins de ocorrências registrados nas delegacias.

O que já era executado no cronograma regular dos Batalhões continua de forma mais intensa e estratégica, atendendo às demandas colocadas pelo sindicato nas reuniões com a Segurança, explica o comandante de Policiamento de Área Metropolitana 1 (CPAM1), coronel Pedro Ribeiro. “O resultado é o êxito que as operações têm alcançado, garantindo segurança para trabalhadores e população”, reiterou.

Diferente de outras capitais, como Belém, Recife e Fortaleza, onde os assaltos a ônibus só aumentam, em São Luís, o cenário é positivo, compara o presidente do STTREMA, Isaías Castelo Branco. “Felizmente, na capital temos verificado essa redução nos últimos meses. Isso mostra que tem surtido efeito as reivindicações à polícia, no sentido de intensificar as ações”, enfatizou Isaías Castelo Branco.

Na lista de locais com mais ocorrência, segundo o sindicato, estão a BR-135, seguida pelo Anel Viário e Avenida Daniel de La Touche, além das Avenidas Jerônimo de Albuquerque, Camboa, General Artur Carvalho e São Luís Rei de França, com um caso cada.

Operações reforçadas

A Polícia Militar intensificou o combate às ocorrências nos coletivos com as operações ‘Exodus’, ‘Catraca’ e ‘Busca Implacável’ que incluem escolta nos coletivos e policiamento ostensivo percorrendo todos os terminais. Os agentes embarcam nos ônibus ainda nas garagens e percorrem todas as linhas em ação diária. Somado a estas ações a Militar reforçou as barreiras nas ruas da capital e destacou a maior parte do efetivo para o monitoramento das denúncias deste tipo e caso.

A zona rural também recebeu reforço com policiamento destacado para reforçar essas operações nos ônibus. Em complemento às operações da Polícia Militar nas ruas, a Polícia Civil realiza a investigação dos casos. A partir das denúncias, as equipes são mobilizadas para prevenir e impedir os atos. Há vários mandados de prisão expedidos e a Polícia Civil atua em parceria com a Militar para retirar suspeitos de circulação.

Motorista de ônibus é baleado e passageiros viram reféns em São Mateus

Ônibus atacado por uma quadrilha de assaltantes
Ônibus atacado por uma quadrilha de assaltantes

“Foram 50 minutos de terror. 18 homens fortemente armados, explodiram o banco, ficamos encurralados, sem poder sair, pois os mesmos cercaram a companhia da Polícia Militar”. Esse foi o relato de um PM que estava de plantão durante toda a madrugada desta quinta-feira (15) quando bandidos explodiram a agência Bradesco da cidade de São Mateus e promoveram pânico na localidade.

O bando, composto por mais de 15 meliantes, estava dividido em vários carros. Um deles era uma montana vermelha que, entre Alto Alegre e São Mateus abordou o ônibus disparando várias vezes contra o veículo. O motorista foi atingido de raspão e oito passageiros foram feitos reféns, sendo utilizados como escudos no assalto a banco.

Embora tenham invadido a agência, bandidos não conseguiram levar nada, pois a agência não tinha dinheiro e logo em seguida o apoio policial de Bacabal chegou.

A montana foi abandonada e os assaltantes fugiram em duas caminhonetes de placas não identificadas. Nenhum deles foi preso.

Ônibus atacada por assaltantes
Ônibus atacada por assaltantes
Veículo abandonado pelos assaltantes
Veículo abandonado pelos assaltantes

Quadrilha explode banco Bradesco e metralha quartel da PM em Matinha

Bandidos explodem banco e metralham o destacamento da Polícia Militar de Matinha
Bandidos explodem banco e metralham o destacamento da Polícia Militar de Matinha

Cerca de dez homens fortemente armados com fuzis e pistolas promoveram uma noite de terror na cidade de Matinha, localizada há 248 Km de São Luís, nas primeiras horas desta quinta-feira (1º).

A quadrilha explodiu a agência do banco Bradesco e levou todo o dinheiro do local que havia sido abastecido nesta quarta-feira (30).

Na fuga, os bandidos dispararam várias vezes contra a parede do alojamento da Polícia Militar para impedir que os dois PM’s que estavam de serviço saíssem em reação. Uma mulher feita refém teria sido baleada.

Após roubarem banco, os criminosos fugiram em duas caminhonetes hilux, um corsa e algumas motos. Há informações e q os mesmos estariam encurralados em um povoado chamado Rafael próximo a outro povoado de nome Xulanga.

Foram enviados reforços para a Polícia Militar afim de tentar prender os bandidos. Até o momento não há registro de prisão.