Ex-prefeito de Imperatriz, ex-procurador do Município e juiz são acionados

Sebastião Madeira, ex-prefeito de Imperatriz, é um dos acionados pelo MPMA
Sebastião Madeira, ex-prefeito de Imperatriz, é um dos acionados pelo MPMA

O Ministério Público do Maranhão propôs Ação Civil Pública por improbidade administrativa contra o ex-prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, o ex-procurador-geral do município, Gilson Ramalho de Lima, e o juiz titular da Fazenda Pública de Imperatriz, Joaquim da Silva Filho. A ACP, protocolada no dia 13, foi elaborada pelos titulares da 1ª e 6ª Promotorias de Justiça Especializada em Defesa do Patrimônio Público e Probidade Administrativa, Nahyma Ribeiro Abas e Albert Lages Mendes.

De acordo com as investigações do Ministério Público, Sertammy Andrade Melo e Jaqueline Ferraz dos Santos foram nomeadas para o cargo em comissão de assessoras jurídicas, lotadas na Procuradoria-Geral do Município. No entanto, as servidoras foram cedidas para prestarem serviços de natureza particular ao juiz da Vara da Fazenda Pública de Imperatriz, Joaquim da Silva Filho.

O MPMA apurou que o envio das servidoras para o gabinete do juiz não obedeceu a procedimentos legais nem foi informado à direção do Fórum ou ao Tribunal de Justiça. Além disso, o Artigo 85 do Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Imperatriz prevê a possibilidade de cessão apenas de servidores efetivos para prestarem serviços em outros órgãos, vedando assim a disponibilidade de pessoas em cargos de comissão.

Todo o processo de lotação das servidoras foi realizado na mais absoluta informalidade, contrariando os trâmites necessários para a realização deste tipo de cessão, o que leva a presumir que elas estavam prestando serviço de natureza particular às expensas do erário municipal”, ressalta o promotor de Justiça Albert Lages Mendes.

O depoimento das testemunhas também constatou que apesar de as servidoras estarem sob o regime de jornada de trabalho semanal de 40 horas, o magistrado permitia que elas cumprissem jornada de trabalho de apenas 20 horas semanais, quatro horas por dia, caracterizando lesão ao erário.

Não havia interesse público em jogo que justificasse a nomeação e cessão das servidoras, mas única e exclusivamente o interesse do ex-prefeito e do ex-procurador-geral em agradar o magistrado, nomeando pessoas do seu círculo de amizade, já que Sertammy já havia estagiado voluntariamente no gabinete do juiz” , conclui a promotora de Justiça Nahyma Ribeiro Abas.

O Ministério Público pediu ao Poder Judiciário que bloqueie os bens dos requeridos e aplique as sanções listadas no artigo 12 da Lei de Improbidade Administrativa, que prevê ressarcimento integral do dano ao erário, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de três a dez anos e proibição de contratar com o poder público por até dez anos.

Weverton dialoga com população em municípios da região tocantina

Deputado Weverton reunido com grupos na região Tocantina
Deputado Weverton reunido com grupos na região Tocantina

O prefeito Fernando Teixeira (MDB), do município de Cidelândia, no sul do Estado, declarou apoio à pré-candidatura de Weverton (PDT) ao Senado Federal nas próximas eleições majoritárias, em outubro. A declaração foi feita no início da noite deste domingo (15), durante a inauguração da praça José Pereira de Araújo (Zé do Quiosque), no povoado de São Francisco, onde o parlamentar esteve, acompanhado do deputado estadual Antonio Pereira (DEM). “Escolhi o deputado Weverton como meu futuro senador pelo que tem feito na Câmara Federal para ajudar os municípios e o Maranhão”, afirmou o prefeito.

Na oportunidade, Weverton também participou da entrega de uma motoniveladora ao município, adquirida com recursos do programa Caminhos da Produção, do Governo do Estado e falou do trabalho que o prefeito vem desenvolvendo. “O jovem prefeito Fernando Teixeira, mesmo com a sua pouca idade, dá exemplo para gestores e toda a classe política de que é possível fazer política trabalhando de forma aberta, transparente e, acima de tudo, com compromisso, com calendário e com planejamento para sua cidade”, ressaltou o deputado.

São Francisco do Brejão

Adão Carneiro (PCdoB), prefeito de São Francisco do Brejão, cidade vizinha a Cidelândia, também participou da inauguração e reafirmou seu apoio a Weverton. “Tenho certeza de que o Maranhão precisa de um cidadão como Weverton como senador, para defender o nosso estado e a nossa Região Tocantina”, afirmou.

Diálogo com lideranças

Ainda acompanhado de Antonio Pereira, Weverton esteve em Campestre do Maranhão, onde se reuniu com lideranças políticas e comunitárias para dialogar sobre as prioridades da região. “No momento em que estamos vivendo, são poucos os políticos que podem andar pela rua prestando contas do seu mandato. Honro meu mandato de deputado federal. Tenho orgulho, não só pela minha atuação como líder da bancada do PDT na Câmara Federal e, agora, como líder da bancada de oposição ao governo Temer, em Brasília, de poder prestar contas de todas as votações, reivindicações e, indicações que fizemos em favor do povo do Maranhão e do País”, afirmou Weverton.

Imperatriz

No período da tarde, já em Imperatriz, o deputado se reuniu com um grupo da Associação de Apoio à Construção Civil (Asac), composta por médios e pequenos construtores da região, ouvindo-os e avaliando em que pode colaborar com o setor. Também fez uma visita ao presidente da Câmara de Imperatriz, José Carlos Pé de Pato (PV), onde ainda conversou com os vereadores Ditola (PEN), Bebe Taxista (PEN) e Alberto Sousa (PDT).

Entregue 2ª etapa da reforma do Hospital Regional Materno Infantil em Imperatriz

Foram entregues 10 enfermarias, com 44 leitos convencionais; recepção; seis consultórios; sala de ultrassom; sala de observação; e sala de medicamentos
Foram entregues 10 enfermarias, com 44 leitos convencionais; recepção; seis consultórios; sala de ultrassom; sala de observação; e sala de medicamentos

Foi entregue à população da região tocantina, nesta terça-feira (27) a segunda etapa das obras de reforma, adequação e modernização do Hospital Regional Materno Infantil (HRMI), em Imperatriz. O governador do Estado, Flávio Dino, foi representado, na ocasião, pelos secretários de estado da Saúde, Carlos Lula, e da Infraestrutura, Clayton Noleto. O investimento total da reforma é de R$ 9.724.458,44.

Nesta fase, foram entregues totalmente reformados 10 enfermarias, com 44 leitos convencionais; recepção; seis consultórios; sala de ultrassom; sala de observação; e sala de medicamentos.

Ao entregar a obra, o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, lembrou a primeira vez que conheceu a maternidade. “Saí destruído, porque apesar de todo o esforço das pessoas que trabalhavam com dedicação e amor, não havia condições de trabalho. Saí determinado a reformar o hospital. Muitos não acreditaram quando o governador Flávio Dino anunciou a reforma. Então, a entrega da reforma é uma luta contra a desesperança. Continuamos acreditando em um SUS que dá certo, que acolhe as pessoas em um ambiente confortável e com profissionais motivados”, destacou.

A reforma, executada pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), vai garantir assistência de maior qualidade durante o pré-natal, o parto e pós-parto. Será melhorada a infraestrutura física da unidade, cujo prédio possui mais de 35 anos. O objetivo é qualificar ainda mais os atendimentos, reforçando o perfil da unidade referência do pré-natal de alto risco.

O Hospital Regional Materno Infantil é referência para pelo menos 43 municípios que integram a Unidade Regional de Saúde de Imperatriz. Ele garante atendimento, inclusive, para casos de alto risco. Somente em 2017, a unidade realizou 7.681 partos.

Mesmo com as obras, o HRMI não teve os atendimentos parados ou diminuídos. Segundo a diretora-geral da unidade, Tassiana Miranda Brandão, isso só foi possível porque a reforma acontece por etapas. No total, serão seis etapas. A primeira delas já foi entregue e incluía reforma da administração, almoxarifado, farmácia, faturamento e lixeira.

Com a reforma, a unidade terá sua capacidade ampliada, com 12 leitos a mais. Ao final das obras, o Hospital Regional Materno Infantil terá 75 leitos convencionais (antes eram 63); 63 UTIs neonatais; 10 leitos canguru; cinco leitos PPP (salas de parto, pré-parto e pós-parto); três salas de cirurgia.

O próximo passo será a reforma da ala de salas cirúrgicas. “Vamos ampliar de duas para quatro salas cirúrgicas, mais uma sala de parto normal, cinco leitos PPP, que são as salas de parto humanizado adaptadas, e a sala de material esterilizado. Além da área de apoio para esse centro”, listou Thais Farias, secretária adjunta de Engenharia da SES.

A ampliação e reforma do HMII é um sonho antigo da população e dos funcionários da unidade. A coordenadora do ambulatório, Socorro Brito, trabalha na unidade desde sua fundação, há 35 anos, e acompanhou todas as mudanças ocorridas no local.

Presos mais 4 acusados de metralharem posto da PRF em Açailândia

Foto Reprodução: PRF

A operação policial montada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e pela Polícia Militar do Maranhão (PMMA) conseguiu prender outros quatro envolvidos no sequestro de um PM, seguido de roubo de uma viatura e da invasão a Unidade Operacional da PRF de Açailândia, ocorridos no final da noite de sexta-feira, 23 de março, no município de Açailândia, sudoeste do estado do Maranhão.

De acordo as equipes destacadas para a região, após dois dias de caçada e cerco policial aos criminosos, agentes da PRF receberam informação de que na noite de domingo (25), no município de Açailândia, quatro homens teriam tomado de assalto uma carreta vermelha e feito o motorista de refém.

Todas as equipes e unidades policiais da região foram alertadas sobre o ocorrido e ficaram de prontidão à espera da carreta. Uma equipe da Polícia Militar destacada na saída de Açailândia para Imperatriz visualizou a carreta, fez o acompanhamento e conseguiu abordar o veículo nas proximidades da entrada para o município de São Francisco do Brejão-MA, na BR 010, ocasião em que eles ainda tentaram empreender fuga, mas foram rendidos pela guarnição. Em seguida foram levados para a PRF e, durante a madrugada, conduzidos para a sede da Policia Federal em Imperatriz-MA.

Reviravolta

No depoimento prestado aos policiais, o condutor da carreta contou que, por volta das 21h de domingo, foi abordado pelos assaltantes que o obrigaram a dirigir para o estado vizinho, o Tocantins, para em seguida fugirem para o estado de Goiás. Mas os policiais desconfiaram da versão apresentada pelo condutor e, quando realizaram consultas nos sistemas, descobriram que o mesmo é irmão de um dos assaltantes. À vista da informação, e após ser entrevistado, o condutor também foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Federal.

Arrombamentos e assaltos

A invasão às unidades da Polícia Militar e da Polícia Rodoviária Federal em Açailândia objetivavam conseguir armamentos, munições e coletes balísticos que seriam usados em arrombamentos a caixas eletrônicos e assaltos a bancos. De acordo com o depoimento dos envolvidos, a primeira ação aconteceria em uma agência bancária localizada no município de São Francisco do Brejão, próximo à Imperatriz.

Na estrada, na lama e no mato

Logo após a invasão, sequestro e tiroteio promovidos pelos assaltantes no dia 23, a PRF e a PM MA caíram em campo no encalço dos seis bandidos. A força tarefa contou com a participação de todas as polícias da região tocantina e de outras regiões. Equipes de PRFs do Maranhão e do Pará se deslocaram de várias partes para participar da missão. Foram dois dias de buscas nas rodovias, estradas vicinais ou à pé abrindo caminho pelos matos.

A polícia vai continuar os trabalhos investigativos no intuito de prender mais um acusado de participação nos crimes e levantar se existem outros envolvidos.

SEMA discute os avanços e desafios durante a Semana da Água

Foto Divulgação

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA) realiza, de 19 a 23 de março, nas cidades de Codó e Imperatriz, a Semana da Água, com o tema “Avanços e Desafios da Gestão das Águas”.

O evento tem por objetivo discutir os avanços e desafios da gestão das águas no Estado a partir da Política Estadual de Recursos Hídricos (PERH), bem como mostrar os programas que a Secretaria vem executando, com enfoque no gerenciamento e conservação dos mananciais estaduais. Além disto, visa também dirimir dúvidas sobre a regularização pelo uso de águas superficiais e subterrâneas, tendo como eixo de discussão a Outorga de Direito de uso de Recursos Hídricos, instrumento da PERH.

Nos dias 19 e 20, a programação será em Codó. Dias 22 e 23 será em Imperatriz. Na programação constam temas como: Implementação e desenvolvimento de Programas voltados para o Gerenciamento e Conservação dos Recursos Hídricos Estaduais; 14 anos da Política Estadual de Recursos Hídricos; Rio Itapecuru e Tocantins: contexto socioeconômico, ambiental e ações estratégicas para sua preservação; e vários outros, assim como capacitação sobre Outorga de Direito de Uso dos Recursos Hídricos e aspectos legais e técnicos.

Artigo: Maranhão contra o Câncer

Casa de Apoio ao Hospital do Câncer

Por Flávio Dino

Temos hoje no Maranhão um governo que leva a sério o que é sério. E que olha para todos os cidadãos do Maranhão, sem exclusão. Por isso, cuidamos da oferta de serviços públicos que, quando existiam, estavam restritos à capital. Grande exemplo é a inédita rede de prevenção e tratamento do câncer que temos estruturado no estado.

Desde 2015, executamos serviços permanentes de enfrentamento a esta doença. Um dos meus primeiros atos, foi implantar a radioterapia em Imperatriz, acabando com o sofrimento de milhares de pessoas em longas viagens. Na mesma Imperatriz, instalamos a Unidade de Oncologia Pediátrica, com leitos clínicos, cirúrgicos e de UTI, além de consultas médicas especializadas, exames laboratoriais e diagnósticos por imagem, por meio de procedimentos modernos, garantindo o tratamento a crianças de mais de 40 municípios da região, que antes precisavam se deslocar para serem atendidas.

Por meio da Carreta da Mulher, Onibus Lilás e da Unidade Móvel de Prevenção ao Câncer, já realizamos mais de 130 mil atendimentos, entre consultas, exames e palestras educativas, estas fundamentais para o reforço da cultura da prevenção. Em convênio com o Hospital Aldenora Bello, investimos na ampliação física da unidade e na aquisição de equipamentos para radioterapia e mamografia, para garantir o aumento da capacidade de atendimento no tratamento oncológico.

Em São Luís, após a inauguração do Hospital de Ortopedia e Traumatologia (HTO), o Hospital Geral, que também atendia a estas especialidades, passou a funcionar exclusivamente como Hospital do Câncer, devidamente reformado e equipado para esse tipo de tratamento. Desenvolvemos o Projeto Bem Acompanhado, realizado com foco nos acompanhantes dos pacientes, por meio de atividades lúdicas, dinâmicas, entretenimento e exercícios físicos. E instalamos a Casa de Apoio ao Hospital do Câncer, espaço de acolhimento aos pacientes e seus familiares durante o tratamento, quando oriundos de outras cidades. A Casa, que fica nas proximidades da unidade hospitalar, dispõe de dormitórios, espaços de convivência, sala de leitura e refeitório, onde são servidas as principais refeições gratuitamente.

No início deste mês, também inauguramos a Unidade de Oncologia do Hospital Macrorregional de Caxias, servindo a municípios das regionais de saúde de Caxias e Codó, com capacidade para realizar mais de 400 procedimentos quimioterápicos por mês, e estrutura completa de serviços de prevenção e tratamento do câncer.

Ontem e hoje, estamos realizando mais uma Caravana Mais Saúde, desta feita no CINTRA, em São Luís, com foco na saúde da mulher, inclusive com exames específicos de prevenção contra o câncer. Estas caravanas já atenderam mais de 70 mil pessoas e são um exemplo da política de saúde séria que existe hoje no Maranhão, deixando para trás o império da mentira e da irresponsabilidade.

Tantas iniciativas mostram nossa seriedade em estruturar a rede de saúde do Maranhão com unidades hospitalares, e, muito além, com a humanização dos serviços ofertados, de modo que ampliamos e melhoramos as condições de enfrentamento a essa doença.

Das muitas batalhas travadas na missão de governar o Maranhão, a de garantir condições adequadas de prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer é uma das que temos empenhado esforços. Com a convicção de que estamos no caminho certo, vamos seguir e avançar.

Imperatriz e Timon terão Promotorias de Justiça Regionais do MPMA

Foto: Ascom/MPMA

O Colégio de Procuradores de Justiça aprovou, em Sessão Ordinária, nesta quinta-feira, 22, a regulamentação de quatro Promotorias de Justiça Regionais de Defesa da Ordem Tributária e Econômica. As unidades serão instaladas nas cidades de Imperatriz e Timon, somando-se às duas já existentes em São Luís, seguindo a divisão fiscal adotada pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz).

Além de atender a sede da comarca onde está instalada, cada Promotoria de Justiça Regional será responsável por apurar os crimes contra a ordem tributária, improbidade em matéria fiscal, negligência sobre arrecadação dos tributos municipais e garantir a regularidade na arrecadação tributária nas cidades maranhenses.

A 1ª Promotoria de Justiça Regional, com sede em São Luís, terá atribuição nos seguintes municípios: São Luís, Paço do Lumiar, São José de Ribamar, e Raposa, mediante distribuição. Assim como os refere à Unidade Fiscal Regional de Santa Inês (Alto Alegre do Pindaré, Amapá do Maranhão, Apicum-Açu, Araguanã, Arari, Bacuri, Bacurituba, Bela Vista do Maranhão, Bequimão, Boa Vista do Gurupi, Bom Jardim, Buriticupu, Cajapió, Cajari, Cândido Mendes, Carutapera, Cedral, Central do Maranhão, Centro do Guilherme, Centro Novo do Maranhão, Cururupu, Godofredo Viana, Governador Newton Bello, Governador Nunes Freire, Guimarães, Igarapé do Meio, Junco do Maranhão, Luís Domingues, Maracaçumé, Maranhãozinho, Matinha, Monção, Nova Olinda do Maranhão, Olinda Nova do Maranhão, Palmeirândia, Pedro do Rosário, Penalva, Peri-Mirim, Pindaré-Mirim, Pinheiro, Pio XII, Porto Rico do Maranhão, Presidente Médici, Presidente Sarney, Santa Helena, Santa Inês, Santa Luzia, Santa Luzia do Paruá, São Bento, São João Batista, São João do Carú, São Vicente de Férrer, Satubinha, Serrano do Maranhão, Tufilândia, Turiaçu, Turilândia, Viana, Vitória do Mearim, e Zé Doca), além dos relacionados à Unidade Fiscal Regional de São Luís não constantes da comarca da Ilha de São Luís (Alcântara, Axixá, Bacabeira, Cachoeira Grande, Humberto de Campos, Icatu, Morros, Presidente Juscelino, Primeira Cruz, Rosário, Santa Rita e Santo Amaro do Maranhão).

A 2ª Promotoria de Justiça Regional, com sede em São Luís, terá atribuição nos seguintes municípios: São Luís, Paço do Lumiar, São José de Ribamar e Raposa, mediante distribuição, bem assim os referentes à Unidade Fiscal Regional de Bacabal (Água Doce do Maranhão, Altamira do Maranhão, Anajatuba, Anapurus, Araioses, Arame, Bacabal, Barão de Grajaú, Barra do Corda,

Barreirinhas, Belágua, Bernardo do Mearim, Bom Lugar, Brejo, Brejo de Areia, Buriti, Cantanhede, Capinzal do Norte, Chapadinha, Colinas, Conceição do Lago-Açu, Dom Pedro, Esperantinópolis, Fernando Falcão, Fortuna, Gonçalves Dias, Governador Archer, Governador Eugênio Barros, Governador Luiz Rocha, Graça Aranha, Igarapé Grande, Itaipava do Grajaú, Itapecuru-Mirim, Jatobá, Jenipapo dos Vieiras, Joselândia, Lago da Pedra, Lago do Junco, Lago dos Rodrigues, Lago Verde, Lagoa Grande do Maranhão, Lima Campos, Magalhães de Almeida, Marajá do Sena, Mata

Roma, Matões do Norte, Milagres do Maranhão, Mirador, Miranda do Norte, Nina Rodrigues, Olho D´Água das Cunhãs, Paraibano, Passagem Franca, Paulino Neves, Paulo Ramos, Pedreiras, Pirapemas, Poção de Pedras, Presidente Dutra, Presidente Vargas, Santa Filomena do Maranhão, Santa Quitéria do Maranhão, Santana do Maranhão, Santo Antonio dos Lopes, São Benedito do Rio Preto, São Bernardo, São Domingos do Maranhão, São João dos Patos, São José dos Basílios, São Luís Gonzaga do Maranhão, São Raimundo do Doca Bezerra, São Roberto do Maranhão, Senador Alexandre Costa, Sítio Novo, Sucupira do Norte, Sucupira do Riachão, Trizidela do Vale, Tuntum, Urbano Santos, Vargem Grande e Vitorino Freire).

A 3ª Promotoria de Justiça Regional, com sede em Imperatriz, terá atribuição nos municípios referentes à Unidade Fiscal Regional de Balsas (Alto Parnaíba, Balsas, Benedito Leite, Carolina, Feira Nova do Maranhão, Formosa da Serra Negra, Fortaleza dos Nogueiras, Grajaú, Loreto, Nova Colinas, Nova Iorque, Pastos Bons, Riachão, Sambaíba, São Domingos do Azeitão, São Félix de Balsas, São Pedro dos Crentes, São Raimundo das Mangabeiras e Tasso Fragoso) e da Unidade Fiscal Regional de Imperatriz (Açailândia, Amarante do Maranhão, Bom Jesus das Selvas, Buritirana, Campestre do Maranhão, Cidelândia, Davinópolis, Estreito, Governador Edison Lobão, Imperatriz, Itinga do Maranhão, João Lisboa, Lajeado Novo, Montes Altos, Porto Franco, Ribamar Fiquene, São Francisco do Brejão, São João do Paraíso, São Pedro d’Água Branca, Senador La Rocque e Vila Nova dos Martírios).

A 4ª Promotoria de Justiça Regional, com sede em Timon, terá atribuição nos municípios da Unidade Fiscal Regional de Caxias (Afonso Cunha, Aldeias Altas, Alto Alegre do Maranhão, Buriti Bravo, Caxias, Codó, Coelho Neto, Coroatá, Duque Bacelar, Lagoa do Mato, Matões, Parnarama, Peritoró, São Francisco do Maranhão, São João do Sóter, São Mateus do Maranhão, Timbiras e Timon).

Extinção

Os membros do Colégio de Procuradores de Justiça também aprovaram, por unanimidade, a extinção das Promotorias de Justiça de Tasso Fragoso e de Sucupira do Norte, cujas unidades foram incorporadas às comarcas de Balsas e Mirador, respectivamente. A medida foi uma adequação à junção realizada pelo Poder Judiciário.

Ônibus bate em caminhão na BR 010 e deixa passageira idosa ferida

Acidente com vítima na BR 010. Foto Reprodução: PRF
Acidente com vítima na BR 010. Foto Reprodução: PRF

Uma passageira de 62 anos de idade que viajava em um ônibus da empresa Novo Horizonte que trafegava  no sentido decrescente da BR 010, na manhã desta quarta-feira (21), no Km 223 da rodovia, no município de Governador Edison Lobão, sofreu ferimentos na cabeça após uma colisão.

Um ônibus que seguia sentido Imperatriz/Porto Franco possivelmente ultrapassou a velocidade e com a pista molhada por conta da chuva bateu na traseira de um caminhão dos Correios.

Equipes da Polícia Rodoviária Federal, do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foram acionadas para o local do acidente para prestarem socorro aos passageiros e lavrar um boletim de ocorrência de trânsito.

A idosa, que não teve o nome divulgado,, machucou a cabeça e teve ferimentos leves, sendo socorrida por militares do Corpo de Bombeiros.

Acidente com vítima na BR 010. Foto Reprodução: PRF

Vídeo: tumulto e pancadaria dentro de shopping em Imperatriz

Uma briga generalizada tumultuou a praça de alimentação do Imperial Shopping na cidade de Imperatriz, na noite desta sexta-feira (9).

A confusão foi provocada por um grupo que seria de hóspedes de um hotel que fica localizado ao lado do shopping. Eles estavam de toalhas e foram adivertidos pelos seguranças de que teriam que se retirar do local.

Insatisfeitos, o grupo provocou confusão e acabou em uma briga generalizada na praça de alimentação.

A Policia Militar foi acionada e conduziu alguns que estavam no local para a delegacia. Nenhum deles teve o nome divulgado.

Candidatos do concurso da PM podem consultar local de prova nesta quarta (13)

São mais de 1,2 mil vagas no concurso (Karlos Geromy)

Os candidatos do concurso público da Polícia Militar no Maranhão devem consultar a partir desta quarta-feira (13) o local das provas objetivas, que serão aplicadas no domingo (17) nas cidades de São Luís, Imperatriz e Caxias. A consulta estará disponível no site http://www.cespe.unb.br/concursos/pm_ma_17.

As provas objetivas para os cargos de nível superior terão a duração de 3 horas e 30 minutos. Elas serão realizadas às 8 horas (horário local). Já as de nível médio terão igual duração, mas começam às 15 horas (horário local).

O candidato deverá comparecer ao local designado para a realização das provas no mínimo uma hora antes do início do exame. É preciso levar caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente, o comprovante de inscrição e o documento de identidade original.

Será eliminado do concurso o candidato que, durante a realização das provas, for surpreendido portando aparelhos eletrônicos (tais como celulares e mp3), relógio, óculos escuros, chapéu, embalagens e outros materiais. Para ver a íntegra dos itens proibidos, acesse AQUI.

O concurso oferece 1.214 vagas nas carreiras de soldado e tenente, com exigência de níveis médio e superior, respectivamente.