Governador Flávio Dino garante o pagamento do 13° a servidores estaduais

Governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB)

O pagamento do 13º salário do funcionalismo público estadual está garantida, informaram o governador Flávio Dino e fontes do governo do Maranhão consultadas pelo Blog do John Cutrim neste sábado (17).

“Informo que é absolutamente falsa a notícia de que não pagaremos o 13º salário deste ano. Já pagamos metade em junho e pagaremos a outra metade antes do Natal. Apesar da perda de R$ 1,6 bilhão de transferências federais desde 2015″, asseverou Flávio Dino.

Há uma macabra torcida contra o Maranhão desde 2015. De tempos em tempos, inventam tragédias. Temos adotado todas as medidas necessárias para manter o funcionamento do Estado e assim vamos continuar a fazer. Com transparência e coragem”, completou Dino.

Não há nenhum risco, o 13º salário está garantido e será pago”, afirmou ao Blog um membro do alto escalão do governo estadual da área financeira.

Sobre reportagem do Jornal da Globo o qual afirmou que o Maranhão era um dos estados que não confirmaram o décimo terceiro, em nenhum momento a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) e a Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento (Seplan) foram consultadas sobre o assunto.

O Governo do Maranhão já efetuou em junho o pagamento da primeira parcela do 13º salário do funcionalismo público estadual. A segunda parcela também será paga e deve acontecer até o dia 20 de dezembro.

Fonte: Blog do John Cutrim

Assembleia e Câmara devem ter novas composições com reforma administrativa

Foto: Agência Assembleia

Uma reforma administrativa, que deverá ser promovida pelo governador Flávio Dino (PCdoB) no início de 2019, e possíveis decisões judiciais envolvendo recursos de candidatos aos cargos de deputado estadual e deputado federal, irão alterar a composição da Assembleia Legislativa do Maranhão e Câmara Federal.

É certo, segundo fontes palacianas, que Dino modificará, mais uma vez, o seu secretariado.

A ação, prevista para ser colocada em prática em fevereiro ou março, terá, claro, o seu viés político, uma vez que a saída de parlamentares dos seus cargos abrirá espaço para que outros aliados do comunista assumam, mesmo que temporariamente, assentos na Alema e Congresso.

Não será surpresa que ex-secretários como o deputado estadual reeleito, Neto Evangelista (DEM), e o deputado estadual e deputado federal eleito, Bira do Pindaré (PSB), sejam novamente chamados para a equipe governamental.

Evangelista foi secretário estadual de Desenvolvimento Social e Pindaré comandou a pasta da Ciência e Tecnologia.

Caso Neto retorne ao governo, quem assume é o ainda deputado Edivaldo Holanda (PTC), pai do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

Com a saída de Bira, o eterno suplente Simplício Araújo (SD) seria alçado à condição de deputado federal interino.

É pouco provável que o deputado federal eleito e braço direito de Dino, Márcio Jerry (PC do B), retorne à pasta da Comunicação e Assuntos Políticos, o que abriria vaga para Gastão Vieira (PROS).

Jerry está empolgado com a ideia de trabalhar em Brasília e já se movimenta no sentido de ser um dos “cabeças” da nova Bancada Maranhense.

Neste caso, uma possibilidade seria convocar Pedro Lucas Fernandes (PTB), que presidiu a Agência Executiva Metropolitana.

Porém, o retorno do jovem deputado federal a São Luís é um plano que, muito provavelmente, deverá ser executado mais próximo da eleição municipal de 2020.

Vale destacar que, na nova reforma administrativa, o governador ainda terá que encontrar espaços para aliados reprovados nas urnas, tais como Rogério Cafeteira (DEM) e Julião Amin (PDT), por exemplo.

Sub judice – Paralelo a isso, o quadro também pode se alterado em função de possíveis decisões judiciais provenientes de recursos impetrados por candidatos.

É o caso do ex-secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad (PRP), que concorreu sub judice para deputado federal por ter tido o registro de candidatura indeferido pela Justiça Eleitoral.

Se Ricardo tiver os mais de 23 mil votos validados, Juscelino Filho (DEM) perderia a vaga para Wolmer Araújo (PV), que também aguarda o julgamento de um processo contra ele no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE/MA).

Na Assembleia, a validação dos votos de Hemetério Weba (PP) beneficiaria Edivaldo Holanda, que passaria para a condição de reeleito.

Nesta situação, o Pastor Cavalcante (PROS) seria realocado para a suplência.

Outro imbróglio envolve os petistas Sayd Zaidan e Luiz Henrique Lula da Silva. A validação dos votos do primeiro beneficiaria diretamente o segundo, que passaria para condição de eleito.

Neste caso, o prejudicado seria o pedetista Ricardo Rios, que perderia a titularidade do mandato.

Fonte: Blog do Glaucio Ericeira

Flávio Dino é reeleito em 1º turno governador do Maranhão

Flávio Dino reeleito governador do Maranhão

O governador Flávio Dino (PCdoB) foi reeleito neste domingo (7) com mais de 59% dos votos apurados finalizando o processo eleitoral no Estado no primeiro turno.

O resultado confirma o que foi previamente divulgado nas pesquisas de intenções de votos realizadas por diversos institutos no Maranhão.

A segunda colocada foi a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) que obteve pouco mais de 29% dos votos contabilizados pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão. Em terceiro ficou a candidata e ex-prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge (PSL).

A apuração ainda segue, mas mais de 90% das urnas já foram apuradas, o que confirma a vitória de Flávio Dino.

9% das urnas apuradas no Maranhão e Flávio Dino larga na frente

Flávio Dino e esposa na hora da votação

Com pouco mais de 7% das urnas apuradas no Maranhão, de acordo com a parcial divulgada em tempo real pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o governador Flávio Dino (PCdoB) totaliza mais de 60% dos votos, confirmando o que as pesquisas mostraram recentemente que indicam que não haverá segundo turno no Estado.

Mas a apuração está só começando.

Aguardem novas parciais.

Sacudindo a Vila Palmeira

Foto Divulgação
Foto Divulgação

Na atualidade, uma das maiores lideranças políticas da Grande São Luís, o presidente da Câmara Municipal – vereador Astro de Ogum – tem sido um cabo eleitoral incansável no projeto de reeleição do Governador Flávio Dino (PCdoB).

Foto Divulgação

Na manhã deste sábado (6), com sua assessoria aguerrida, que trabalhou a madrugada inteira para fazer uma recepção bonita e calorosa ao governador, um mar de bandeiras brancas e vermelhas invadiram a Vila Palmeira, um dos principais redutos eleitorais do parlamentar na capital maranhense.

Ao lado do vereador, por onde passou, Flávio Dino foi ovacionado, deixando claro que de fato a eleição deverá se definir até as 17:00 deste domingo (7).

Atenção servidor estadual: pagamento será antecipado para dia 29 de setembro

Foto reprodução

Vamos pagar os vencimentos dos servidores do Governo do Maranhão, relativos a setembro de 2018, no próximo dia 29“. O anúncio foi feito hoje pelo governador Flávio Dino nesta segunda-feira (24) nas redes sociais.

Para ter acesso à versão digital do contracheque é só clicar em www.portaldoservidor.ma.gov.br/portal. Para fazer login no Portal, é necessário possuir senha cadastrada.

Caso tenha perdido ou esquecido a sua senha, basta clicar no link “Esqueceu a Senha?”, localizado abaixo do campos CPF e senha do Portal do Servidor, e seguir as instruções. Se a sua senha de acesso nunca foi gerada, clique no botão “Primeiro Acesso”.

A senha também pode ser cadastrada presencialmente na sala do Portal/Ouvidoria do Servidor (localizada no Anexo IV do Centro Administrativo do Estado, no Calhau) ou pelos telefones (98) 3131-4191, 3131-4192 ou 3131-4116. Atenção: o atendimento é realizado preferencialmente de forma presencial.

Ibope joga a toalha e dá vitória a Dino no 1º turno

Governador Flávio Dino

Nem o Ibope mente como antes no Maranhão.

De acordo com a pesquisa divulgada há pouco pela TV da oligarquia Sarney, Flávio Dino lidera com 49%, seguido pela dona da emissora, Roseana Sarney (32%), Maura Jorge (5%) e Roberto Rocha (2%). Ramon Zapata (PSTU) e Odívio Neto (PSOL) não pontuaram.

Considerando apenas os votos válidos, o atual governador venceria a disputa pelo Palácio dos Leões ainda no primeiro turno.

Na disputa pelo Senado Federal, o candidato à reeleição, Edison Lobão, tem 25%, seguido por Sarney Filho (23%), Eliziane Gama (23%), Weverton Rocha (20%), Zé Reinaldo (12%), Alexandre Almeida (4%), Preta Lú (2%), Saulo Pinto (2%), Samuel de Itapecuru (2%), Saulo Arcangeli (1%) e Iêgo Bruno (0%).

O Ibope ouviu 1008 pessoas entre os dias 16 e 18 de setembro. A pesquisa foi registrada no TSE com o número 07474/2018. A margem de erro é de 3 pontos percentuais.

Fonte: Marrapá

TRE afasta fake news de Sarney e registra candidatura de Flávio Dino

Governador Flávio Dino

Por unanimidade, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) deferiu o registro de candidatura do governador Flávio Dino neste domingo (16/set). À frente de uma coligação de 16 partidos, Dino busca a reeleição tendo como vice novamente Carlos Brandão. As duas candidaturas foram deferidas pelo tribunal.

Os desembargadores não reconheceram a validade da ação do deputado Edilázio, do grupo Sarney, que alegou que Dino não poderia concorrer pelo fato de seu vice, Carlos Brandão, ter assumido a vaga a menos de 6 meses antes da eleição.

“É um caso de substituição, não de sucessão”, deixou claro o desembargador Wellington Castro, que é justamente “a atribuição do vice”.

Com a decisão, unânime, foi afastada qualquer possibilidade de cassar o registro do governador Flávio Dino ou de seu vice Carlos Brandão, ameaça que chegou a ser veiculada pelos sarneysistas.

Fonte: Blog do John Cutrim

Nova pesquisa Exata/JP confirma: Flávio Dino se reelege no 1º turno

Governador Flávio Dino tem 61% dos votos e venceria no 1º turno
Governador Flávio Dino tem 61% dos votos e venceria no 1º turno

Mais uma pesquisa Exata/Jornal Pequeno vem confirmar a vitória do governador Flávio Dino na disputa do próximo dia 7 de outubro. O estudo revela que se as eleições fossem hoje, Dino seria reeleito com 61% dos votos válidos, com praticamente o dobro de votos de Roseana Sarney (MDB), que figura na segunda posição, com 31%.

Ainda segundo o levantamento do Exata, no terceiro lugar aparece Roberto Rocha (PSDB), com 5%, seguido de Maura Jorge (PSL), com 3%. Os candidatos Odívio Neto (PSOL) e Ramon Zapata (PSTU), não pontuaram.

Dino também aparece na frente na votação nominal, onde são considerados os números de indecisos, brancos e nulos, com 52% das intenções de votos. Atrás dele está Roseana Sarney, com 26%; Roberto Rocha, com 4% e Maura Jorge, com 3%. Nessa modalidade, os candidatos Odívio Neto e Ramon Zapata também não pontuaram. Não souberam ou não responderam somaram 10%. Brancos e nulos totalizaram 5%.

Registrada no TSE sob o número MA-07422/2018, a pesquisa Exata utilizou 1401 questionários e ouviu a opinião de eleitores de todo o Maranhão entre os dias 19 e 23 de agosto. A margem de erro da pesquisa é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos e o intervalo de confiabilidade é de 95%.

Os dados divulgados nessa pesquisa confirmam levantamentos anteriores realizados pelo Exata, que já apontavam vitória de Dino no primeiro turno. Segundo o Instituto Exata, ele teve um crescimento de quatro pontos percentuais entre os meses de junho e agosto. Em junho, aferição já indicava a reeleição do governador com 57% das intenções de votos. No mês de julho, o mesmo Instituto Exata revelava que Dino era o candidato preferido para 60% dos eleitores maranhenses.

Ibope também aponta decisão no primeiro turno

Outro instituto também revela vitória de Dino no primeiro turno. Contratada pela TV Mirante, pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (23), aponta que Dino está na liderança com 43%, contra 34% de Roseana. Maura Jorge e Roberto Rocha aparecem com 3% cada e Ramon Zapata com 1%. O candidato Odívio Neto não pontuou.

No cenário apresentado pelo Ibope, a soma dos percentuais de todos os adversários que pontuam, mais os números de Roseana Sarney, não é suficiente para levar a disputa ao segundo turno. A pesquisa Ibope foi registrada no TRE-MA sob o nº MA-00502/2018. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

Fonte: Blog do John Cutrim