Artigo: Cuidando do nosso patrimônio natural

Governador Flávio Dino

Por Flávio Dino

O Maranhão é muito conhecido pela singularidade de nossas belezas naturais. Da Chapada das Mesas aos Lençóis Maranhenses, nosso território é formado de bens únicos, banhado por rios perenes e delimitado pelo segundo maior litoral e um dos mais belos do Brasil. Cuidar desse patrimônio é dever de todos nós e tem sido uma missão deste governo.

Por isso, estamos nos empenhando na proteção ao Parque do Bacanga, ameaçado por múltiplas pressões urbanas, e ao Parque do Mirador, santuário da nascente do rio Itapecuru. Já investimos cerca de R$ 25 milhões na manutenção de nossas unidades de conservação estaduais. No Parque do Rangedor, em São Luís, demos início ao cercamento da área, para garantir sua preservação. E em breve vamos começar a instalação de equipamentos que vão viabilizar a visitação e o lazer no Rangedor, valorizando essa bonita área encravada no coração da nossa Ilha.

Realizamos um concurso público para reforçar a atuação da Secretaria de Meio Ambiente, com 20 vagas para biólogo, engenheiro agrônomo, engenheiro ambiental, geógrafo, geólogo, oceanógrafo, hidrólogo, engenheiro civil, engenheiro de pesca, engenheiro florestal, químico e pedagogo. Com o reforço da máquina e mais eficiência, temos conseguido garantir maior velocidade e segurança aos licenciamentos ambientais. Subimos nossa produtividade de 846 licenciamentos em 2014 (governo passado) para 1.171 em 2016.

Um resultado muito visível de nosso trabalho em relação ao meio ambiente é o processo de despoluição das praias de nossa capital, que permaneceram impróprias para banho por muitos anos. Em julho de 2016, foram identificados os primeiros pontos de praia limpa nos relatórios semanais, realizados de acordo com a norma técnica exigida pelo Conselho Nacional de Meio Ambiente. Passo a passo, esses pontos balneáveis foram ampliados e hoje lutamos semanalmente para consolidar essa conquista. Agora mesmo estamos concluindo a licitação para iniciar a limpeza do Rio Calhau, como já estamos fazendo nos rios Pimenta e Claro, que também chegam diretamente nas areias das nossas praias.

Essa mudança das praias de nossa capital é fruto de um trabalho que inclui a conclusão e a inauguração da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) Vinhais, que está elevando de forma gradativa de 4% para 40% a capacidade de tratamento de esgotos da Ilha. Estamos ainda construindo a ETE Anil e reformando as estações do Bacanga e Jaracati. Também serão implantadas mais 35 novas Estações Elevatórias de Esgoto (EEE) e 355 km de redes coletoras e interceptoras, das quais 85 km já foram instaladas. Com todas essas obras, nossa meta é aumentar a capacidade de tratamento de esgoto na capital ainda mais, para algo próximo a 70%.

Outra realização importante é a despoluição da Lagoa da Jansen, por anos reduzida a depósito de esgoto. Estamos fazendo intervenções na região desde o começo do nosso governo e já estamos na etapa final das obras de retirada de pontos de lançamento de esgoto. Com isso, vamos obter resultados concretos e sustentáveis, ampliando as possibilidades turísticas desse importante ponto da Ilha, que também vem sendo valorizado com obras de urbanização feitas em parceria com a Prefeitura de São Luís, a exemplo da Praça da Lagoa, que agora está sendo ampliada.

Temos muitas outras conquistas em curso, como a revitalização da região da Beira-Rio de Imperatriz e um conjunto de novos parques que vamos implantar em várias cidades, a exemplo de Codó, Bacabeira e Balsas. As riquezas de nossa terra podem levar justiça e prosperidade para todos. E devem ser um bem de todos. Essa é a crença que motiva tantas ações em defesa do nosso patrimônio natural.

Em áudio emocionante, mãe de criança com tumor no cérebro comove Flávio Dino

O pequeno Evanderson foi transferido nesta sexta-feira (27) para São Luís
O pequeno Evanderson foi transferido nesta sexta-feira (27) para São Luís

A história de um garoto de apenas seis anos de idade, que reside na cidade de Riachão, mas estava internado há 24 dias no Hospital Municipal de Presidente Dutra, o Socorrão, causou grande comoção nas redes sociais e chamou atenção de autoridades do Estado.

Evanderson tem apenas 6 anos e precisa de cirurgia de urgência no cérebro
Evanderson tem apenas 6 anos e precisa de cirurgia de urgência no cérebro

Evanderson Tavares Lima tem um tumor no cérebro e encontrava-se na UTI há 18 dias conforme informou-nos a mãe dele, Eva. Desesperada e aguardando ansiosamente um leito no Hospital Materno Infantil em São Luís, ela fez um apelo para que o filho pudesse ser transferido com urgência para a capital maranhense e assim realizar o procedimento cirúrgico de urgência.

“Eu queria muito que uma pessoa pudesse me ajudar… Queria pedir ajuda pra você Flávio Dino, você que é o governador desse meu Maranhão, você que eu confiei quando dei o meu voto, por favor ajuda meu filho”, disse Eva emocionada. (Ouça o áudio completo abaixo)

O pedido desta mãe e a doença de Evanderson, sensibilizou o governador Flávio Dino que providenciou o translado da criança para São Luís. A condução foi feita na tarde desta sexta-feira (27) pelo helicóptero do Centro Tático Aéreo CTA com todo suporte necessário para que o garoto chegasse bem e fosse conduzido em seguida ao Hospital Materno Infantil.

O Blog ainda não teve informações acerca da cirurgia mas deseja toda Saúde a Evanderson!

Flávio Dino vai pra cima! Por ele, bloco de rua está liberado em São Luís

Durante esta semana ludovicenses e representantes de blocos que realizam eventos no período de pré-carnaval em São Luís em alguns bairros ficaram inconformados com uma medida anunciada pelo Ministério Público proibindo esses grupos de efetivarem as festividades.

A decisão foi tomada após uma reunião convocada pelo Promotor de Controle Externo da Atividade Policial, Cláudio Guimarães, com representantes da Policia Militar, da Blitz Urbana, do Corpo de Bombeiro, da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e da Delegacia de Costumes, mas sem participação de nenhum representante dos blocos de rua da capital.

A medida provocou não só a revolta dos amantes do carnaval de rua, mas também uma reação do governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB) que defendeu a realização dos eventos na capital. Um deles é o Blocão da Cidade, que seria realizado no bairro do Cohatrac, e foi citado pelo governador em um vídeo em que ele aparece garantindo ser a favor de ‘todos os blocos de rua de São Luís’ e afirmando não ter nada a ver com a medida adotada pelo promotor Cláudio Guimarães que impede a realização do evento no referido bairro. (Veja acima)

  • Vídeo extraído do Blog do Neto Ferreira

Roberto Rocha governador? Você votaria em candidato que não paga funcionários?

Senador Roberto Rocha

Ao que tudo indica, o senador Roberto Rocha (PSB) pretende candidatar-se a governador do Maranhão no pleito de 2018. Ele deve muito em breve voltar a filiar-se ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB),  legenda a qual deixou em 2011 quando saiu candidato a vice-prefeito de Edivaldo Holanda Júnior (PDT) em São Luís, na disputa vencedora de 2012.

Naquela ocasião, Rocha tinha apoio do então candidato ao Governo do Estado, Flávio Dino (PCdoB) que o ajudou a eleger-se senador em 2014.

Mesmo explicitamente expurgado dos governos municipal e estadual, mas por se achar um grande negociador no cenário político maranhense, o senador acredita que com novas alianças pode alcançar o seu objetivo e tornar-se governador do Estado.

Mas será, caros leitores, que há quem eleja um candidato que abandonou os seus próprios funcionários na Rádio Capital AM?

Pois bem. Os trabalhadores da emissora de propriedade do senador Roberto Rocha estão há quase oito meses sem receber salários. E não é só isso não. Até a luz do prédio onde funciona a rádio foi cortada no ano passado por falta de pagamento. Há quem diga que por lá existe um ‘gato’, mas são só especulações, afinal a Cemar já teria responsabilizado o dono da emissora se o caso fosse confirmado.

E ainda quer ser governador Sr Roberto Rocha?

Maranhão contará com mais sete novos defensores públicos

O governador do Maranhão, Flávio Dino, o chefe da Casa Civil Marcelo Tavares, o defensor-público geral do Estado, Werther de Moraes Lima Junior, e o subdefensor-geral, Emanuel Pereira Accioly, anunciaram o provimento de mais sete cargos de defensores

O governador do Maranhão, Flávio Dino, o chefe da Casa Civil Marcelo Tavares, o defensor-público geral do Estado, Werther de Moraes Lima Junior, e o subdefensor-geral, Emanuel Pereira Accioly, anunciaram o provimento de mais sete cargos de defensores durante reunião realizada nesta segunda-feira (16), ocorrida no Palácio dos Leões. O objetivo é reforçar a atuação da Defensoria Pública estadual (DPE/MA) na área de execução penal, audiência de custódia e júri, bem como no incremento no número de defensores públicos no interior do estado.

Segundo o defensor-geral, a princípio, dois defensores públicos serão lotados, como auxiliares, no Núcleo de Execução Penal da DPE, em substituição a colegas licenciados, e os demais distribuídos no Tribunal do Júri e Central de Inquéritos, além de reforçar a atuação nos novos núcleos regionais que serão implantados ainda este ano, a exemplo de Balsas. “Saímos desta reunião muito satisfeitos com a sensibilidade que o governador demonstra com a atuação defensorial. Com isso, poderemos reforçar a nossa atuação na capital e interior”, afirmou Werther Lima Junior.

Os novos defensores são provenientes do quinto concurso público para defensor geral e se somarão aos 160 membros da carreira que já estão em atuação em todo o Estado. Hoje a Defensoria Pública possui 38 núcleos de atendimento, contando com a sede, beneficiando 80 cidades maranhenses e disponível para uma população de mais de 4 milhões de habitantes.

O governador Flávio Dino destacou a importância do fortalecimento da DPE. “A Defensoria Pública, através de seu defensor-geral, no uso de sua autonomia administrativa e financeira, nos apresentou relatório indicativo da necessidade de reforço em seu quadro de membros, em especial para as áreas de execução penal, júri, audiência de custódia, e comarcas do interior do estado”, concluiu.

Falando em aluguel, família de Hildo Rocha faturou mais de R$ 2 milhões…

Deputado Hildo Rocha

Uma das mais beneficiadas com a locação de imóveis para o Estado, a família do deputado federal Hildo Rocha (PMDB) faturou mais de R$ 2 milhões entre janeiro de 2010 e dezembro de 2016, nos governos Roseana Sarney e Flávio Dino.

Com cinco imóveis regularmente contratados e mais um em processo de nova contratação os tios do deputado, Hildo de Amorim Rocha e José Nicodemus Rocha, esposo da ex-procuradora de Justiça no governo Roseana, Regina Rocha, recebem mensalmente R$ 61,2 mil.

O tio Hildo de Amorim é o mais afortunado. Em seis anos de aluguéis recebeu R$ 1,1 milhão pelos três imóveis de sua única propriedade, acrescentados de mais 983 mil pelas duas locações que divide com o outro tio, José Nicodemus.

As propriedades da família alugadas para o Estado estão localizadas em áreas pouco valorizadas pelo mercado imobiliário, com a pequena exceção do prédio alugado por R$ 48 mil na Areinha, onde funciona a Escola de Governo e o Diário Oficial.

Dos outros quatro imóveis, um está na Rua 14 de julho, no centro histórico, onde funciona a Secretaria de Desenvolvimento Social – SEDES ao custo mensal de R$ 5,8 mil e os outros três no bairro da Liberdade, o que não impede um bom faturamento.

Os três seguintes no bairro da Liberdade. Na rua Gregório de Matos, 35-C e 35-D, os rochas alugam dois prédios, um por R$ 1,3 mil e outro por R$ 2,1 mil mensais, que servem de anexos do 8º Distrito Policial.

Os bons Rocha ainda alugam por R$ 1,9 mil mensais na Rua Padre Manoel de Jesus, antiga Rua Zumbi, Liberdade, o imóvel que abriga internos do Sistema Penitenciário.

Isso sim que é viver de rendas às custas da prisão alheia!

Veja os cinco imóveis alugados pela família Rocha:

Do Blog do Garrone

As chapas estão na mesa: quem levará a FAMEM?

Irlahi Moraes e Cleomar Tema, ambos disputarão a presidência da FAMEM

Dois candidatos ao cargo de presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM) para o biênio 2017/18 registraram suas respectivas chapas na tarde desta segunda-feira (9).

A primeira encabeçada pelo prefeito eleito na cidade de Tuntum, Cleomar Tema (PSB), a chapa “Prefeito Humberto Coutinho” – uma homenagem ao ex-prefeito de Caxias e atual presidente da Assembleia Legislativa – foi registrada na presença do ex-presidente da Federação, Gil Cutrim e outras lideranças políticas, dentre elas o deputado federal Weverton Rocha (PDT).

A referida chapa vem mesclada de partidos tanto dinistas quanto sarneysistas demonstrando assim uma pluralidade ideológica, fator fundamental para uma eleição com viés unicamente financeiro.

A outra chapa a registrar-se hoje – “FAMEM de Todos” – é comandada pela advogada e administradora Irlahi Moraes (PMDB), prefeita reeleita em Rosário e que conta com um certo apoio de prefeitos da região Sul do Maranhão, que na sua essência também é composta por aliados e adversários do governador.

Portanto, estamos diante de uma verdadeira salada mista nesta eleição à presidência da FAMEM que com certeza começa a marcar o pleito eleitoral de 2018.

Veja a composição das duas chapas abaixo:

Chapa de Cleomar Tema
Chapa de Cleomar Tema
Chapa de Irlahi Moraes
Chapa de Irlahi Morae

“Só muita má fé ou ignorância para imaginar que uma simples casa foi alugada por ordem minha”, diz Dino

Francisco Gonçalves, governador Flávio Dino e Márcio Jerry falam sobre locação de imóvel

O comentário do jornalista da Rede Gobo Alexandre Garcia, no programa Bom Dia Brasil desta sexta-feira (6), sobre o aluguel do imóvel que pertence a um filiado do PCdoB no Maranhão para a Funac causou o maior rebuliço, principalmente para aqueles que estão numa espécie de plateia esperando ‘a casa cair’ e não conseguem nem estremecer as estruturas de um Governo solidificado.

A irritação com índices positivos que o Estado tem obtido nacionalmente serve para mostrar que tipo de político espera voltar ao poder e tentar talvez fazer aquilo que não conseguiu realizar quando teve a oportunidade de colocar o Maranhão em destaque. Mas essa é outra história…

Sobre o polêmico assunto do aluguel do imóvel à Funac – algo considerado tão relevante para os oposicionistas – o Blog conversou com o Secretário de Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves. Ele esclarece que para alugar um prédio a própria Funac, responsável pela locação, entra em contato com uma imobiliária, não realizando nenhum tipo de contato com proprietários de imóveis, portanto a denúncia é improcedente. “Não há ilegalidade, não tem improbidade e nem favorecimento. São critérios adotados para locação de prédio com as condições de uso e instalações adequadas para unidade da Funac”, afirma Chico.

Bombardeado nas redes e criticado pela Globo pelo fato de não saber que o proprietário do imóvel alugado é filiado ao PCdoB, o secretário de Comunicação Social e Articulação Política do Governo do Estado do Maranhão, Márcio Jerry, também conversou com o Blog e desfez alguns equívocos.

“O partido tem mais ou menos 5 mil filiados em São Luís. Imagina se o gabinete do governador vai ter condição de saber sobre locação de imóvel feito por um órgão do governo. Outra coisa, foi a imobiliária que indicou o imóvel com as características tecnicamente requeridas pela instituição”, disse Jerry.

Nas redes sociais, o governador Flávio Dino mostrou indignação com os comentários e foi categórico ao afirmar que “Só muita má fé ou ignorância para imaginar que uma simples casa foi alugada por ordem minha”.

Veja abaixo o que mais disse o governador:

Fonte: Twitter
Fonte: Twitter

MELOU! Barra do Corda nega título a Flávio Dino

Flávio Dino ao lado do prefeito reeleito Eric Costa

Há quase dois anos, o vereador Raimundo Inácio do PCdoB em Barra do Corda, tentou colocar um pedido, para que a Câmara Municipal, aprovasse um título de cidadão para o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

Ocorre que, de forma surpreendente, o pedido do vereador comunista, ao menos chegou a ser colocado em pauta para aprovação ou rejeição por parte dos demais 16 vereadores que fazem parte do poder legislativo de Barra do Corda. Segundo o vereador informou ao Blog Minuto Barra,  a alegação, era que 90% dos vereadores, rejeitariam o pedido para conceder um título de cidadão barracordense a Dino.

O vereador Raimundo Inácio, autor do pedido, se despede da Câmara Municipal de Barra do Corda, no próximo dia 31 de dezembro, já que não conseguiu sua reeleição, e sem a aprovação do pedido. O vereador informou também, que recebeu informações, de que na próxima legislatura, o pedido provavelmente será colocado em pauta, e talvez quem sabe atendido.

Alguns vereadores disseram que um título de cidadão barracordense é algo muito sério, e que só pode ser concedido, a alguém que já prestou relevantes serviços a comunidade de Barra do Corda, e que todos os pedidos devem ser bem analisados, antes de chegarem ao plenário.

Por essa Flávio Dino não esperava!

Do Blog Minuto Barra

Após aumento do ICMS no MA, você apoiaria candidatura de Flávio Dino à Presidência da República em 2018?

Governador Flávio Dino
Governador Flávio Dino

A aprovação do projeto de Lei proposta pelo Governo do Estado que reajusta juros e altera a alíquota do ICMS sobre combustíveis, cigarros, telecomunicações e energia elétrica no Maranhão, causou polêmica entre deputados na Assembleia Legislativa nesta quinta-feira (15) e revoltou muitos maranhenses que criticaram o governador Flávio Dino (PCdoB).

Acreditando que a medida é necessária frente ao cenário de crise financeira do Estado e do país, e o que os municípios também serão beneficiados com aumento do repasse de recursos, o comunista alegou a equiparação de alíquotas com outros Estados da Federação. “O que nós estamos propondo é a equiparação de alíquotas com estados vizinhos, como Piauí, Ceará e Pará. Em alguns itens nós estamos propondo equiparação de produtos. Coisas que os outros Estados já fizeram no passado. Não estamos chegando ao extremo do Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, por exemplo, que estão cobrando alíquotas de 32% no combustível. Não é isso. Essa medida visa manter a capacidade de funcionamento da economia do Maranhão”, explicou o governador.

Mesmo diante das explicações e com a maioria dos parlamentares a favor dele, Flávio Dino foi muito censurado nas redes sociais e medida tachada como parte de um ‘pacote de maldades’ do governo estadual.

Pois bem. Na primeira semana de dezembro, o nome do governador maranhense foi destaque na Coluna Painel do UOL (reveja) como presidenciável no pleito de 2018. Embora parte do PCdoB defenda a reeleição dele como governador do Maranhão, dirigentes acreditam que “é hora de renovar a esquerda”.

A precoce sinalização fez com que os leitores do Blog manifestassem opiniões distintas. E agora com a alteração do ICMS aprovada ontem, perguntamos: você apoiaria a candidatura de Flávio Dino à Presidência da República do Brasil?

Com a palavra nossos leitores…