Polícia prende envolvidos em tentativa de latrocínio contra filha de PM

Uma ação deflagrada, no final da tarde da última sexta-feira (15), pela 16ª Delegacia Regional, resultou na prisão de Denivaldo de Sousa Filho, conhecido como “Denis Beiçola”, de 19 anos, e a apreensão de um adolescente de 17 anos no município de Bacabal.

Denivaldo de Sousa e o adolescente participaram da tentativa de latrocínio contra Joseane da Cruz Monteiro, de 19 anos, no dia 22 de junho deste ano, às margens da BR 316, no Bairro Trizidela.

A vítima, que é filha de um policial militar lotado no 15º BPM, foi abordada por quatro homens a pé quando transitava de motocicleta pela localidade.

Os assaltantes espancaram a jovem com vários golpes de madeira na cabeça e levaram dinheiro, celular e demais pertences, mas não levaram o veículo.

Na garupa da motocicleta da jovem estava Gilderlane da Conceição Duarte, que sofreu algumas escoriações pelo corpo.

O delegado regional de Bacabal, Carlos Alessandro, informou que a vítima da tentativa de latrocínio encontra-se internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

Sargento da Policia morre em acidente trágico na Holandeses

O 1º sargento da PM João Eudes Barros Carneiro foi atropelado e morto na Avenida dos Holandeses na manhã deste domingo(17)

Corpo do Sargento Eudes
Corpo do Sargento Eudes
O atropelador foi identificado como Marco André Carneiro Salomão, 24 anos, residente na Ponta D’Areia. Ele apresentava sinais de embriaguez alcoólica e conduzia o veículo SW4 preta, de placas OJI-2008.
Marco André, pelas informações de policiais, estava retornando de um festa.  O atropelador resolveu pegar a contramão e colidindo de frente com a moto pilotada pela vítima. Ele foi preso no local do acidente e levado para o Plantão da RFFESA, onde será autuado em flagrante.
Marco André preso em flagrante
Marco André preso em flagrante

 

O adeus a Eduardo Campos

eduardo-campos-08172014-03-size-598Cerca de 100 mil pessoas passarão pelo velório do candidato a Presidente e  ex-Governador de Pernambuco Eduardo Campos.

Várias autoridades já encontra-se presente como a Presidenta Dilma Rousselff acompanhada do ex-Presidente Lula, o Governador de São Paulo Geraldo Alckmin acompanhado por José Serra, a companheira de chapa de Campos e agora candidata a Presidenta Marina Silva e Também o candidato pelo PSDB Aécio Neves.

O velório acontecerá até as 17:00 horas deste domingo(17).

 

EXATA/TV GUARÁ com 56% Flávio é governador do Maranhão

Flávio Dino
Flávio Dino

A 50 dias das eleições de outubro, a TV Guará divulgou mais uma pesquisa de intenção de votos realizada no Maranhão.

Flávio Dino aparece com 56% das intenções de voto, mantendo-se na liderança e confirmando a vitória no primeiro turno. O segundo colocado na pesquisa Exata/TV Guará é Lobão Filho (PMDB), que aparece com 26% dos votos.

Os candidatos Saulo Arcangeli (PSTU), Zeluis Lago (PPL) e Antônio Pedrosa (PSOL) têm 1% cada. Prof. Josivaldo (PCB) não pontuou. Brancos e nulos somam 8%. E 7% não souberam ou não responderam.

Com a vantagem de 30 pontos sobre o segundo colocado, Flávio Dino mantém a liderança já verificada nas pesquisas anteriores e venceria hoje no primeiro turno.

A pesquisa foi registrada sob protocolo MA-0035/2014 e ouviu 1.400 eleitores entre os dias 8 e 12 de agosto. A margem de erro é de 3,2 pontos para cima ou para baixo.

STF nega pedido de cotas para negros em concursos do Legislativo e Judiciário

A A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou hoje (15) pedido do Instituto de Advocacia Racial e Ambiental (Iara) para que seja obrigatória a reserva de 20% das vagas para pardos e negros em concursos públicos do Legislativo e Judiciário.

Segundo a ministra, a concessão do mandado de segurança significaria interferência do STF no Legislativo.

A Lei nº 12.990/2014 foi publicada no dia 9 de junho e criou a reserva de 20% nas vagas em concursos públicos para pardos e negros em órgãos da administração federal, como autarquias, fundações, e empresas públicas.

Ao recorrer ao STF, o instituto alegou que não foi feita justiça social, pelo fato de o Judiciário e o Legislativo não terem sido contemplados pela lei.

Na decisão, a ministra entendeu que cabe ao Poder Legislativo decidir em quais setores a reserva será aplicada.

“Tampouco a impetração poderia ser admitida sob o argumento de violação a direito previsto no Estatuto da Igualdade Racial (Lei nº 12.288/2010), pois, como realçado na manifestação do procurador-geral da República, a lei não reserva 20% das vagas em concurso público aos negros

Servidora do Fórum de Justiça é presa por ameaçar de morte Juízas da Comarca de Zé Doca

Blog do Maycon Alves 

Momento da prisão da servidora Antonia Iolene Silva
Momento da prisão da servidora Antonia Iolene Silva

Na manhã desta sexta-feira (15), foi presa pela Polícia Civil a servidora Antônia Iolene Silva, que exercia o cargo de técnica judiciária na 1ª Vara do Fórum da Comarca de Zé Doca.

A prisão da servidora ocorreu em sua residência e foi coordenada pelo Delegado de Polícia Civil Dr. Hildo. De acordo com as informações, a servidora é acusada de cometer ameaças de morte e fazer um verdadeiro terrorismo no Fórum de Justiça de Zé Doca.

Além de tocar o terror no órgão desde o mês de abril, a servidora Iolene vinha assustadoramente ameaçando de morte às duas Juízas Titulares da comarca de Zé Doca, as doutoras Leoneide Delfina Barros Amorim e Denise Pedrosa Torres.

A servidora chegou a ser afastada das suas funções no fórum por contas das confusões causadas dentro do órgão. Sendo que, no mês julho, a servidora agrediu moralmente e ameaçou verbalmente uma colega de trabalho dentro do fórum.

Já recentemente, terça-feira (13), a servidora acompanhada de mais cinco pessoas, dentre eles, o companheiro da acusada, a irmã da acusada, o cunhado da acusada e uma outra pessoa, invadiu o gabinete da Juíza Titular da 1ª Vara, Dra. Denise Pedrosa totalmente transtornada e descontrolada. Na ocasião, a juíza encontrava-se na sala de audiências despachando processos, quando a servidora invadiu a sala e começou a tomar satisfação com a magistrada.

O descontrole é tanto por parte da servidora, que ela chegou a publicar em sua pagina pessoal (facebook), ameaças de morte contra a magistrada, afirmando; “que Juíza perigosinha! Por isso que morreu uma um dia desses! De vez enquanto eles encontram uma pessoa que sabe se defender e não cai na tramóia da quadrilha deles que ernome! O famoso colarinho branco!!!”, escreveu a servidora.

Diante dos inúmeros fatos ocasionados pela servidora e temendo também alguma ação criminosa por parte da acusada, as Juízas Titulares Dra. Leoneide e Dra. Denise, chegaram a publicar uma portaria conjunta proibindo cautelarmente à servidora Iolene e o seu companheiro Francinaldo Carvalho, de adentrarem no Fórum pelo prazo de 60 dias, sob pena de prisão por crime de desobediência e desacato.

Há suspeitas que a servidora venha sofrendo algum tipo de problema psicológico, haja vista, que a mesma tem disparado ameaças de morte contra as duas magistradas da Comarca de Zé Doca, além de acusações e ofensas morais contra várias outras pessoas em sua página pessoal (facebook).

 

MP vistoria obra de R$ 26 milhoes em Chapadinha

O Ministério Público do Maranhão, por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Chapadinha, realizou na terça-feira, 12, vistoria nas obras de ampliação do sistema de abastecimento de água no município, localizado a 247km de São Luís.

O promotor de Justiça Douglas Assunção Nojosa, titular da 1ª Promotoria de Justiça de Chapadinha, verificou o andamento dos serviços em diversos pontos da cidade, juntamente com membros da diretoria da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), que é responsável pela obra.

Com orçamento aproximado de R$ 26 milhões, a obra tem o objetivo de solucionar o problema da falta de água na cidade e ampliar a oferta e distribuição do abastecimento em diversos bairros de Chapadinha.

Entre outras medidas, estão previstos o aumento (ou elevação) da represa Itamacaoca, a construção de uma nova estação de tratamento na área da barragem e a ampliação da rede de distribuição para bairros como Vila Isamara, Cohab, Recanto dos Pássaros, Mutirão e Boa Vista, bem como perfuração de quatro poços com grande profundidade, que possibilitará um incremento no volume de água atualmente aduzido e distribuído apenas pela represa.

“O Ministério Público continuará acompanhando de perto a execução das obras para que não paralisem ou venham a sofrer atrasos, a fim de evitar que a população venha a ser penalizada novamente com racionamentos de água”, esclareceu o promotor Douglas Nojosa.

Desembargador Guerreiro Júnior suspende ordem de desocupação a pedido da Prefeitura

O desembargador Antonio Guerreiro Júnior deferiu, nesta sexta-feira (15), a suspensão, pelo prazo de 48 horas, de mandado judicial que determinou a reintegração de posse das dependências da Prefeitura de São Luís e imediata desocupação do local por professores grevistas.

A medida cautelar foi requerida pelo procurador-geral do Município, Marcos Braid, ante a possibilidade de negociação entre as partes para a desocupação voluntária do prédio.

Na ocasião, o município informou que a decisão que determinou o retorno dos professores ao trabalho foi mantida pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Afirmou ainda que as ordens foram ignoradas pelo Sindeducação, que preferiu ocupar ilicitamente a sede da prefeitura, causando obstrução das atividades administrativas e o direito de ir e vir em via pública.

Na tarde de quinta, o desembargador Bayma Araújo concedeu a ordem para reintegração da sede da Prefeitura, determinando a apreensão de todo o material utilizado como obstáculo (barracas, gradeados, faixas, bandeiras) existente na via pública ou entrada do edifício.

ILEGALIDADE – Ainda nesta sexta-feira, em sessão das Primeiras Câmaras Cíveis Reunidas, o órgão colegiado, por unanimidade, votou contra recurso do Sindeducação e considerou ilegal a greve que já dura quase três meses, posição também confirmada pelo STF.

 

Não deu tempo nem de chegar na porta da prefeitura: Clodomir volta a ser prefeito da Raposa

Prefeito Clodomir Oliveira
Prefeito Clodomir Oliveira

Cassado na última quarta-feira, 13, após decisão do juiz Osmar Gomes, o prefeito de Raposa Clodomir Oliveira retorna ao cargo de prefeito 24 horas depois de sua cassação.

Não deu tempo nem da segunda colocada Talita Laci sair da posse da câmara e chegar até a porta da prefeitura.

A ação do retorno ao  cargo foi administrada pelos renomados advogados eleitorais Carlos Sérgio e Sócrates Miclevisque.