Consumidora denuncia Hiper Bom preço de vender suco Maratá com mofo e larvas

Wanessa Amaral, 21 anos
Wanessa Amaral, 21 anos

A internauta Wanessa Amaral, de 21 anos, grávida de 8 meses utilizou sua página no facebook para fazer uma grave denúncia que precisava ser apurada de perto pelos órgãos que defendem o consumidor.

A gestante comprou na rede de supermercados Hiper Bom Preço, localizado no Shopping São Luís, um suco de maracujá de 1L da marca Maratá. Acostumada a ingerir sucos de polpa conta que tomou o suco por conta da praticidade, e ao notar um gosto estranho, decidiu abrir a caixa e lá estava mofo e larvas.

Apesar de ter prazo de validade até fevereiro de 2015, o suco além de estar com germes estava estragado. A consumidora conta ter ficado bastante assustada, pelo fato de estar gestante. Wanessa teve consequências como diarréia, vomito e dor de cabeça chegando a ser hospitalizada.

É preciso uma fiscalização maior por parte dos orgãos responsáveis, nas redes de supermercados da capital, que acabam expondo os produtos de forma inadequada, oferecendo risco a saúde do consumidor.

E cabe ser responsabilizado a rede de supermercados Hiper Bom preço e a empresa alimentícia Maratá, que tem a liderança do sergipano José Augusto Vieira.

 

suco adquirido nas redes supermercados Hiper Bom Preço
suco adquirido nas redes supermercados Hiper Bom Preço

Folha de S.Paulo: Maranhão deve eleger governador em primeiro turno

O mau desempenho de apostas dos grandes partidos e a ausência de um terceiro candidato competitivo contribuem para que nove estados caminhem para definir as eleições já no primeiro turno.

Maranhão, São Paulo e Minas Gerais são exemplos desse quadro.

Também apresentam cenários parecidos, Alagoas, Espirito Santo, Mato Grosso, Piauí, Santa Catarina e Tocantins. Neles, candidatos em terceiro lugar não chegam nem a 13%  nas pesquisas.

Pelo cenário atual, nove candidatos do PT, sete do PSB e cinco do PSDB não devem ir ao segundo turno.

Os problemas apontados pela legenda vão desde a baixa arrecadação até a morte de Eduardo Campos em acidente aéreo.

 

 

Deputado Hélio Soares é vítima de assalto

Deputado Estadual Hélio Soares
Deputado Estadual Hélio Soares

O Deputado Estadual Hélio Soares(PMDB) foi vítima de um assalto na tarde desta quinta-feira 25/09. Segundo informações repassadas ao Blog, o parlamentar saiu da agência do banco estilo no bairro do Calhau quando dois elementos seguiram o veículo Volkswagen Fox que o deputado se encontrava.

O motorista de Hélio Soares assim que percebeu que estava sendo seguido, mudou o percurso e conseguiu despistar os homens. Depois, seguiu com o político e um secretário do Prefeitura de Alcântara, sentido centro de São Luís.

Na proximidade do Palácio dos Esportes, o deputado desceu do veículo e o motorista ficou esperando. Minutos após, os bandidos na mesma moto abordaram o veículo.

O motorista reagiu empreendendo fuga, momento que os meliantes disparam contra o carro, acertando três vezes na lataria. Ainda houve perseguição dos assaltantes ao veículo, mas felizmente sem sucesso.

Perseguição

Desde que decidiu romper com as correntes da oligarquia sarney e declarar apoio ao candidato da Coligação Todos pelo Maranhão, Flávio Dino(PCdoB), Hélio Soares (PMDB) vem sofrendo perseguição.

O blog recebeu informações que o Diretório Estadual do PMDB ingressou nesta quinta-feira 25, com ação na Justiça Eleitoral na qual pede a cassação da candidatura do Deputado Hélio Soares. [Com informações de Domingos Costa]

Faltam 09 dias: Veja como consultar número do título e local de votação para eleição 2014

Des. Guerreiro Junior, responsável pela condução do processo eleitoral
Des. Guerreiro Junior, responsável pela condução do processo eleitoral

O eleitor que souber qual é o seu local de votação poderá votar na eleição mesmo sem o título eleitoral – bastará levar qualquer documento oficial com foto.

Para justificar a ausência (casos de eleitores que estão fora do domicílio eleitoral), é preciso saber o número do título de eleitor.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tem uma ferramenta que permite a consulta dos números do título, da zona eleitoral e também do endereço da seção de votação (clique aqui para consultar). Quem não tiver o número do documento, precisa indicar nome completo, data de nascimento e nome da mãe.

É possível ainda verificar a situação eleitoral, se o título está ou não regular (clique aquipara verificar). Não é necessário indicar o número do título, mas é preciso indicar nome completo e data de nascimento.

O TSE lançará aplicativo para celulares e tablets sobre o local de voto, segundo a Secretaria de Tecnologia de Informação do TSE, que utilizará a geolocalização para que o eleitor chegue o mais rápido possível à seção eleitoral. Detalhes sobre o programa devem ser divulgados em breve.

Após pegar um "Baculejo": Edinho Lobão pede a cabeça do Secretário Nacional de Justiça

Edinho Lobão
Edinho Lobão

Após ter sofrido um “baculejo” em seu avião particular pela Polícia Federal na manhã desta quinta-feira(25), o candidato a Governador Edinho Lobão foi até o TRE na tarde de hoje e denunciou a abordagem sofrida.

Cercado de assessores e advogados, o candidato disse que foi vítima de um ato explicitamente político. Edinho se referia ao Secretário Nacional de Justiça, que declarou apoio ao candidato Flávio Dino, e coincidentemente aconteceu esta operação da Polícia Federal.

Essa operação serviu para mostrar ao candidato da família Sarney, que Flávio Dino não é “cachorro sem dono”. e que não adianta ficar inventando factoides no final da campanha, pois o feitiço pode virar contra o feiticeiro.

Bacabal: escola municipal é interditada por falta de infraestrutura

Prefeito de Bacabal. Zé Alberto
Prefeito de Bacabal. Zé Alberto

Em Bacabal, a escola municipal Raimundo Nonato Ferro do Lago, o Caique, no bairro Mutirão, foi interditada pelo Corpo de Bombeiros por oferecer riscos aos alunos. Por conta da situação, mais de 1.000 alunos estão fora das salas de aula. Estudam alunos de sete bairros da cidade.

Pais e alunos foram para a escola, em protesto, solicitar que a unidade de ensino não fosse fechada. “Nós não pode cruzar os braços, porque se essas crianças saírem daqui vão estudar onde?”, questionou a dona de casa Maria de Fátima da Silva.

A vistoria foi feita há 15 dias, mas só agora saiu o termo de interdição. Construída há 20 anos, a escola nunca passou por uma reforma, conforme constatou o laudo feito pelo Corpo de Bombeiros. Há fiação exposta, faltam luminárias de emergência, os extintores estão fora do prazo de validade e o sistema de hidrantes e de bombas de incêndio estão em mau estado de conservação.

“O ano letivo vai ser concluído. Vamos recuperar as aulas e daqui a 15 ou 20 dias todos os alunos estarão em suas salas de aula, com os seus professores. Infelizmente, aqui não dá para continuar”, garantiu o diretor da escola, José de Sousa Matos.

 

Escola não passa por reformas há 20 anos
Escola não passa por reformas há 20 anos
Escola não possui extintores e hidrantes
Escola não possui extintores e hidrantes
Alunos em protesto para que as aulas não fechem
Alunos em protesto para que as aulas não fechem

João Castelo tem pedido de liminar em habeas corpus negado

João Castelo
João Castelo

O ex-prefeito de São Luís João Castelo teve o pedido de liminar em habeas corpus negado pelo Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA). O desembargador Raimundo Melo explicou ter indeferido a liminar porque não se verificou a configuração do constrangimento ilegal alegado pelo ex-gestor.

Castelo responde a ação penal por suposta prática de crime de improbidade administrativa, sob a acusação de ter deixado de efetuar, de forma deliberada, o pagamento dos servidores públicos municipais relativo ao mês de dezembro de 2012.

O ex-prefeito requereu a liminar para suspender a decisão do Juízo de 1º grau, que indeferiu pedido de realização de diligências consideradas imprescindíveis para a comprovação da impossibilidade financeira do município de São Luís em honrar com tais obrigações, bem como suspender o andamento da ação penal até o julgamento do mérito.

O magistrado sustentou, ainda, que não cabe, em juízo preliminar, a análise aprofundada do pedido.

Polícia já tem nome de acusado de incediar mini-trio de Simplício e Juscelino Oliveira

veículo em chamas
veículo em chamas

No inicio da tarde de ontem (24), o delegado regional de Açailândia, Vital Rodrigues disse já ter o nome de um dos envolvidos no incêndio contra um carro de campanha dos candidatos Simplício Araújo (SD) e Juscelino Oliveira (PP), ocorrido na manhã da última terça-feira, em Açailândia.

Rodrigues disse que foi possível chegar ao acusado, através de testemunhas e imagens de câmeras instaladas nas imediações do local onde o caminhão estava estacionado. Através disto, o delegado disse estar trabalhando para identificar o resto dos envolvidos.

O candidato Juscelino Oliveira disse não estar intimidado com o atentando e que na manhã de hoje (25), irá conceder uma coletiva de imprensa para falar sobre o ato de terrorismo. O local da coletiva não foi divulgado.

Josimar de Maranhãozinho segue forte na disputa ao cargo de deputado estadual

Josimar de Maranhãozinho
Josimar de Maranhãozinho

O ex-prefeito de Maranhãozinho Josimar Cunha, o Moral da BR (PR), segue forte e candidatíssimo ao cargo de deputado estadual.

Não há nenhum impedimento para que Josimar não seja candidato, como os adversários tentam passar. O registro de candidatura dele foi deferido, legalmente, pelo Tribunal Regional Eleitoral.

O PR, partido de Moral da BR, não corre nenhum risco de ter qualquer registro de candidatura barrada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

E isso é fato. O resto é só balela ou pura armação dos adversários.

Seis municípios do MA não enviaram os dados relativos aos gastos com Educação em 2013

Dos 5.568 Municípios brasileiros, 92% já transmitiram os dados relativos aos gastos com Educação em 2013, porém 395 Municípios ainda não o fizeram, segundo dados do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) alerta que do total de Municípios transmitidos – 5.173 -, 11 não aplicaram o que obriga a Constituição Federal no artigo 212, em que Estados, Distrito Federal e os Municípios devem aplicar no mínimo 25% em Educação. Esses que ficaram abaixo desse percentual foram inseridos no Serviço Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias (Cauc).

Para os demais Municípios que não enviaram os dados existe também a implicação ao ente federado de ser incluso na condição de inadimplente no Cauc. A CNM reforça que o sistema continua aberto e é atualizado diariamente.

O Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope) é um sistema eletrônico gerenciado pelo FNDE que reúne informações sobre a aplicação da receita constitucionalmente vinculada à educação dos Estados, Distrito Federal e Municípios.