VÍDEO: Suposto assassino corre depois de ter baleado estudante em ônibus

Este seria o assassino de Rondinelle fugindo após a tentativa de assalto na Cohab
Este seria o assassino de Rondinelle fugindo após a tentativa de assalto na Cohab

Circula pelas redes sociais um vídeo com imagens de um jovem que seria o suposto assassino do estudante Rondinelle Ferreira, de 19 anos, baleado na última segunda-feira (4) dentro de um ônibus no bairro da Cohab.

O jovem foi atingido durante uma tentativa de assalto. Ele chegou a ser socorrido ainda dentro do coletivo mas faleceu na madrugada de terça-feira (5), no Hospital Dr Clementino Moura, o Socorrão II, na Cidade Operária. (Reveja)

Veja as imagens com o suposto criminoso correndo depois do ocorrido. Observe como ele foge do local.

Agiotagem: Ex-prefeito Natim se entrega e presta depoimento na Seic

Ex-prefeito Natim se apresentou na Seic hoje pela manhã
Ex-prefeito Natim se apresentou na Seic hoje pela manhã

O ex-prefeito de Zé Doca, Raimundo Nonato, o Natim, se apresentou esta amanhã na Superintendência de Investigações Criminais (Seic). ele estava foragido desde terça-feira, 5, quando foi feita a Operação Morta-viva que teve a prisão ainda dos prefeitos Edvan Costa (Marajá do Sena) e Nixon Santos (Bacuri).

Natim foi procurado pela polícia em Zé Doca, mas as informações prestadas é que ele estaria em um garimpo no Pará. No início da tarde da terça-feira, ele foi considerado foragido já que tinha uma mandado de prisão contra ele.

O ex-prefeito Natim ficou conhecido por denunciar esquema de agiotagem e envolvimento de membros da Polícia Federal na quadrilha logo após a morte do jornalista Décio Sá.

Em entrevista, Natim relatou como funcionava o esquema desde a eleição até após a posse do prefeito nos municípios no interior do estado.

Ele deverá ser transferido para a Delegacia da Cidade Operária (Decop), onde já estão Edvan Costa e Nixon Santos.

CAXIAS: ‘Maternidade da Morte’ muda de direção após denúncias da Record

Após escândalos nacionais, a quinta maior cidade do Maranhão, Caxias, que foi denunciada no Programa Repórter Record Investigação no mês passado pela alta mortalidade infantil, anunciou nesta quarta-feira (6) uma mudança definida pela Secretaria Municipal de Saúde.

Na ocasião o país inteiro tomou conhecimento de que quase 200 recém-nascidos morreram durante ou após o parto na maternidade pública Carmosina Coutinho no ano passado e outros, nasceram pré-maturos e dezenas deles ficaram cegos. (Relembre o caso)

Com os altos índices negativos, o prefeito Léo Coutinho decidiu mudar a direção da ‘Maternidade da Morte’ e anunciou o nome de Juliana Linhares Coelho como nova diretora geral da Maternidade Carmosina Coutinho. Antes, ela esteve na direção administrativa da própria Secretaria de Saúde.

A ex-diretora da Maternidade Carmosina Coutinho, Silvia Oliveira, voltou a assumir a coordenação geral de enfermagem da unidade.

Em dezembro do ano passado, o Promotor Williams Silva Paiva, titular da 4ª Promotoria de Justiça da Comarca de Caxias instaurou um Inquérito Civil Público, através da Portaria nº 009/2014, com base nas denúncias de mães para apurar as mortes na referida unidade.

Porém, o caso é bem mais complexo e o problema de mortalidade infantil não se limita a Caxias. Várias outras cidades do Maranhão passam pela mesma calamidade na Saúde Pública Municipal, Bacabal é uma delas. (Reveja)

Espera-se de fato que as alterações administrativas tragam algum resultado. Mas a cobrança maior deve partir do Ministério Público.

E o Conselho Regional de Medicina, vai permanecer mudo? Pelo visto sim!

Empresários reduzem frota do transporte coletivo à noite devido a assaltos

Rondinely da Costa foi uma das vítimas de assalto a ônibus em São Luís; ele morreu após ter levado um tiro na cabeça
Rondinely da Costa foi uma das vítimas de assalto a ônibus em São Luís; ele morreu após ter levado um tiro na cabeça

Os usuários de ônibus foram pegos de surpresa ontem à noite. Sem qualquer comunicado, as empresas do transporte coletivo da capital em acordo com o sindicato dos Rodoviários reduziu a frota que circula à noite.

O resultado foi muita gente esperando até um hora e meia pelo ônibus que chegava lotado. há relatos de leitores que dizem que os terminais de integração ficaram lotados de usuários que aguardavam há horas pelo coletivo.

A decisão foi tomada devido a quantidade de assaltos a ônibus ocorridos somente este ano. Segundo os empresários, até ontem eram 166 assaltos registrados. Os rodoviários dizem que são mais: 209.

Empresários decidiram reduzir a frota à noite devido a assaltos
Empresários decidiram reduzir a frota à noite devido a assaltos

No fim de tudo, ou o número do sindicato dos trabalhadores ou dos empresários hoje já tem que acrescentar mais três. somente esta metade da manhã, mais três assaltos a ônibus foram registrados.

Um deles ocorreu no ponto final do Parque Vitória. Dois homens em uma moto renderam o motorista, a cobradora e mais os passageiros levando dinheiro e pertences como celulares.

Devido as ações constantes dos bandidos, hoje à tarde o sindicato dos Rodoviários se reunirá com o comando da Polícia Militar. O objetivo desse encontro não é acertar ações para evitar os assaltos.

Os rodoviários irão cobrar a PM para que ações sejam feitas já que não há mais nenhuma sendo efetuada desde que o novo comando assumiu.

Enquanto não chega uma solução, os empresários permanecerão reduzindo a frota da noite a partir das 18h. Problema dos usuários. Bem que com assaltos até durante o dia, os empresários deverão pensar em reduzir a frota até pela manhã e pela tarde.

Secretaria de Trânsito e Transportes e seu titular Canindé Barros? Nem ele sabia dessa decisão de redução de número de ônibus nas ruas. Sinal de que a força de Barros com os empresários é zero.

Fim de namoro com Nicole Bahls: Alessandro Martins não é mais o cara

Alesandro Martins chegou a presentear a namorada com um anel no primeiro mês de namoro o que levou as especulações sobre casamento
Alesandro Martins chegou a presentear a namorada com um anel no primeiro mês de namoro o que levou as especulações sobre casamento

O empresário enrolado, Alessandro Martins, usou seu perfil no Instagram para anunciar o fim do namoro com a apresentadora Nicole Bahls.

Em apenas três meses, Alessandro apareceu em revistas de circulação nacional com a apresentadora e foi considerado o cara por está com uma das mulheres mais bonitas do país.

No post, ele diz que o trabalho de ambos e a distância foram motivos do término.

“Após três meses de momentos maravilhosos ao lado desta princesa, devido a distância e a muito trabalho de ambos, resolvemos terminar o namoro, mas continuamos grandes amigos. Pois, o futuro a Deus pertence! Ainda sonho em casar e ter filhos com ela. Mas entendo que ter seu programa necessita de 100% de dedicação. Enfim, jamais vou esquecer esta mulher tão linda e especial!”, escreveu Alessandro Bassini, como é conhecido na mídia nacional.

Nicole também se manifestou e lamentou o término do relacionamento. Ela garantiu que está tudo bem entre eles.

“Foi maravilhoso, mas a distância e o trabalho não estavam permitindo dar certo. Continuaremos amigos”, afirmou. Questionada se não há chances de os dois reatarem já que terminaram sem brigas, Nicole disse somente ela não tinha como se dedicar 100% ao relacionamento.

“Acho que sim, mas nesse momento não estou podendo me dedicar 100%. Estou tendo que me dividir e isso não estava fazendo bem. Ele merece alguém que possa se dedicar 100%”.

Essa não é a primeira mulher conhecida nacionalmente e muito bonita que Alessandro Martins anuncia relacionamento. Ele foi casado e tem uma filha com a ex-BBB, Roberta Brasil, mas o relacionamento não durou muito. Atualmente eles ainda brigam por questões financeiras.

Foto usada por Alessandro Martins no Instagram anunciando o fim do namoro

Astro de Ogum fala sobre decisão do Governo em relação ao Parque da Vila Palmeira

“Aquele espaço nunca foi meu, portanto, nada mais justo que o proprietário de direito queira reaver a posse do que lhe pertence", disse Astro
“Aquele espaço nunca foi meu, portanto, nada mais justo que o proprietário de direito queira reaver a posse do que lhe pertence”, disse Astro

Após várias semanas de especulação, na tarde desta quarta-feira (6), em entrevista ao Programa Canta Maranhão, comandado pelos radialistas Helena Leite e Juarez Sousa, o presidente da Câmara Municipal de São Luís – vereador Astro de Ogum(PMN) – resolveu quebrar o silêncio e falar do imbróglio envolvendo o Parque Folclórico da Vila Palmeira.

Evidenciando tranquilidade e maturidade política, Astro de Ogum se ateve, apenas, a desejar sorte a toda equipe da Secretaria de Cultura na implantação do projeto que pretendem desenvolver no parque a partir de então. Ele também fez questão de informar aos ouvintes que a relação jurídica de comodato foi feita entre o Governo do Estado e a Federação Folclórica do Maranhão, entidade que ele foi presidente fundador, mas, atualmente, exerce, apenas, o papel de presidente de honra.

“Aquele espaço nunca foi meu, portanto, nada mais justo que o proprietário de direito queira reaver a posse do que lhe pertence. De coração, desejo a Ester Marques, ao Paulo e toda equipe do governador Flávio Dino, sucesso nessa nova empreitada. Espero que Deus os ajude a implementar, de fato, os projetos que pretendem, dando usabilidade ao espaço por meio de atividades sócio culturais voltadas a toda população, conforme propagado”, disse Astro de Ogum.

Na atualidade, apontado como grande expoente da cultura popular na capital maranhense, o vereador recebeu dezenas de manifestações de apoio dos representantes de agremiações folclóricas, os quais congestionaram a central telefônica da Rádio Difusora AM, mas, de forma tranquila e balizada, não externou sentimento de mágoa ou rancor.

“Não é novidade o fato de não ter apoiado a eleição do governador Flávio Dino, mas, em hipótese alguma, por conta dessa decisão em relação ao Parque da Palmeira, posso desejar o pior. Graças a Deus, apesar do meu tamanho, sempre fui um homem de grandes ações, que nunca me prendi a coisas pequenas, portanto, espero que tudo que foi planejado pela Secretaria de Cultura para o Parque da Vila Palmeira seja efetivado. Jamais poderia vibrar contra a administração Flávio Dino, pois estaria vibrando contra o povo do Maranhão”, externou.

No bate papo bastante descontraído, diga-se de passagem, o presidente anunciou que não ficará de fora dos festejos juninos, e irá organizar um arraial na área do Batuque Brasil, no bairro da Cohama.

“Tenho uma equipe muito bem preparada e com conhecimento técnico para desenvolver o maior e melhor arraial junino da capital maranhense, por isso, como amante da cultura popular, em hipótese alguma, irei me furtar de continuar trabalhando em prol desse segmento, por isso decidi que irei fazer o que vinha fazendo há mais de uma década, seja no Parque da Vila Palmeira ou em outro lugar, pois não tenho dúvida que o sucesso será o mesmo”, finalizou Astro de Ogum.

Atenção ‘Nação Forrozeira’: WESLEY SAFADÃO pode ser candidato a prefeito

wesley-safadaoPara a alegria da nação forrozeira, o partido Solidariedade do Ceará já começou a pensar nas  eleições municipais de 2016. E pasmem: o um dos nomes citados à participar da disputa em Fortaleza, capital cearense foi o do cantor Wesley Safadão.

De acordo com o presidente regional da legenda, o deputado federal Genecias Noronha, o Solidariedade pretende participar do processo eleitoral na maioria dos municípios.

Assista a entrevista de Genecias Noronha onde ele cita o nome do cantor de forró que faz sucesso em todo o país.

Eita confusão: Deputados do PMDB mostram publicamente racha no partido

Confusão de hoje na Assembleia evidenciou racha no PMDB
Confusão de hoje na Assembleia evidenciou racha no PMDB

Depois da confusão de Roberto Costa e Andrea Murad na Assembleia, a ex-governadora Roseana Sarney tentou organizar a casa. Chamou Roberto e Remi Ribeiro para conversar e determinou que as diferenças entre os dois parlamentares deveriam ser resolvidas dentro do PMDB.

Na prática, o que Roseana falou de nada vale. Primeiro porque quis enquadrar somente Roberto Costa, facilmente domando por ela. Segundo porque deixou Andrea Murad de fora disso. Motivo? Medo da reação de Ricardo Murad.

No mais, Roseana xingou bastante, esperneou, reclamou da exposição e disse que tudo deveria ter um fim. Como esse fim acontecerá, ela não deu solução. Disse que vai esperar o pai decidir.

Essa reunião foi gerada após crise interna do PMDB exposta por Andrea Murad e Roberto Costa. A deputada demonstrou que não tem a menor intenção de aliviar as tensões internas no PMDB. Foi à tribuna e detonou o prefeito Nixon Santos, de Bacuri, que também pertence ao partido.

Claro que o discurso da deputada foi direcionadíssimo ao deputado Roberto Costa, presidente municipal do PMDB e aliado de Nixon Santos.

Andrea, com todo o jeito inconsequente do pai, Ricardo Murad, chegou a dizer que iria pedi a expulsão do prefeito dos quadros do PMDB. Dizendo a parlamentar, a intenção nunca foi atingir Roberto Costa porque ela nem sabia que o prefeito é aliado de Costa. A intenção foi atingir o governador Flávio Dino. E ela foi longe para isso.

Roberto não calou e “retribuiu” o comentário da colega de partido. Ele chegou a dizer que um membro do partido não poderia ser punido sem ter sido condenado e que se isso fosse possível, no PMDB o primeiro a ser punido deveria ser Ricardo Murad devido a sua “extensa ficha corrida”.

Depois da tribuna a confusão se estendeu e Costa perdeu as estribeiras e chamou Souza Neto, que nem do PMDB é, de pau mandado de Ricardo Murad, o que não é mentira é claro.

E Ricardo Murad já reagiu e diz que o problema do PMDB é de direção, ou seja, João Alberto, presidente estadual, e Roberto Costa na municipal. Segundo Ricardão, a direção da legenda foi a responsável pela saída de quadros importante da sigla nos último meses.

Suspeito de agiotagem, ex-prefeito de Santa Luzia tem contas desaprovadas pelo TCE

O ex-prefeito de Santa Luzia, Márcio Leandro Antezana , é um dos suspeitos do esquema de agiotagem no Maranhão
O ex-prefeito de Santa Luzia, Márcio Leandro Antezana , é um dos suspeitos do esquema de agiotagem no Maranhão

O ex-prefeito de Santa Luzia, Márcio Leandro Antezana Rodrigues é um dos gestores que tiveram as contas desaprovadas pelo TCE-MA em sessão plenária realizada na manhã desta quarta-feira (6).

Ele está entre os mais de 40 prefeitos e ex-prefeitos maranhenses que estão na mira da investigação contra agiotagem. Sob suspeita de envolvimento em negócios escusos, o ex-gestor  pode até ter um mandado de prisão preventiva decretado a qualquer momento.

Em operação conjunta, o Ministério Público do Maranhão, por meio do Grupo de Atuação Especial no Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), e a Polícia Civil, vem cumprindo mandados pelo Estado.

Nesta terça-feira (5), os prefeitos de Bacuri, Richard Nixon dos Santos, e de Marajá do Sena, Manoel Edvan Oliveira da Costa. (Reveja)

O ex-prefeito de Zé Doca, Raimundo Nonato, o Natin, também teve a prisão decretada, mas não chegou a ser preso. Ele teria fugido antes que os policiais cumprissem o mandado.

Contas Desaprovadas

Rovélio Nunes Pessoa (à esquerda), e Márcio Regino Mendonça Weba (à direita) também tiveram contas desaprovadas
Rovélio Nunes Pessoa (à esquerda), e Márcio Regino Mendonça Weba (à direita) também tiveram contas desaprovadas

Também tiveram as contas desaprovadas hoje, o ex-prefeito de São Mateus, Francisco Rovélio Nunes Pessoa (2009), com multas no total de R$ 66.625,00 e Márcio Regino Mendonça Weba, de Araguanã (2011).

Outros julgamentos pelo TCE

Entre as Câmaras Municipais, foram julgadas irregulares as contas de Allan Kardec Félix de Sousa (Alto Alegre do Pindaré/2010), com débito de R$ 60.155,55 e multas no total de R$ 22.935,00; Amarildo Rodrigues Macêdo Costa (Campestre do Maranhão/2009), com multa de R$ 14.589,60; Antonio da Costa Matos (Paulo Ramos/2010), com débito de R$ 9.132,75 e multas no total de R$ 9.566,00; José Olímpio Barbosa Filho (Carolina/2010), com multas no total de R$ 22.778,00; Maria Betânia dos Santos Duarte (Água Branca/2010), com débito de R$ 32.342,52 e multas de R$ 44.114,00; Mariano Crateús Filho (Coelho Neto/2010), com débito de R$ 143.407,63 e multas no total de R$ 60.480,26; Marlon da Silva Costa (Lago Verde/2009), com débito de R$ 1.917,00 e multas no total de R$ 18.197,00;Núbia Maria Matos da Silva (Morros/2010), com multas de R$ 20.800,00; Roberto Vargas da Conceição (São Pedro dos Crentes/2010), com débito de R$ 2.800,00 e multas no total de R$ 11.498,00.

DANOU-SE: Prefeito Leane de Afonso Cunha, é acusado de falsidade ideológica

Prefeito José Leane também é acusado de uso de documento público falsificado
Prefeito José Leane também é acusado de uso de documento público falsificado

O Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) recebeu denúncia contra o prefeito do município de Afonso Cunha, José Leane de Pinho Borges, por uso de documento público falsificado e falsidade ideológica, crimes previstos nos artigos 297 e 304 do Código de Processo Penal. O colegiado acompanhou o voto do desembargador João Santana, relator do processo.

O uso do documento falsificado ocorreu na assinatura do convênio celebrado, em 2011, com a Secretaria de Saúde do Estado, no valor de R$ 525 mil, para implantação do sistema de abastecimento de água.

Consta no processo que o gestor municipal apresentou à Secretaria uma certidão falsa do Tribunal de Contas do Estado (TCE), tendo em vista que o município de Afonso Cunha não teria atingido os índices constitucionais de gastos com educação e saúde, referente ao exercício de 2010.

Na denúncia do Ministério Público do Maranhão (MPMA) é atribuída ao prefeito a assinatura de uma declaração de próprio punho, em que o gestor afirma que todas as certidões, documentos e declarações apresentadas para efetivação do convênio eram verdadeiros, assumindo as responsabilidades legais por todas as informações prestadas.

Para defender-se das acusações, Borges sustentou que não houve o exame de corpo de delito na certidão, supostamente falsificada. Ele alegou falta de provas técnicas e argumentou que a falsificação não foi comprovada de modo satisfatório.

O desembargador João Santana (relator) entendeu que a denúncia formulada pelo MPMA preenche os requisitos exigidos pelo artigo 41 do Código Penal, por conter a qualificação do acusado, ou outros elementos que possam identificá-los.

Quanto à ausência de corpo de delito, afirmou ser suprida pelas provas de indícios que o gestor inseriu na certidão do TCE como declaração falsa. Com relação aos argumentos pelo não recebimento da denúncia, omagistrado frisou que a conduta do prefeito está adequada ao que foi apresentado pelo MPMA, e que o dolo e a má-fé só poderão ser comprovados no decorrer da instrução criminal.