João Alberto manda Roberto Costa voltar assinatura na PEC impositiva

Sarney puxou a orelha de João Alberto que decidiu enquadrar Roberto Costa, que por sua vez, ainda não cumpriu a determinação do padrinho político
Sarney puxou a orelha de João Alberto que decidiu enquadrar Roberto Costa, que por sua vez, ainda não cumpriu a determinação do padrinho político

O puxão de orelha que o ex-senador José Sarney (PMDB) deu no senador João Alberto de Sousa, que preside o PMDB do Maranhão, parece já estar surtindo efeito. A determinação de Sarney foi que o senador tomasse as rédias do partido, organizasse a casa e que tudo começasse enquadrado o seu afilhado político, deputado estadual Roberto Costa, cujas últimas decisões no parlamento foram de encontro com a ideia de que o PMDB é oposição ao governo.

Como manda quem pode e tem que obedecer quem não tem palavra, João Alberto determinou a Roberto Costa que colocasse novamente a assinatura na Proposta de emenda a Constituição (PEC) que prevê orçamento impositivo no Maranhão.

A proposição é de autoria do deputado César Pires (DEM) – teoricamente também oposição – e que caiu por ter perdido boa parte das assinaturas dos colegas entre essas assinaturas a de Roberto Costa (releia aqui)

Como a repercussão não foi nada boa, João Alberto determinou que Costa assine novamente. Isso deveria ter acontecido na segunda-feira, 23, segundo o próprio senador acredita ter acontecido.

No entanto, em contato com o autor da PEC, César Pires disse ao blog que não houve “reassinatura” de Roberto Costa pelo menos até o início desta manhã.

Agora é saber qual será o próximo passo do senador João Alberto em relação ao seu indisciplinado afilhado político. E o presidente peemedebista deverá agir rápido já que tem em seu pé o obcecado Ricardo Murad que quer um PMDB que aos berros diga que é oposição.

Eleição 2016: Lá vem Zeluis Lago!

Zeluis Lago quer disputar a eleição do próximo ano em São Luís
Zeluis Lago quer disputar a eleição do próximo ano em São Luís

O irmão do ex-governador Jackson Lago, Zeluis Lago (PPL), já vem novamente com a história de entrar em uma disputa eleitoral. Em 2014, Lago se candidatou a governador e teve vários atropelos no decorrer da campanha. Agora, ele anuncia que em 2016 vai disputar a Prefeitura de São Luís. Deverá ser mais uma vez, candidato de si mesmo.

Mesmo com a previsão de que gastaria em sua campanha ano passado cerca de R$ 4 milhões, o médico Zeluis Lago, não passou de figurante na disputa eleitoral. Em meio a campanha, ele perdeu a vice de sua chapa, Cristiana Jansen, e teve conflitos com o candidato a senador, Gersão.

O motivo, segundo disseram os desafetos do irmão de Jackson Lago, foi a falta de cumprimento de acordos firmados. Em suma, o médico não quis investir em nada na sua campanha. Tanto a prestação de contas de Lago ficou infinitamente menor do que havia previsto para a Justiça Eleitoral.

Agora, faltando mais de um ano e meio para o pleito do próximo ano, Zeluis Lago anuncia que será adversário dos prováveis candidatos Edivaldo Holanda Júnior (PTC) e Eliziane Gama (PPS). Ele garante que tem o apoio da executiva nacional de seu partido. O problema não é ter o apoio ou não de sua legenda. Ele precisa conseguir quadros para o PPL em São Luís – incluindo criar o diretório municipal que não existe em qualquer cidade maranhense – e assim formar uma chapa e ainda buscar apoios de outras siglas.

Se ele acredita que somente com a história do irmão, Jackson Lago, ele conseguirá votos na capital maranhense, a disputa eleitoral do ano passado mostrou que isso não funcionará já que ele teve somente 12 mil votos em São Luís em 2014.

Cheiro de maracutaia: uma só empresa é contratada em Penalva para serviços distintos

Edmilson Viegas, prefeito de Penalva
Edmilson Viegas, prefeito de Penalva

Não é de hoje que a prefeitura de Penalva tem firmado contratos com valores que sugerem superfaturamento. Só no ano passado, o prefeito da cidade, Edmilson Viegas, gastou milhões em serviços prestados ao município em diversos setores.

Este ano a prática é a mesma. No último dia 20 de março, vários contratos foram publicados no Diário Oficial do Estado do Maranhão (DOEMA) com características um tanto suspeitas.

Trata-se de uma mesma empresa contratada pelo mesmo valor para prestar dois tipos de serviços bem distintos.

A CC Santos e Cia Ltda.-ME aparece em dois extratos de contratos diferentes mas com os mesmos valores. A empresa, além de fornecer combustível para atender as necessidades da prefeitura e das secretarias municipais, vai também ser a responsável pela limpeza de fossas.  Em cada contrato, a prefeitura deve pagar o montante de quase R$ 1,5 milhão, ou seja quase R$ 3 milhões.

Quanto ao prazo de vigência dos contratos, ninguém sabe pois não há discriminação nos documentos. Confira nas publicações:

ookok

Mais dois contratos foram firmados dessa mesma forma. Em breve mostraremos mais serviços suspeitos prestados à prefeitura de Penalva.

Sortudo, brasileiro troca de voo e escapa de acidente que matou 150 pessoas

Rafael Rebello, o brasileiro que mora em Barcelona e trocou de voo escapando do acidente
Rafael Rebello, o brasileiro que mora em Barcelona e trocou de voo escapando do acidente

O brasileiro e sortudo Rafael Rebello, conseguiu escapar da morte nesta terça-feira (24). Ele quase embarcou no voo Airbus A320 da Germanwings que sofreu um acidente nos Alpes franceses deixando 150 mortos.

Rafael mora em Barcelona, trabalha com exportação e tinha marcado uma reunião hoje com um cliente na Alemanha mas, por sorte, adiantou a viagem em um dia.

Este acidente aéreo está sendo considerado o mais grave em território francês nas últimas quatro décadas.

Veja o que disse Rafael à reportagem do Jornal Hoje da Rede Globo.

DEU A LOUCA NOS CLAUDIOS: Claudio Cabral quer acabar com todos os bares da Litorânea

Agora lascou de vez, o todo poderoso CLAUDIOS Cabral promotor de justiça acordou com “aquilo” virado para a lua.

CLAUDIO CABRAL
CLAUDIO CABRAL

Em um documento expedido por ele, o poderoso CLAUDIOS pediu a cassação de todos os alvarás dos bares que compõem o trecho da litorânea. A ordem é fechar todos os estabelecimentos comerciais da orla turística da cidade.

Segundo o promotor, em resposta à sua solicitação perante a Superintendência do Patrimônio da União (SPU), foi informado que não existe concessão de uso do espaço litorâneo para o Estado do Maranhão, que instalou a estrutura no tempo da extinta Secretaria Metropolitana.

O órgão também determinou pagamento no valor de R$ 10.000,00 por cada descumprimento e que deverá ser pago por todos os ocupantes das barracas da Litorânea e pela ASLIT.

O promotor Claudio Cabral trava uma discussão antiga como – por exemplo -, iniciando a cobrança da Lei Manzua, que proibia som automotivo na Litorânea e obrigava o fechamento de bares as 3h, afetando de forma gigantesca o turismo.

Aí eu ti pergunto: pode esse promotor com apenas uma canetada acabar com a vida empresarial de centenas de empresários do ramo turístico de São Luís?

Outra pergunta: existe secretarias de turismo nesta cidade e neste estado ?

NÃO TÃO SIMPLES ASSIM

image229-614x1024

image228-614x1024

Ônibus vão circular em São Luís nesta quarta: rodoviários suspendem greve

Depois de terem seus pagamentos garantidos por parte das empresas de transporte público, os rodoviários do Maranhão decidiram, no fim da tarde desta terça-feira (24), por fim à ameaça de greve anunciada ontem pela categoria.

Ameaça de greve tinha sido divulgada nesta segunda-feira (24) pela categoria
Ameaça de greve tinha sido divulgada nesta segunda-feira (24) pela categoria

O documento assinado pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Maranhão, Gilson Coimbra, previa início de uma paralisação por tempo indeterminado às primeiras horas desta quarta-feira (25). Porém, a suspensão do movimento paredista se concretizou após a classe ter obtido o pagamento referente a 40%, que vinha sendo reivindicado.

Ainda com acordo parcialmente cumprido entre a classe empresarial e os rodoviários, Gilson adianta que se o pagamento subsequente não for efetuado no próximo dia cinco, uma greve pode ser deflagrada no mês de abril.
Desta vez, milhares de usuários que dependem exclusivamente do transporte público em São Luís vão poder sossegados, pelo menos por enquanto.

Agora é só aguardar as próximas cenas dessa novela.

PV sai de bloco e Alexandre Almeida pede vaga do partido na CCJ

Ofício de Alexandre Almeida
Ofício de Alexandre Almeida

A decisão do Partido Verde (PV) de deixar o Bloco Parlamentar Democrático (BPD) já tem consequência que estavam sendo esperadas. O presidente do bloco, deputado Alexandre Almeida (PTN) pediu que o deputado Adriano Sarney (PV) perca a vaga na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa.

Pelos acordos firmados na Casa, os espaços nas comissões permanentes foram negociados de acordos com os blocos formados. Como o PV decidiu caminhar sozinho, o BPD quer o espaço que era dado a um membro do Partido Verde.

Para substituir Adriano Sarney, Alexandre Almeida indicou o líder do governo, Rogério Cafeteira (PSC). O pedido foi feito ontem e publicado no diário da Assembleia de hoje.

Além da vaga na CCJ, Adriano Sarney preside a Comissão de Assuntos Econômicos. Esse espaço também poderá ser perdido apesar do parlamentar do PV acreditar que isso não é possível já que foi eleito presidente desta comissão.

Nos bastidores, Adriano afirma que tudo não passa de retaliação de Alexandre Almeida.

Cleber Verde assume comando da Secretaria de Comunicação da Câmara Federal

cleber_verdeO presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha obteve do Plenário da Casa, a aprovação de projeto de resolução da Mesa Diretora que dá a si próprio o poder de escolher o secretário de Comunicação Social da Casa entre os deputados no exercício do mandato.

Pois bem. Depois de promulgada tal resolução, Cunha substituiu o secretário de Comunicação e escolheu para o cargo, o colega de culto, deputado Cleber Verde, do Partido Republicano Brasileiro (PRB), ligado à Igreja Universal do Reino de Deus.

Integrante da bancada evangélica, o maranhense Cleber Verde vai chefiar toda a estrutura de Comunicação da Câmara em Brasilia, incluindo serviços de TV, rádio, mídia impressa e internet.

Vale ressaltar que esta é a primeira vez que a Câmara elege um deputado para assumir o comando do setor de comunicação. Antes o cargo só era ocupado por servidor especializado.

O que se percebe é que os evangélicos ganham mais força na Câmara dos Deputados, já que o presidente da Casa, Eduardo Cunha, também escolheu a servidora Maria Madalena da Silva Carneiro, da mesma igreja, para comandar a Diretoria de Recursos Humanos da Casa.

Eduardo, Cleber e Madalena sempre participam de cultos evangélicos realizados nas dependências da Câmara.

Vereadores de São Luís reúnem com senadores em Brasília

Vereadores se reuniram com senadores em Brasília
Vereadores se reuniram com senadores em Brasília

Desde ontem que uma comitiva de vereadores de São Luís está em Brasília para tratar sobre a reforma política e buscar informações quanto as adequações sobre prestação de contas do Legislativo Municipal.

Ontem, os parlamentares Isaías Pereirinha (PSL), Pedro Lucas Fernandes (PTB), José Joaquim (PSDB) e Fábio Câmara (PMDB) se reuniram com o presidente da  Associação Brasileira de Câmaras Municipais, Rogério Rodrigues, que os levaram até o Senado Federal.

Por lá, os vereadores se reuniram com senadores e trataram sobre a reforma política e as Propostas de emenda a constituição (PEC) que estão tramitando na Casa.

Hoje, a comitiva da Câmara Municipal da capital deverá se reunir com deputados federais.

Começou o descrédito de Rogério Cafeteira na liderança do Governo

Rogério Cafeteira e Flávio Dino
Rogério Cafeteira e Flávio Dino

Não completou nem dois meses como líder do governo Flávio na Assembléia, para o nobre deputado Rogério Cafeteira mostrar sua fraqueza no quesito liderança.

Na sessão de ontem(23), Rogério foi comunicado da saída dos deputados, do Partido Verde (PV), do bloco que ele fazia parte  na Assembléia. A debandada dos Verdes teria sido pelo fato do não cumprimento das demandas solicitadas pelos deputados ao fraco líder( essa foi a expressão utilizada por um dos deputados) colocado pelo governo Flavio para intermediar tais demandas.

Agora com apenas seis deputados em seu bloco, Rogério passa a ter pouco mais de cinco minutos para poder defender ou divulgar as ações do chefe maior.

Sem experiência, sem dialogo e ainda com a catinga dos Sarneys, Cafeteira  deverá ter uma careira bastante curta nessa sua  nova função.

Na Assembléia existem vários deputados que ainda não conseguiram assimilar esta mudança tão radical de Rogério. Houve até um deputado que soltou a seguinte perola:

” A diferença de Rogério Cafeteira para Andrea Murad é que pelo menos, ela teve hombridade…”

SIMPLES ASSIM