Superintendência de Homicídios de São Luís em novas instalações

Novo prédio da Polícia Civil reforça segurança no Maranhão
Novo prédio da Polícia Civil reforça segurança no Maranhão

O vice-governador Carlos Brandão inaugurou nesta segunda-feira (16) a nova sede da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), na Avenida Beira Mar, Centro de São Luís. A estrutura passa a funcionar no antigo prédio da Delegacia Especial da Mulher e tem a finalidade de reforçar o combate aos crimes contra a vida.

Para o vice-governador, os avanços não se resumem somente às estruturas físicas que vêm sendo inauguradas desde o início da gestão do governador Flávio Dino. “Os resultados estão vindo com toda uma série de aparelhamento das polícias, Civil e Militar, com o melhoramento do efetivo, por meio dos concursos das polícias, e com as promoções que estavam represadas, além da aquisição de cerca de mil viaturas”, destacou.

Carlos Brandão reitera que todo o investimento realizado na área de segurança alcançou a redução na criminalidade no Estado. Ele enfatiza a retirada de São Luís da lista das 50 cidades com maiores índices de violência no mundo. “Hoje inauguramos mais um prédio que passa atender com conforto e segurança. Tudo isso graças a esse apoio que o Governo tem dado à Segurança Pública do nosso Estado. Estamos vivendo um momento histórico no Governo, trazendo indicadores melhores para a segurança estadual”, concluiu.

Mais estrutura

A nova sede da Superintendência conta com estrutura bem mais dividida entre áreas e departamentos de investigação. Ele agrega os Departamentos de Homicídios da Capital e do Interior, de Proteção à Pessoa e de Feminicídio. No total, 15 delegados atendem as demandas da comunidade maranhense na superintendência. “É um ambiente mais próximo da comunidade e com uma estrutura com muito conforto. Estamos disponibilizando equipes de policiais 24 horas e sete dias por semana”, alerta o delegado titular e superintendente de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), Lúcio Reis.

Integradas ao trabalho da superintendência estão ainda as delegacias de Polícia Civil nos municípios; o Instituto de Polícia Científica (IPC); quatro áreas de atuação com as delegacias Norte, Sul, Leste e Oeste; o Núcleo de Inteligência; e a Delegacia de Plantão, funcionando 24 horas e atendendo os municípios da Região Metropolitana de São Luís nestes casos.

A investigação homicídios foi especializada com a criação da SHPP, em 2015, primeiro ano da gestão Flávio Dino, e é uma das importantes estruturas que qualificam a investigação de crimes violentos. Além da capital, a SHPP tem base nas cidades de Imperatriz, Timon e Caxias, atendendo estas áreas e regiões adjacentes.

Prefeitura de São Luís atua de forma imediata para conter danos causados pela chuva

Foto Divulgação

A capital maranhense está tendo em 2018 um dos invernos mais rigorosos dos últimos tempos. De acordo com dados do Laboratório de Meteorologia do Núcleo Geoambiental (NuGeo) da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), o volume de chuva do trimestre (fevereiro, março e abril) já ultrapassou tanto a média histórica (1.276,9mm) quanto os 15% a mais de água que era previsto para o período (1.468,4mm). Ainda faltando uma quinzena para fechar o ciclo dos três meses, já choveu na capital até a manhã desta segunda-feira (16) 1.489,75mm. Somente na primeira quinzena deste mês de abril, já choveu 78% da média história de todo o mês.

São Luís tem um volume de chuva bastante elevado em comparação a diversas capitais do país, como a vizinha Teresina (PI), que em março choveu cerca de 100mm a menos do que o mesmo período na capital maranhense, e ainda assim o cenário foi de completo caos nas ruas e avenidas do município piauense, com moradores precisando usar canoas para se deslocarem. Cidades como Curitiba (PR), em que o volume de chuva também é menor do que em São Luís, chuvas na marca de 40mm causam diversos cenários de devastação na cidade.

Para minimizar os danos naturais decorrentes dos temporais, a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), que já vinha desempenhando com rigor obras de drenagem, limpeza de galerias e canais, intensificou os serviços com a chegada do período chuvoso.

Com um volume de chuva tão intenso, o sistema de drenagem da cidade precisa fluir adequadamente para evitar inundações. Para isso, a Prefeitura de São Luís mobiliza um grande aparato diariamente, com máquinas retroescavadeiras para limpar canais e um sistema de caminhão hidrojato para sugar de locais mais difíceis – como galerias e bueiros – o que é descartado em locais públicos e são levados pela ação dos ventos e da chuva para dentro desses dispositivos.

Para que as ações da Prefeitura de limpeza e desobstrução surtam efeito e perdurem é necessário o apoio da população, evitando o descarte irregular. Diariamente a Prefeitura recolhe 1.300 toneladas de resíduos das ruas, sendo 300 toneladas provenientes do descarte irregular. Campanhas de conscientização são realizadas durante todo o ano, por meio do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, para sensibilizar a população quanto a importância jogar o lixo no lugar correto.

A Prefeitura de São Luís também mantém coleta domiciliar regular. Somente de janeiro a dezembro de 2017 foram recolhidas 282 mil toneladas de lixo residencial. Além disso, a gestão municipal mantém dez Ecopontos em pontos estratégicos da cidade para receber materiais recicláveis, restos de construção civil, poda e capina doméstica, entre outros.

Cerca de 30km de rede de drenagem já foram construídos na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, trabalho que a Prefeitura de São Luís investiu muito e continua investindo. Os efeitos da obra subterrânea são observados com a redução considerável dos pontos de alagamento na cidade.

Weverton dialoga com população em municípios da região tocantina

Deputado Weverton reunido com grupos na região Tocantina
Deputado Weverton reunido com grupos na região Tocantina

O prefeito Fernando Teixeira (MDB), do município de Cidelândia, no sul do Estado, declarou apoio à pré-candidatura de Weverton (PDT) ao Senado Federal nas próximas eleições majoritárias, em outubro. A declaração foi feita no início da noite deste domingo (15), durante a inauguração da praça José Pereira de Araújo (Zé do Quiosque), no povoado de São Francisco, onde o parlamentar esteve, acompanhado do deputado estadual Antonio Pereira (DEM). “Escolhi o deputado Weverton como meu futuro senador pelo que tem feito na Câmara Federal para ajudar os municípios e o Maranhão”, afirmou o prefeito.

Na oportunidade, Weverton também participou da entrega de uma motoniveladora ao município, adquirida com recursos do programa Caminhos da Produção, do Governo do Estado e falou do trabalho que o prefeito vem desenvolvendo. “O jovem prefeito Fernando Teixeira, mesmo com a sua pouca idade, dá exemplo para gestores e toda a classe política de que é possível fazer política trabalhando de forma aberta, transparente e, acima de tudo, com compromisso, com calendário e com planejamento para sua cidade”, ressaltou o deputado.

São Francisco do Brejão

Adão Carneiro (PCdoB), prefeito de São Francisco do Brejão, cidade vizinha a Cidelândia, também participou da inauguração e reafirmou seu apoio a Weverton. “Tenho certeza de que o Maranhão precisa de um cidadão como Weverton como senador, para defender o nosso estado e a nossa Região Tocantina”, afirmou.

Diálogo com lideranças

Ainda acompanhado de Antonio Pereira, Weverton esteve em Campestre do Maranhão, onde se reuniu com lideranças políticas e comunitárias para dialogar sobre as prioridades da região. “No momento em que estamos vivendo, são poucos os políticos que podem andar pela rua prestando contas do seu mandato. Honro meu mandato de deputado federal. Tenho orgulho, não só pela minha atuação como líder da bancada do PDT na Câmara Federal e, agora, como líder da bancada de oposição ao governo Temer, em Brasília, de poder prestar contas de todas as votações, reivindicações e, indicações que fizemos em favor do povo do Maranhão e do País”, afirmou Weverton.

Imperatriz

No período da tarde, já em Imperatriz, o deputado se reuniu com um grupo da Associação de Apoio à Construção Civil (Asac), composta por médios e pequenos construtores da região, ouvindo-os e avaliando em que pode colaborar com o setor. Também fez uma visita ao presidente da Câmara de Imperatriz, José Carlos Pé de Pato (PV), onde ainda conversou com os vereadores Ditola (PEN), Bebe Taxista (PEN) e Alberto Sousa (PDT).

Ex-prefeito é condenado a ressarcir cofres públicos de Santo Amaro do Maranhão

Ex-prefeito de Santo Amaro do Maranhão, Francisco Lisboa da Silva
Ex-prefeito de Santo Amaro do Maranhão, Francisco Lisboa da Silva

O juiz Raphael de Jesus Serra Amorim, titular de Humberto de Campos, proferiu sentença que condena o ex-prefeito de Santo Amaro, Francisco Lisboa da Silva, às penalidades de ressarcimento integral do cano causado ao erário, no valor de R$ 137.821,09 mil; Suspensão dos direitos políticos por 5 anos; Pagamento de multa civil no valor de R$ 137. 821,09 mil; proibição de contratar com o poder público, bem como receber benefícios ou incentivos fiscais e creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de 5 anos.

Conforme a sentença, o ex-gestor é acusado de irregularidades no exercício financeiro do ano de 2007, entre as quais ausência de documentos e despesas realizadas sem o devido processo licitatório na ordem de R$ 137.821,09 mil, configurando em ato de improbidade administrativa. A ausência de documentos, segundo entendeu o juiz, não configurou ato de improbidade.

De acordo com o processo, enquanto prefeito de Santo Amaro (termo judiciário) no exercício de 2007, o gestor teria procedido à contratação direta de materiais de limpeza, medicamentos e materiais hospitalares, não apresentando junto ao Tribunal de Contas do Estado edital de qualquer licitação ou procedimento administrativo que tenha demonstrado dispensa ou inexigibilidade de processo licitatório referente às contratações.

Sabe-se que despesas públicas devem ser realizadas mediante procedimentos licitatórios que permitam ampla concorrência e, ao final, possibilitem que o ente público escolha a melhor proposta, notadamente aquela que apresente maior eficiência e menor custo ao erário. Dispensas e inexigibilidades de licitações são medidas excepcionais, devendo ser aplicadas apenas quando houver inviabilidade de competição, cabendo ao ordenador de despesas comprovar este fato”, explica o juiz na sentença.

Segundo entendeu o juiz, ao afastar a realização dos certames licitatórios e não comprovando a realização de procedimento administrativo que justificasse tal ato, o ex-gestor incorreu em ato improbo constante em artigo da Lei de Improbidade Administrativa, na medida que impossibilitou a escolha de propostas mais econômicas e eficientes para atendimento do interesse público, acarretando prejuízo ao erário diante dos montantes gastos nas citadas contratações. “O dolo do seu agir, a voluntariedade de afrontar a legislação e desobedecê-la restaram evidenciadas mediante a análise das circunstâncias”, relata Raphael Amorim.

Boa notícia! Caixa reduz juros para financiamento de imóveis

Caixa Econômica Federal (Foto Reprodução)

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta segunda-feira (16) a redução dos juros para financiamento da casa própria. As novas taxas já estão em vigor.

O banco reduziu os juros mínimos cobrados de 10,25% para 9% ao ano no caso de imóveis enquadrados no Sistema Financeiro de Habitação (SFH). O SFH financia imóveis com valor de até 800 mil reais, para todo país, exceto Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal, onde o limite é de 950 mil reais.

No caso de imóveis enquadrados no Sistema Financeiro Imobiliário (SFI), cujos valores ficam acima dos limites do SFH, o banco reduziu as taxas mínimas de 11,25% para 10%.

Já as taxas máximas caíram de 11% para 10,25% nas linhas do SFH e de 12,25% para 11,25% para os imóveis enquadrados no SFI.

O banco também anunciou que o limite de cota de financiamento para imóveis usados voltou a subir de 50% para 70%. Ele havia sido reduzida pela Caixa em setembro do ano passado.

A Caixa também retomou o financiamento de operações de interveniente quitante (imóveis com produção financiada por outros bancos) com cota de até 70%.

Restrições e falta de capital

A Caixa não reduzia os juros do crédito imobiliário desde novembro de 2016, há cerca de um ano e quatro meses. Naquele ano, os juros das linhas para financiar a casa própria foram reduzidos uma única vez.

Desde então, a taxa básica de juros (Selic) caiu de 14% para 6,5%. Porém, ao invés de o banco flexibilizar as taxas, restringiu ainda mais as condições do crédito ao longo do ano passado, diminuindo, por duas vezes, o limite do valor financiado para imóveis usados.

O banco também anunciou, no ano passado, a suspensão de financiamentos pela linha Pró-Cotista, a mais barata depois do “Minha Casa Minha Vida”. Contudo, a linha foi restabelecida em janeiro deste ano, segundo o próprio banco.

A Caixa sofreu, em 2017, com restrições de capital e denúncias de má-gestão.

Fonte: Exame

Maura Jorge sofre representação da PRE por antecipar propaganda em outdoor

Maura Jorge ao lado de Jair Bolsonaro em campanha antecipada

A Procuradoria Regional Eleitoral no Maranhão (PRE-MA), por meio do procurador regional eleitoral substituto, Juraci Guimarães Júnior, encaminhou ao Tribunal Regional Eleitoral no Estado (TRE-MA) representação contra Maura Jorge de Alves Ribeiro, pré-candidata à eleição para o Governo do Maranhão, em 2018, por realizar propaganda eleitoral antes do prazo, violando o artigo 2º da Resolução TSE nº 23.551/2017, que diz que “a propaganda eleitoral só é permitida após o dia 16 de agosto do ano da eleição”.

Para o Ministério Público Eleitoral, Maura Jorge fez propaganda eleitoral antecipada por meio de outdoor localizado em São Luís, na Avenida dos Holandeses, local de grande circulação na cidade, o que é vedado pela legislação eleitoral. Foi constatado, desde 9 de abril de 2018, que o outdoor apresenta a imagem da pré-candidata ao governo do Estado ao lado do pré-candidato à presidência da República Jair Bolsonaro, com os seguintes dizeres “Unidos somos mais fortes”.

Segundo o procurador Juraci Guimarães Júnior, “é importante contextualizar essa propaganda eleitoral antecipada por meio de outdoor no conjunto de outras ações, como vídeos veiculados na internet, que demonstram a intenção de Maura Jorge de Alves Ribeiro de levar ao conhecimento geral sua candidatura e o apoio do pré-candidato à presidência, Jair Bolsonaro”, disse.

O Ministério Público Eleitoral requer que o outdoor seja imediatamente retirado, bem como qualquer outro presente no estado do Maranhão, e o pagamento de multa prevista no artigo 4º da Resolução TSE nº 23.551/2017, entre R$ 5.000,00 e R$ 20.000,00.

Barbárie! Estudante preso confessa que matou o pai a facadas e queimou o corpo

Lucas de Sousa Almeida foi preso em sala de aula no Ceuma do Renascença em São Luís e confessou o crime
Lucas de Sousa Almeida foi preso em sala de aula no Ceuma do Renascença em São Luís e confessou o crime

A Polícia Civil do Estado do Maranhão efetuou a prisão de Lucas de Sousa Almeida, estudante universitário, em razão de ter matado com golpes de faca e, em seguida, ateado fogo no corpo do pai, o senhor José Bonifácio de Almeida, 75 anos.

O corpo foi encontrado no último dia 30 de março, no interior do imóvel da vítima, localizado na Rua 21 de Abril, Vila Tiradentes, Área da Vila Maranhão, em São Luís.

O idoso foi amarrado, esfaqueado e, em seguida, colocado em uma rede onde foi incendiado.

O Plantão Central de Homicídios da SHPP, após fazer a investigação de local de crime, representou pela prisão temporária que foi cumprida esta semana pela Delegacia de Homicídios da Área Sul.

O preso confessou a autoria do delito, sustentando que teria sido agredido pelo pai quando tentava manter uma conversa amistosa. Lucas ainda admitiu que ateou fogo no corpo para tentar simular um incêndio e apagar os vestígios do crime de homicídio.

Pelas informações passadas ao Blog do Gilberto Lima, o assassino foi preso, na semana passada, dentro da sala de aula na Universidade CEUMA, no Renascença. No momento da prisão, os policiais colocaram um pano no rosto do assassino para que não fosse filmado ou mesmo fotografado por outros estudantes que ficaram estarrecidos com a ocorrência.

Fonte: Blog do Gilberto Lima

Vídeo: chuva alaga São Luís e dificulta tráfego em vários bairros

Vários pontos de alagamento em São Luís com as chuvas das últimas horas

A capital São Luís, assim como várias cidades do Maranhão, amanheceu nesta segunda-feira (16) sob um forte temporal. As chuvas intensas provocaram alagamentos em diversos bairros da Região Metropolitana.

Um deles foi o Renascença. A principal avenida que dá acesso ao bairro, e uma das mais movimentadas da ilha, ficou completamente inundada dificultando a passagem de veículos. No retorno do Olho d’Água a situação é crítica também.

Confira nas fotos acima e imagens abaixo.

DPE-MA elege lista tríplice para o cargo de defensor Geral

Defensor Alberto Bastos
Defensor Alberto Bastos

Os defensores públicos do Estado do Maranhão elegeram na última sexta-feira (13) os candidatos que irão compor a lista tríplice para o cargo de defensor geral.

Concorreram à disputa eleitoral o atual defensor geral, Werther Lima Júnior e o defensor público Alberto Bastos, coordenador do Núcleo de Defesa do Consumidor.

De acordo com a apuração, o defensor Alberto Bastos obteve 123 votos e o atual gestor da DPE-MA, 52 votos.

A lista agora será encaminhada ao governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB).

Bombeiros resgatam vítima de acidente presa em ferragens em Pedreiras

O veículo caiu em um igarapé e o motorista ficou preso em ferragens
O veículo caiu em um igarapé e o motorista ficou preso em ferragens

O Corpo de Bombeiros realizou o resgate de uma vítima de acidente de trânsito neste fim de semana. O acidente ocorreu na cidade de Pedreiras, distante 276 km de São Luís. O motorista de um veículo do tipo picape Toro perdeu o controle do automóvel quando passava por uma ponte e caiu dentro de um igarapé.

O impacto causou grande avaria no veículo, que após a queda, permaneceu emborcado dentro do igarapé, o motorista, identificado como Dr. Vando, ficou preso às ferragens. Segundo testemunhas, Vando seguia em sua Toro, sentido Avenida Rio Branco, e, ao passar sobre a ponte, não conseguiu controlar o veículo, resultando no acidente.

O Corpo de Bombeiros de Trizidela do Vale e a Polícia Militar foram acionados para realizarem o atendimento, a prioridade era retirar o condutor das ferragens, já que o volume de água dento do automóvel ameaçava a vida do motorista. Os bombeiros usaram um desencarcerador hidráulico para realizar cortes no veículo e alcançar a vítima.

Após uma rápida intervenção da equipe, o motorista foi retirado com segurança e encaminhado para o hospital.