LUTO NA CULTURA: morre vítima de latrocínio a dançarina Ana Duarte

Ana Duarte foi vítima da violência e acabou assassinada por assaltantes
Ana Duarte foi vítima da violência e acabou assassinada por assaltantes

A Cultura maranhense está de luto. Morreu na madrugada deste sábado (26), vítima de latrocínio na BR 135, a dançarina e professora Ana Lúcia Duarte Silva. Ela estava conduzindo um veículo em companhia de uma amiga quando foi abordada por assaltantes e tentando escapar da ação dos criminosos acabou sendo alvejada mortalmente. Segundo informações da testemunha, Ana havia reduzido a velocidade e por esta razão foi vítima da ação de bandidos.

A perda da “musa do tambor de criola e de tantos outros dons” de forma tão brutal deixou amigos, familiares e admiradores inconsoláveis. Ana Duarte era muito conhecida pelo talento, força, alegria e bondade e vai deixar muitas recordações.

Na página pessoal da dançarina muitas homenagens estão sendo prestadas, como este vídeo abaixo que exibe o talento de Ana Duarte.

Câmeras de segurança flagram mais um assalto violento em São Luís; veja!

O assalto ocorreu na Rua Perdizes, no Jardim Renascença, Região Metropolitana de São Luís, na noite da última quinta-feira (24).

Um casal, que não teve tempo de reagir, foi abordado por dois assaltantes que vinham andando pela rua. A dupla se aproxima deles e de forma violenta rouba o veículo gol prata de placa NWZ 2679.

A polícia está de posse das imagens registradas por câmeras de segurança a fim de reconhecer os bandidos. Até o momento nenhum suspeito foi preso.

VÍDEO: torcida brasileira se revolta em eliminatória da Copa e grita “FORA PT”

Torcida se mostrou revoltada com o PT e a presidente Dilma Rousseff
Torcida se mostrou revoltada com o PT e a presidente Dilma Rousseff

A partida entre Brasil e Uruguai realizada na noite desta sexta-feira Santa (25) pelas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 na Arena Pernambuco, em Recife, foi marcada por vaias e decepção.

Além do placar do jogo que terminou num empate de 2 x 2 e não agradou o público, a torcida brasileira preparou um manifesto nas arquibancadas e cadeiras do estádio contra o Governo Dilma Rousseff entoando um grito de “FORA PT”.

Os pernambucanos já haviam anunciado que o protesto ocorreria logo após o hino nacional. O ato coloca o Governo Federal numa situação ainda mais vexatória perante outros países.

Veja nas imagens:

A partida marcou o 50º jogo da seleção brasileira como mandante nas eliminatórias, com 38 vitórias e 12 empates. Já o Uruguai segue com uma marca negativa: nos últimos 30 anos, venceu o Brasil apenas três vezes (duas em 1992 e outra em 2001).

Festa em São Benedito do Rio Preto: cidade comemora 67 anos de emancipação

O município de São Benedito do Rio Preto completa 67 anos de emancipação política. Neste 67 anos os 3 últimos sobre a gestão do Dr. Maurício Fernandes a cidade vem passando por grandes transformações.

Distante 238 Km da capital São Luís o município que nasceu da Vila de São Benedito território do município de Vargem Grande, em 1949 através da lei 156 de 21 de outubro de 1948, cria o município do Curuzu tendo como primeiro prefeito nomeado, Domingos Rodrigues Mesquita. Mais tarde adotando nome São Benedito por ter sido o antigo nome da vila e em homenagem ao santo padroeiro da cidade. Rio Preto foi usado por representar o rio que corta a cidade, e berço da colonização cidade.

São Benedito do Rio Preto hoje administrado pelo Dr. Maurício Fernandes, é antes de tudo uma referência na região da Baixada Maranhense, sendo o primeiro município da região a dá para seus estudantes escolas climatizadas, apostou na valorização dos professores com o pagamento de salários acima do piso nacional, melhorou a sua mobilidade recuperando todas as suas estradas vicinais. Em 67 anos de sua história os três últimos são para serem comemorados por toda a população.

BOMBA! Lula tem plano secreto para evitar prisão: pedir asilo à Itália

Lula e aliados estudam requerer que país europeu o receba como perseguido político
Lula e aliados estudam requerer que país europeu o receba como perseguido político

Numa crise que já revelou tramas e enredos antes inimagináveis, nada mais parece capaz de provocar surpresa nem espanto – e, no entanto, surpresa e espanto insistem em aparecer. Nos últimos dias, VEJA apurou o fio da meada que leva a um plano secreto destinado a tirar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva do Brasil, caso sua prisão seja decretada. O plano prevê que Lula pediria asilo a uma embaixada, de preferência a da Itália, depois de negociar uma espécie de salvo-conduto no Congresso, que lhe daria permissão para deslocar-se da embaixada até o aeroporto sem ser detido – e, do aeroporto, voaria para o país do asilo.

A cronologia do plano, de acordo com os detalhes que VEJA conseguiu levantar, pode ser resumida como se segue.

Domingo, 6 de março. Sob o impacto da 24ª fase da Operação Lava-Jato, na qual foi levado coercitivamente para depor na Polícia Federal, Lula reuniu seus principais conselheiros. Ali, debateram duas alternativas. A primeira era uma intervenção no governo de Dilma Rousseff, com Lula assumindo de fato o comando do país, como se tentou fazer com sua nomeação para a Casa Civil. A outra era uma solução mais drástica, sugerida por conselheiros para os quais o problema não era apenas político: Lula deixaria o Brasil de tal modo que pudesse se apresentar como vítima de uma perseguição política. Surgiram quatro opções de destino: Cuba, Venezuela, França e Itália.

Segunda, 7. A cúpula do PT, com base na discussão do dia anterior, destacou um emissário para sondar o regime cubano sobre o nível de proteção que Lula receberia de Havana caso se asilasse ali. A Venezuela foi logo descartada da lista em razão de sua instabilidade política. França e Itália continuaram no horizonte. As sondagens se prolongaram por quatro dias, até que, na quinta-feira, 10 de março, os promotores do Ministério Público, numa trapalhada jurídica, pediram a prisão preventiva de Lula. O ambiente ficou pesado e as negociações ganharam mais tração.

Quarta, 16. Enquanto o país ouvia as gravações da conversa telefônica entre Dilma e Lula, na qual a força-tarefa da Lava-Jato colheu indícios de que os dois agiam para obstruir a Justiça, uma sondagem desenrolava-se a quinze minutos do Palácio do Planalto: na embaixada da Itália. O embaixador daquele país, Raffaele Trombetta, promovia um jantar para quarenta convidados. Entre eles, aliados do ex-presidente com atuação destacada no mundo jurídico e no Congresso. Em determinado momento do convescote, Trombetta teve uma conversa franca e reservada com os emissários do ex-presidente. Foi perguntado sobre possíveis desdobramentos caso Lula se refugiasse no prédio da embaixada italiana e desse prosseguimento ao pedido de asilo político. Trombetta prometeu estudar as consequências. (Procurado por VEJA na semana passada, o embaixador Trombetta repassou o telefone a seu chefe de gabinete, Alberto La Bella, que se assustou ao ser perguntado sobre o plano de asilo para Lula. Disse La Bella: “Isso foi uma conversa particular do embaixador. Não sei o que dizer. O ministro Lula está no país. Acho difícil essa saída”.)

Manhã de sábado, 19. Um dia antes, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, suspendera a posse de Lula como ministro da Casa Civil, numa decisão que caiu como uma bomba no PT. Como havia perdido o foro privilegiado e seu caso voltara às mãos do juiz Sergio Moro, em Curitiba, Lula passava novamente a correr o risco de ser preso preventivamente a qualquer momento. Lula resolve envolver-se pessoalmente no plano, que até aqui vinha sendo tocado sem a sua intervenção direta. Lula quis detalhes do assunto. Perguntou como deixaria o país sem ser capturado pela Polícia Federal, como seria o contato com as autoridades estrangeiras e quais seriam os desdobramentos para a sua família.

Noite de sábado, 19. Diante dos questionamentos de Lula, um pequeno grupo de advogados e políticos reuniu-se num endereço nobre de Brasília e detalhou de modo mais concreto o plano de emergência. Mesmo sem contar ainda com a resposta do embaixador Raffaele Trombetta, o grupo decidiu que a melhor opção era realmente a Itália. O fato de a ex-primeira-dama Marisa Letícia ter cidadania italiana e de o direito ser extensivo aos filhos igualmente investigados na Lava-Jato facilitava as coisas. Na reunião, os conselheiros debateram o roteiro jurídico para que o ex-presidente pudesse ser autorizado a deslocar-se da embaixada em que viesse a se asilar até o avião em que partiria para o exterior. Ficou acertado que seria necessária “uma saída negociada” com as principais forças políticas de oposição, já que o salvo-conduto teria de ser previamente aprovado pelo Congresso. A missão política foi delegada ao advogado Sigmaringa Seixas, ex-deputado do PT, e ao ex-ministro Nelson Jobim, que tem bom trânsito junto a diversos partidos. No PMDB, o primeiro a ser procurado foi o presidente do Senado, Renan Calheiros. Em seguida, acionou-se o ex-ministro Moreira Franco, por sua proximidade com o vice-presidente Michel Temer.

Fonte: Revista VEJA

Advogados do MA tem até dia 31 para regularizarem situação junto a OAB

Thiago Diaz, presidente da OAB-MA
Thiago Diaz, presidente da OAB-MA

De acordo com a Resolução nº 019/2015, advogados, estagiários e provisionados inscritos na OAB-MA têm até o dia 31 de março para pagar a anuidade 2016. A OAB-MA permite o parcelamento da anuidade em até cinco vezes via boleto bancário e nove vezes via cartão de crédito. Para fazer jus ao parcelamento, a anuidade deverá ser requerida até dia 30 de março. Ou seja, um dia antes do vencimento. Após a data de vencimento, o valor da anuidade será atualizado mensalmente pelo Índice nacional de Preços ao Consumidor – INPC.

Para obter o boleto de pagamento da anuidade, os advogados inscritos na OAB-MA poderão emiti-lo, através do portal www.oabma.org.br no item SERVIÇOS ON-LINE ou diretamente no Setor Financeiro da Seccional, localizada na sede, no Calhau.

Vale ressaltar que com a redução do valor da taxa, em 15% pela nova gestão da OAB-MA passou a ser considerada uma das mais baratas do país. A seccional maranhense foi a única no país a aplicar um desconto no valor da taxa. A proposta de redução em 15% da anuidade foi aprovada por unanimidade na primeira reunião do Conselho, um dia após a posse da nova gestão.

As facilidades criadas visam dar oportunidades aos advogados para regularizarem a situação das dívidas junto à OAB-MA e reduzir a inadimplência.

VÍDEO: maranhenses de Paraibano protagonizam crime horroroso em SP

Magna matou Adriano a facadas
Magna matou Adriano a facadas

Um crime bárbaro ocorreu no início desta semana na cidade de Mogi das Cruzes, região Metropolitana de São Paulo, envolvendo dois maranhenses, ambos da cidade de Paraibano.

Magna Tais já tinha um histórico de violência. Ela postou um vídeo nas redes sociais há meses atrás onde ela aparecia destruindo o carro do ex-marido.

Recém separada, Magna conheceu Adriano Teixeira Carneiro, conterrâneo dela, pela internet. O fato de serem da mesma cidade e terem algumas afinidades os aproximou e então, há pouco mais de um mês eles moravam juntos em SP.

Na última segunda-feira, Magna e Adriano discutiram por conta de dinheiro e ela acabou matando o companheiro a facadas dentro do apartamento onde viviam. A vítima ainda chegou a pedir socorro aos vizinhos mas não resistiu.

Magna Taís está presa em Mogi das Cruzes e responderá por homicídio doloso.

Veja a reportagem exibida no Cidade Alerta, da TV Record:

BOM JARDIM: vereadores articulam contra Malrinete Gralhada

Malrinete Gralhada, prefeita de Bom Jardim
Malrinete Gralhada, prefeita de Bom Jardim

Vereadores do município de Bom Jardim estão se articulando contra a ex vice-prefeita e atual prefeita de Bom Jardim, Malrinete Gralhada (PMDB).

O Blog teve acesso a uma conversa entre os vereadores Arão, Sandra Salomão e Sandra onde ficou clara a intenção dos mesmos em afastar a prefeita do cargo por que ela não está compactuando com as pressões.

A intenção dos vereadores é de primeiramente afastar Malrinete, em seguida cassá-la.

Abaixo a transcrição da conversa:

conversa 1

conversa 2

Ouça abaixo os áudios da conversa entre os três vereadores oposicionistas:

ATENÇÃO: prorrogadas as inscrições do concurso para Agente Penitenciário

Inscrições vão até o domingo, 27 de março
Inscrições vão até o domingo, 27 de março

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Gestão e Previdência (Segep), prorrogou o prazo das inscrições do concurso público para provimento ao cargo de Agente Penitenciário até o dia 27 de março. O edital de prorrogação já se encontra disponível no site da Fundação Carlos Augusto Bittencourt (Funcab).

As inscrições para o concurso, que selecionará 100 candidatos para ocuparem o cargo de Agente Penitenciário, iniciaram no dia 22 de fevereiro. As vagas são destinadas às unidades prisionais localizadas no interior do Estado e serão distribuídas de acordo com as necessidades da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Sejap).

Podem participar candidatos com ensino superior completo em qualquer área e que possuam carteira de habilitação na categoria ‘B’. O vencimento inicial é R$ 3.283,56, e a carga horária é de 40 horas semanais. Os aprovados no certame pertencerão ao regime jurídico estatutário.

Ministério da Saúde atende pedido de Júnior Marreca e libera recursos

Júnior Marreca reunido com representante do MS
Júnior Marreca reunido com representante do MS

A pedido do deputado federal Júnior Marreca (PEN-MA), junto ao chefe da Assessoria Parlamentar do Ministério da Saúde, Marcelo Alexandre, durante reunião realizada na semana passada, foi liberado recurso para a Unidade Básica de Saúde do município de Bacabeira.

Na ocasião, o parlamentar foi acompanhado do prefeito Alan Linhares. Marreca cobrou a liberação do recurso e o pleito foi atendido com bastante celeridade pelo Ministério da Saúde.

Em apenas um dia, a segunda parcela do recurso já estava à disposição do município. Foi liberado o valor de R$ 244.800,00 para que a prefeitura dê continuidade às obras da Unidade Básica de Saúde que estão paradas desde 2014.

O parlamentar comemorou a conquista e colocou-se à disposição na luta por mais qualidade de vida para o povo maranhense.