Governo entrega outra unidade do Escola Digna, uma das maiores de São Luís

A escola vai beneficiar mais de mil alunos e quase 100 professores

Mais de 1.140 alunos e quase 100 professores do Centro de Ensino Barjonas Lobão, uma das maiores escolas da capital, receberam nesta sexta-feira (22), a entrega da completa reforma realizada no prédio, construído há 23 anos, localizada no bairro do Cohatrac, em São Luís.

A entrega da obra foi realizada pelo governador Flávio Dino, que destacou a importância do programa Escola Digna para o desenvolvimento das condições econômicas e sociais do estado. “Essa é a forma de mostrar na prática o que é um projeto de desenvolvimento e mudança da sociedade. Só a educação é capaz de corrigir e reverter as injustiças sociais”, declarou.

O Centro de Ensino foi inaugurado em 1994

O Centro de Ensino foi inaugurado em 1994 e, desde então, nunca passou por uma reforma geral, o que acumulou diversos problemas em sua estrutura, como infiltrações, rede elétrica comprometida e problemas com o mobiliário, como destacou a estudante Mariana Tugeiro.

“A escola estava realmente precária, os banheiros eram a pior parte. As carteiras estavam sem condições, nós furávamos as calças porque eram cheias de prego”, contou.

Com investimentos de R$ 2.780.240,54, foram feitos a recuperação de todo o telhado da escola, revisão e troca das instalações elétricas, hidrossanitária, pintura geral, troca de subestação de energia, entre outros serviços no prédio escolar que conta com mais de 9 mil m² de área construída.

Foram reformadas todas as salas, auditórios e três laboratórios que agora começarão a funcionar. A quadra da escola também recebeu melhorias. E o vestiário pôde voltar a ser utilizado.

Testes indicam que vacina contra zika pode prevenir a transmissão na gravidez

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (22) pela revista Nature Communications

A vacina contra zika desenvolvida pelo Instituto Evandro Chagas (IEC) apresentou resultado positivo nos testes em camundongos e macacos. A aplicação de uma única dose da vacina preveniu a transmissão da doença nos animais e, durante a gestação, o contágio dos filhotes. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (22) pela revista Nature Communications, segundo a pasta.

Os testes pré-clínicos foram realizados simultaneamente no Instituto Nacional de Saúde (NIH), Universidade do Texas e Universidade Washington, dos Estados Unidos, todos parceiros da pesquisa. Os testes obtiveram sucesso em seu objetivo, que é impedir que o vírus zika cause microcefalia e outras alterações do sistema nervoso central tanto nos camundongos quanto nos macacos. Já os testes em humanos devem ser realizados, a partir de 2019, na Fiocruz/Biomanginhos, no Rio de Janeiro.

Do grupo controle que não tomou a vacina, as fêmeas de camundongos tiveram aborto por conta da transmissão do vírus zika ou seus filhotes nasceram com microcefalia e outras alterações neurológicas.

Esterilidade em machos

Além dos testes em fêmeas, foram feitos testes em camundongos machos. Um dos achados científicos inéditos é que o vírus Zika pode ser capaz de causar esterilidade. A infecção nos animais reduziu consideravelmente a quantidade de espermatozoides, a mobilidade deles (ficaram praticamente imóveis) e o tamanho dos testículos (atrofia). Esses testes não foram realizados nos macacos.

No entanto, segundo o ministério, não é possível afirmar que o efeito também se aplique aos seres humanos e são necessários mais estudos para entender a dimensão deste problema. Os testes da vacina, entretanto, também tiveram sucesso na proteção dos camundongos machos.

A pesquisa ainda não chegou a testar a capacidade dos animais de engravidarem fêmeas após os danos constatados nos testículos, por isso, ainda não é possível apontar o impacto de esterilização nesses animais.

“O que se sabe é que há uma grande quantidade de vírus na excreção do esperma, que significa que o vírus tem bastante capacidade de se replicar, causando a destruição das células que resulta em diminuição dos testículos e, consequentemente, a esterilidade”, disse o diretor do IEC, Pedro Vasconcelos, em nota.

Fonte: Agência Brasil

Sobe pelo quarto mês seguido, emprego com carteira assinada no MA

O crescimento em agosto também é superior à do Nordeste

O Maranhão teve em agosto o quarto mês seguido de crescimento do emprego com carteira assinada. De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, foram 1.734 vagas formais a mais no estado.

O número é maior do que o verificado em julho, quando foram gerados 1.567 postos. Além disso, mesmo com a crise financeira no Brasil, o Maranhão conseguiu atingir saldo positivo no acumulado do ano.

O desempenho é melhor do que o conjunto do Nordeste, que ainda tem saldo negativo de janeiro a agosto de 2017, com perda de 62.139 vagas.

Crescimento maior

A taxa de crescimento do emprego com carteira assinada em agosto no Maranhão (0,37%) também é superior à do Nordeste (0,32%) e à do país (0,09%) no mesmo mês. O aumento das vagas formais no Maranhão em agosto foi puxado pela Indústria de Transformação, pela Construção Civil e pelos Serviços.

Os investimentos públicos e as obras que o Governo do Maranhão executa vêm contribuindo fortemente para a geração de vagas. Programas como o Mais Empregos e o Juros Zero também têm ajudado a combater a crise financeira nacional.

Conselho Estadual de Educação recebe homenagem da Assembleia Legislativa

Secretário Felipe Camarão destacou o papel do Conselho para a qualidade social da educação

Os 55 anos do Conselho Estadual de Educação (CEE) do Maranhão foram comemorados, em sessão solene, nesta quinta-feira (21), na Assembleia Legislativa do Estado. O evento, que reuniu conselheiros, deputados, gestores de educação e representantes do poder público e de instituições de ensino superior, foi proposto pelo deputado Professor Marco Aurélio (PCdoB).

O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, representou o governador Flávio Dino e destacou o papel do Conselho para a qualidade social da educação. “Ao longo de sua trajetória, bravas mulheres e bravos homens passaram pelo Conselho, e na atual composição temos baluartes do nosso estado, que representam a pluralidade da educação maranhense e trabalham com afinco pela qualidade social nos sistemas de ensino. Neste momento em que vive o Brasil com a reforma do Ensino Médio e a Base Nacional Comum Curricular, o Conselho tem o papel de protagonista, debatendo amplamente esses temas com a sociedade de forma responsável e sempre focado na formação dos cidadãos”, realçou o secretário.

O professor José Ribamar Bastos, presidente do CEE, também foi homenageado pelo trabalho que vem desempenhando à frente do órgão. “O Conselho Estadual de Educação vem contribuindo de forma expressiva para a melhoria da qualidade da educação maranhense e dos indicadores do Estado. Sinto-me emocionado por fazer parte desse momento. Agradeço pelo carinho e homenagem. São 55 de lutas no sentido de oferecer à sociedade uma educação justa e de contribuição com orientações aos sistemas de ensino público e privado do estado”, ressaltou o professor.

O Conselho

O Conselho de Educação é um órgão colegiado, participativo, representativo e autônomo, com funções normativas, consultivas deliberativas, propositivas e, uma função crescente de avaliação, onde se insere o trabalho de inspeção e de fiscalização escolar, um espaço de interação/reflexão da sociedade civil, constituído por professores, especialistas em educação, entidades ligadas à educação e segmentos organizados da sociedade, como pais, alunos, associação de moradores e outras organizações ligadas à educação, pública e privada, indicados de forma democrática.

Papa anuncia fim da possibilidade de recurso para padres que cometem abusos

Papa Francisco

O papa Francisco anunciou nesta quinta-feira (21) que um religioso efetivamente condenado por abuso sexual contra um menor de idade não poderá apresentar recurso e jamais terá a graça concedida. O pontífice fez este anúncio ao receber os membros da Pontifícia Comissão para a Tutela dos Menores, organismo criado por ele há quatro anos para trabalhar pela educação e prevenção de abusos dentro da Igreja Católica. A informação é da EFE.

Francisco, que tinha um discurso escrito, deixou o protocolo de lado para falar de improviso sobre algumas das preocupações e acusações de atraso que surgiram sobre como a Igreja está enfrentando o problema e reconheceu que existe lentidão na hora de analisar os muitos casos que chegam.

Segundo o papa, os atrasos se devem a dois fatores: falta de pessoal e os vários pedidos de recurso. “Os advogados trabalham para tentar diminuir a pena, porque é disso que os advogados vivem”, explicou o pontífice, lembrando que então todos os aspectos legais são analisados novamente, provocando mais atraso.

Diante disso, Francisco anunciou que está trabalhando para que quando um abuso for provado, isso será suficiente para não admitir recurso. “Se há provas, ponto. (A sentença) é definitiva”, declarou.

Para Francisco, uma pessoa que comete um abuso é “doente” e não pode ser perdoada porque pode voltar a cometer o mesmo crime dentro de pouco tempo. “Temos que botar na cabeça que é uma doença”, afirmou ele, reiterando a “tolerância zero contra os abusos”.

Durante o seu discurso, o papa citou o árduo trabalho da Comissão e disse que a Igreja demorou a “tomar consciência” sobre este problema. Entre as pessoas que ouviram as palavras de Francisco estavam o inglês Peter Saunders e a irlandesa Marie Collins, que sofreram abusos sexuais de padres durante a infância.

Fonte: Agência EFE

Clínica é alvo de bandidos pela segunda vez, em menos de um mês no Maiobão

A primeira ocorrência ocorreu no dia 26 de agosto

Uma tentativa de assalto foi registrada a uma clínica odontológica localizada no bairro Maiobão, em Paço do Lumiar, Região Metropolitana de São Luís, na tarde desta quinta-feira (21). A ação criminosa aconteceu por volta de 16h, horário em que o atendimento aos clientes é intenso, comandada por três homens armados. Segundo informações preliminares, um deles foi baleado. A principal hipótese é a de que um cliente armado reagiu. Os outros assaltantes estão foragidos.

Essa não é a primeira ocorrência no estabelecimento. No mês passado, dois homens entraram na clínica e roubaram pertences de funcionários e clientes. De acordo com imagens registradas por câmeras de segurança, pode-se ver que dentistas tentam esconder aparelhos celulares mas sob a mira de uma arma de fogo são obrigados a entregar os objetos. Veja abaixo o vídeo da primeira ocorrência, registrada no dia 26 de agosto de 2017.

PARAIBANO: MP solicita reabertura de agência bancária fechada desde 2016

Única agência bancária no município, fechada desde 2016

A reabertura da agência do Banco do Brasil, no município de Paraibano, foi solicitada pelo promotor de justiça Gustavo Pereira Silva, do Ministério Público do Maranhão (MPMA), em Ação Civil Pública proposta nessa quarta-feira (20). Consta na ação que essa é a única agência bancária existente no município, fechada desde 2016, em razão do número de assaltos ocorridos no local.

Conforme explicou o promotor de justiça, o fechamento da agência tem privado os consumidores do município de realizarem movimentações financeiras, que estão sendo obrigados a percorrer no mínimo 40 km para efetuarem saques de valores monetários.

Em resposta a ofício enviado pelo MPMA no último mês de agosto, o Banco do Brasil informou que o estabelecimento foi transformado em posto de atendimento, sem movimentação de dinheiro. Uma ação criminosa, na qual bandidos explodiram caixas eletrônicos da agência, teria determinada a suspensão das atividades.

“Tal fato tem causado a descontinuidade nesse serviço público de índole essencial, de caráter contínuo, sem ofertar qualquer alternativa aos seus usuários, provocando enormes dissabores e transtornos, afetando, inclusive, a economia local, ante a impossibilidade de circulação de dinheiro e prejudicando a realização de transações financeiras feitas exclusivamente por intermédio de agência bancária”, completou Gustavo Pereira Silva.

Além do restabelecimento das atividades da agência, possibilitando saque em dinheiro e emissão de talões de cheque, a Promotoria de Justiça da Comarca de Paraibano solicitou que o Banco do Brasil seja compelido a informar e disponibilizar canais de comunicação, Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) e Ouvidoria para que os consumidores possam efetuar cancelamento, suspensão de contratos e serviços, reclamações, tirar dúvidas ou obter informações sobre produtos e serviços.

Em caso de descumprimento, foi sugerido o pagamento de multa diária no valor de R$ 100 mil ou outro valor estipulado pela Justiça.

Polícia identifica os acusados pelo resgate dos menores infratores da Funac

Delegado Tiago Barbal, superintendente da Seic

A Polícia Civil já identificou os quatro homens que participaram do resgate de dois internos do Centro de Juventude Canaã, unidade da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac) em frente à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Vinhais, em São Luís.

Com a apreensão de uma adolescente de 16 anos, que participou do resgate dos menores infratores, a polícia conseguiu identificar os outros bandidos que participaram da ação, segundo informou o delegado Tiago Bardal, superintendente da Seic.

A garota, que é namorada de um dos adolescentes, teve participação ativa na ação, pois ficou responsável por informar se os internos do Centro de Juventude Canaã estavam sendo escoltados pela Polícia Militar ou não. “Ela disse que os tiros disparados foi para espantar as pessoas na rua”, afirmou Tiago Bardal.

Os dois adolescentes de 15 e 16 anos estavam internados na unidade cumprindo medidas socioeducativas por terem envolvimento com organizações criminosas e com o tráfico de drogas. A Polícia Civil informou que já realizou os pedidos de prisão preventiva dos quatro envolvidos.

Ainda segundo a polícia, os dois adolescentes fingiram que estavam passando mal para serem levados até a UPA do Vinhais, onde já tinham dois carros e uma moto aguardando para resgatar os menores infratores.

Os demais envolvidos, inclusive os dois adolescentes que fugiram, ainda não foram localizados pela polícia.

Passagens de avião ficam mais baratas no Maranhão

A tarifa média para o Maranhão, no semestre, ficou a R$ 355,31

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) divulgou, na última terça-feira (19), a 37ª edição do Relatório de Tarifas Aéreas Domésticas com dados referentes ao primeiro semestre de 2017. A tarifa aérea média doméstica real no período apurado correspondeu a R$ 323,62, valor 2,6% menor do que o apurado no mesmo período de 2016, em valores atualizados pelo IPCA a junho de 2017. Entre os estados, a tarifa média para o Maranhão, no semestre, ficou a R$ 355,31, acima da média nacional.

Das tarifas aéreas domésticas comercializadas ao longo do primeiro semestre de 2017, 58,2% foram inferiores a R$ 300,00 e 10,2% abaixo de R$ 100,00. Valores superiores a R$ 1.500,00 corresponderam a 0,4% do total.

Quilômetro voado

O valor pago por quilômetro voado, indicador conhecido no setor aéreo como yield, apresentou queda de 4,9% no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período de 2016, para R$ 0,2825/km, de acordo com dados da Anac. Trata-se do menor nível registrado para o 1º semestre na série histórica iniciada em 2002, segundo a agência reguladora.

No âmbito regional, entre as 27 unidades da federação, apenas o Distrito Federal apresentou alta no primeiro semestre de 2017, em comparação com igual período do ano anterior, apresentando alta de 4,6%. Por sua vez, passageiros com origem ou destino em Roraima, na região Norte, experimentaram a redução mais expressiva, da ordem de 14,7%. Para o Maranhão, a variação foi de -6,2%.

Entre os 15 pares de regiões do país, 12 registraram redução real no Yield Tarifa Aérea Médio Doméstico na comparação dos seis primeiros meses de 2017, com igual período de 2016. A maior alta ocorreu no par Centro Oeste/Nordeste (+8,8%) e a variação negativa mais relevante ocorreu nas linhas aéreas entre Norte e Nordeste (-15,5%).

Fonte: O Imparcial

Flávio Dino entrega Hospital Regional de Balsas

O Hospital vai beneficiar cerca de 246 mil habitantes

O Hospital Regional de Balsas foi entregue nesta quarta-feira (20), pelo governador do Maranhão, Flávio Dino, ao lado do secretário de Estado de Saúde, Carlos Lula. A unidade tem 50 leitos e vai atender uma região com 246 mil habitantes. A inauguração encerra uma espera de décadas dos moradores, que muitas vezes tinham que ir para Imperatriz para receber atendimento mais complexo.

“Há três anos, eu tive que levar minha mãe com urgência para Imperatriz, arriscando não chegar viva. Se já tivesse um hospital assim, não teria precisado. Vai salvar muitas vidas”, diz a moradora Maria de Abreu.

O governador Flávio Dino afirmou estar “muito feliz por concretizar um objetivo de décadas”. Ele ressaltou que o hospital não substitui, e sim complementa o trabalho dos municípios na Saúde, uma vez que a unidade é destinada a casos mais graves. É por isso que o novo hospital tem uma UTI equipada com equipamentos de última geração.

A unidade de saúde possui 4.000m² e 50 leitos disponíveis, com dez leitos de UTI Adulto, seis de Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Convencional e quatro de Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Canguru.

O hospital ofertará, ainda, atendimento nas especialidades de clínica médica, ginecologia, obstetrícia, cirurgia geral e pediatria, além de exames laboratoriais e diagnósticos em oftalmologia e cardiologia; e serviços de diagnóstico por imagem como ultrassonografia, mamografia, exames de radiologia, tomografia e endoscopia.