Homem é preso em agência da Caixa em São Luís aplicando o ‘golpe do envelope’

Carlos Magno, vulgo 'Carioca'
Carlos Magno, vulgo ‘Carioca’

Uma guarnição da Polícia Militar do CPAM II do 6º BPM que realizava rondas pela Avenida Guajajaras, no bairro São Cristóvão em São Luís, na tarde desta segunda-feira (26) prendeu um homem identificado como Carlos Magno Muniz De Souza, vulgo ‘Carioca’ dentro da agência bancária da Caixa Econômica.

Ele já havia sido detido por populares acusado de estelionato. Ao ser acionada por populares, a guarnição encontrou com o suspeito um envelope bancário de uma das vítimas contendo a quantia de R$ 1 mil. Carioca usava o golpe de oferecer ajuda as pessoas no depósito no caixa eletrônico e fazia a troca de envelopes ficando com o envelope das vítimas.

Foi dada voz de prisão e o suspeito foi apresentado no plantão de Polícia Civil da Cidade Operária (DECOP), sem lesões corporais.

Carioca possui uma ficha de antecedentes criminais extensa e já foi preso antes por estelionato, furto, roubo, ameaça violência doméstica entre outros.

Maranhão terá mais 211 escolas da Rede Estadual reformadas

Mais de 300 escolas já reformadas pelo Governo do Estado
Mais de 300 escolas já reformadas pelo Governo do Estado

O Governador Flávio Dino anunciou, nesta segunda-feira (26), a reconstrução de mais 211 escolas da rede estadual de ensino, por meio do Programa ‘Escola Digna’. As ordens de serviço para recuperação das escolas serão assinadas nesta terça-feira (27), em cerimônia realizada no Salão de Atos do Palácio dos Leões.

Os serviços de manutenção e reparos contemplam a recuperação de telhados, fachadas, pintura, requalificação das redes hidráulica e elétrica, além de instalação de aparelhos de ar condicionado em unidades localizadas em 139 municípios maranhenses, beneficiando 94 mil estudantes, professores e demais servidores da Rede.

“Estamos fazendo um grande esforço de recuperação. Uma infraestrutura digna é um passo fundamental para termos uma educação de qualidade. Vamos chegar a todas as escolas estaduais até 2018”, disse Flávio Dino ao observar que a atual gestão recebeu as escolas da rede estadual destruídas.

Dentro do programa de reconstrução, o governo do Maranhão incluiu 16 unidades escolares indígenas, em 16 aldeias, de oito municípios nas UREs de Santa Inês (6), Zé Doca (1), Imperatriz (4) e Barra do Corda (05), beneficiando a 2.989 alunos indígenas.

Com o anúncio da reforma das 211 unidades escolares, elas se juntarão as mais de 300 escolas já reformadas pelo Governo do Estado, totalizando 574 escolas completamente recuperadas.

Além da reforma das escolas da Rede, o governo do Maranhão investe em parecerias com as prefeituras municipais para a substituição de escolas de taipa por unidades de alvenaria reequipadas.

VÍDEO: assalto mobiliza Pedreiras e termina em tiroteio e linchamento

Assalto com reféns mobiliza a cidade de Pedreiras

A rua da Estrela, esquina com a Travessa Cantanhede virou cenário de filme, na tarde desta segunda-feira (26), em Pedreiras. O que chamou a atenção de muita gente foi um assalto a um depósito de bebidas do ex-candidato a vice-prefeito, Dinart Nunes.

Segundo informações de um policial civil de Parauapebas (PA), eles estariam no depósito comprando cerveja para uma confraternização, quando quatro bandidos chegaram anunciando um assalto. Houve luta corporal, um policial civil foi golpeado na cabeça por um facão, mas ainda conseguiu alvejar um dos assaltantes.

A Polícia Militar foi acionada e chegou rápido ao local, que foi cercado por todos os lados. A PM chegou a ficar em ponto estratégico com armas apontadas para a residência, onde algumas pessoas estariam sido usadas como reféns. Foi mais de uma hora de tensão. A todo instante PMs pareciam que iam agir se posicionando para invadir a casa, mas recuavam imediatamente.

Finalmente, quando conseguiram adentrar o local, segundo informações dos policiais, apenas a família estava dentro de casa, que os três bandidos tinham fugido. Dinart Nunes, durante entrevista a rádio Cidade, disse que tudo acabou bem, a família foi liberada e os bandidos tinham escapado levando uma grande quantia em dinheiro, jóias e cheques de clientes. Ninguém ficou ferido. Tanto a esposa, como a filha, ficaram sob a mira de um revólver, na cabeça. O empresário  esteve na 14ª DRPC prestando depoimentos.

O Comandante do 19º Batalhão de Polícia Militar de Pedreiras, Tenente-coronel Everaldo, disse que as imagens das câmeras foram analisadas, e que o reconhecimento do bando não irá demorar.

Tanto o bandido que foi alvejado por um disparo de arma de fogo, e, o policial civil, que foi alvo de um golpe de facão na cabeça, foram transferidos para o hospital de Presidente Dutra.

Na fuga um dos meliantes chegou a ser linchado pela população mas correu e conseguiu fugir a tempo de evitar o pior. Houve tumulto e correria pelas ruas da cidade. Veja nos vídeos abaixo extraídos do Blog do Carlinhos Filho.

As informações acima são do Blog do Sandro Vagner

Restaurante de São Luís é interditado por má conservação de alimentos

Restaurante Capote na Cohama é interditado pelo Procon-MA e Vigilância Sanitária

O Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-MA) e a Vigilância Sanitária de São Luís interditaram o restaurante O Capote, da Cohama, nesta segunda-feira (26), por irregularidades quanto à conservação de alimentos. O estabelecimento ficará fechado ao público até que se regularize.

A fiscalização foi realizada após o recebimento de denúncias de consumidores sobre suspeitas de más condições de higiene. A ação visa proteger o bem-estar dos consumidores. “Buscamos de forma rápi e definitiva atender os pleitos dos consumidores. Essa ação tem como objetivo garantir o pleno direito à vida, saúde e segurança todo consumidor tem”, destacou o presidente do Procon/MA, Duarte Júnior.

De acordo com o agente fiscal da Vigilância Sanitária, Jorge Bispo, o restaurante não poderá funcionar até que se regularize. “Nós constatamos que os freezers não estão em condições adequadas para uso e há alimentos armazenados também de maneira inadequada. Até que se regularize, o restaurante não tem condições de oferecer alimentação”, afirmou o fiscal.

Cabe ressaltar que o Artigo 20 Parágrafo 2° do Código de Defesa do Consumidor considera impróprios os serviços que se mostrem inadequados para os fins que deles se esperam.

Em notificação, o Instituto também cobrou que se apresentem comprovantes quanto à regularidade do alvará de funcionamento, cobrança opcional da taxa de serviço e informações claras e precisas aos consumidores. O restaurante O Capote permanecerá interditado até que solucione todas as irregularidades e terá ainda o prazo de 10 dias para comprovar as adequações referente aos demais itens exigidos.

Bares da Litorânea em São Luís não poderão cercar área pública; diz MP

Avenida Litorânea em São Luís

O Ministério Público do Maranhão, por meio das Promotorias de Justiça de Controle Externo da Atividade Policial, emitiu Recomendação para que os estabelecimentos comerciais situados na Avenida Litorânea em São Luís se abstenham de cercar, durante as festas de fim de ano, áreas públicas contíguas às barracas ou na areia, com o objetivo de cobrar o acesso às áreas ou a utilização de mesas.

No texto, os promotores de justiça José Cláudio Cabral Marques e Cláudio Guimarães advertem os comodatários dos estabelecimentos de que no dia 31 de dezembro a Avenida Litorânea será alvo de intensa fiscalização, com a participação do Ministério Público, e que o descumprimento da Recomendação irá ensejar a imediata interdição do espaço, além de medidas judiciais cabíveis.

Os membros do Ministério Público esclarecem que a medida deve-se ao fato de que, em anos anteriores, de forma ilegal, alguns estabelecimentos da área da Avenida Litorânea apropriaram-se de área pública com a finalidade de obtenção de lucros.

Governo Federal libera R$ 962 milhões para custeio de 1.966 serviços do SUS

Foto Reprodução

O Ministério da Saúde vai liberar R$ 962,3 milhões para o funcionamento de 1.966 serviços na rede pública. A medida, segundo a pasta, garante o atendimento da população em unidades que já estavam em atividade, mas sem a contrapartida do governo federal. As portarias devem ser publicadas ainda esta semana no Diário Oficial da União.

Entre os serviços contemplados estão 53 para atendimento de pacientes com câncer, 71 para assistência a gestantes e bebês, 421 para a rede de urgência e emergência, 94 para assistência em unidades de terapia intensiva e 39 para cuidados de pessoas com deficiência.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, avaliou que o montante só pode ser liberado graças a otimização dos gastos públicos. Durante entrevista aos jornalistas, ele informou que, nos 200 dias em que esteve à frente da pasta, foi alcançada uma eficiência econômica total de R$ 1,9 bilhão.

Esses novos recursos, resultado de uma economia no período de setembro a dezembro deste ano, devem beneficiar, segundo Barros, 1.057 municípios de todas as unidades da Federação. “Temos boas notícias. Estamos investindo muitos recursos a mais em saúde”, disse.

Repelentes

Apenas a negociação para a compra de repelentes, de acordo com o ministro, gerou uma economia de R$ 128 milhões aos cofres públicos. Foram adquiridas pelo governo federal um total de 3 bilhões de horas de proteção contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

A compra dos produtos, segundo Barros, ainda está em processo de licitação. A expectativa da pasta é que, em até 15 dias após a conclusão desta fase, o fornecimento dos repelentes a gestantes do Programa Bolsa Família seja iniciado.

Fonte: Agência Brasil

Obras e ações expandiram e melhoraram sistema educacional de Ribamar

Prefeito Gil Cutrim construiu várias novas unidades escolares
Prefeito Gil Cutrim construiu várias novas unidades escolares

O sistema educacional do município de São José de Ribamar, nestes seis anos (2011/16), cresceu e melhorou consideravelmente devido aos investimentos eficazes feitos pela gestão do prefeito Gil Cutrim (PDT) e que fizeram, por exemplo, que dezenas de escolas superassem as metas nacional e estadual estabelecidas no Índice de Desenvolvimento da Educação (Ideb).

Foram construídas várias novas unidades de ensino, dentre elas as Escolas Municipais do Miritiua, Raimundo Rocha Leal Júnior, Alto do Turu, Liceu Ribamarense II (esta, funciona em tempo integral), Residencial Olímpico, Acto Juvêncio e as Creches Municipais do Turiúba, Nova Aurora e Novo Miritiua, por exemplo.

Quarenta e quatro outras unidades foram totalmente revitalizadas e 16 receberam serviços de reforma, ampliação e climatização. As Bibliotecas Municipais José Sarney (sede) e das Vilas tiveram suas estruturadas recuperadas, foram climatizadas, receberam computadores interligados à internet e os acervos ampliados.

Até 2010, apenas uma Escola Municipal (o Liceu I, situado na sede da cidade) possuía laboratório de informática. Através do programa Acesso Amigo, implantado por Gil Cutrim, 30 instituição públicas de ensino de São José de Ribamar possuem, hoje, laboratórios de informática, que estão contribuindo significativamente na formação dos estudantes.

A expansão da rede física proporcionou, além da melhora na qualidade de ensino, aumento da oferta de vagas em sala de aula. Atualmente, 22.967 alunos estão matriculados na rede de ensino da cidade, número, este, 29,82% maior em relação ao quantitativo computado em 2010.

A prefeitura otimizou o serviço de transporte escolar, inserindo no sistema novos ônibus. Os estudantes recebem, gratuitamente, fardamento escolar (dois blusões, duas calças, mochila e tênis) e material didático. A merenda servida nas unidades de ensino continua sendo de qualidade e é preparada utilizando produtos adquiridos pelo município junto aos pequenos agricultores e criadores, através do programa de aquisição de alimentos.

Professores valorizados – Os profissionais do magistério foram valorizados pela administração municipal. De 2011 a 2015, cinco reajustes salariais foram concedidos à categoria. Juntos, somam 68% de ganhos salariais. Este ano, é importante destacar, foram concedidos outros dois reajustes (de 13,01% e 11,36%) retroativos a 2015.

Ideb – As escolas municipais Liceu Ribamarense I e Liceu Ribamarense II continuam sendo destaque no Maranhão e Brasil no quesito educação pública de qualidade.

As instituições públicas de ensino em tempo integral, de acordo com o resultado do último Ideb, superaram as metas nacional (4,6 pontos), estadual (4,3) e da rede privada (6,1) estabelecidas pelo Ministério da Educação. O Liceu I alcançou 7,6 pontos. Já o Liceu II, localizado no Parque Jair, pontuou em 6,2.

Outras vinte escolas da rede municipal de ensino de São José de Ribamar superaram a meta nacional, situação que mostra, verdadeiramente, que o ensino público na cidade continua sendo valorizado e recebendo investimentos concretos por parte da administração municipal.

Natal violento em São Luís com vários mortos; um deles decapitado

Foi encontrado apenas o corpo da vítima; a cabeça não foi localizada

O penúltimo fim de semana do ano foi considerado um dos mais violentos com cerca de seis homicídios registrados na Região Metropolitana de São Luís. Mesmo com o clima Natalino a violência imperou.

Um dos crimes ocorridos chamou atenção pela crueldade. No último sábado (24), véspera de Natal, um homem identificado como Antônio Marcos Ferreira Oliveira, de 40 anos d idade, foi encontrado decapitado dentro da quitinete onde residia na Avenida Edison Lobão, no bairro da Vila Janaína próximo à Cidade Operária. O detalhe é que policiais militares do 6º BPM acionados por moradores da localidade para atenderem a ocorrência só encontraram o corpo da vítima. A cabeça não foi localizada.

A Polícia Civil, Instituto Médico Legal (IML) e peritos do Instituto de Criminalística (Icrim) também foram acionados e o caso já está sendo investigado. A esposa de Antônio Marcos, Organete Lima Sousa, de 43 anos, prestou depoimento na Delegacia Especial da Cidade Operária (Decop) ainda ano sábado.

De acordo com o delegado Felipe Freitas, que está à frente às investigações, o crime pode ter sido praticado por integrantes de facções criminosas mas a motivação ainda não foi confirmada e ninguém foi preso.

Imóveis do Minha Casa Minha Vida são vendidos de forma ilegal em São Luís

Do MA 10

Com valores baixos e pouca fiscalização, os imóveis são vendidos com parcelas a partir de R$ 25

Moradores de residenciais entregues pela Prefeitura de São Luís, por meio do Programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal, estão colocando à venda, em um site de anúncios, imóveis financiados pelo programa. Em um dos anúncios, um apartamento do Residencial Ribeira, cujas chaves foram entregues em maio de 2015, está sendo vendido por R$ 12 mil. “O comprador assume as prestações de R$ 25 mensais, não paga água e nem condomínio, somente luz”, diz o anunciante.

Outro anúncio põe à venda, por R$ 12.500, uma casa no Residencial Santo Antônio, que também integra os imóveis financiados pelo programa social. “Casa nova, com dois quartos, sala, cozinha, banheiro amplo e quintal com uma área muito boa”, diz o anúncio.

Residencial Ribeira foi entregue em maio de 2015

Com parcelas variando entre R$ 25 e R$ 35, alguns beneficiários do programa de habitação estão aproveitando para alugar os imóveis por até R$ 400 ou para revender. “Pelas regras do programa Minha Casa Minha Vida, os sorteados só poderiam se desfazer do imóvel dez anos depois de receberem as chaves, quando termina o financiamento na Caixa Econômica Federal”, explica o presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Maranhão (CRECI-MA), Raimundo Torres.

Sem fiscalização da Caixa, as negociações seguem em sites de anúncio na web. A reportagem do MA10 contatou um dos vendedores, simulando um suposto interesse no imóvel. Questionamos o anunciante sobre a irregularidade da venda, mas ele garantiu que o negócio é seguro. “Não tem fiscalização, então não há nada para se preocupar, o morador pode comprar e morar tranquilamente”, disse.

No Residencial Pitangueiras, outro empreendimento com unidades entregues e financiadas pelo programa, também há imóveis à venda. O apartamento, com dois quartos, sala, cozinha e banheiro, tem prestações de R$ 25 e taxa de condomínio de R$ 100. O valor da venda é de R$ 20 mil.

Em nota, a Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação afirmou que o financiamento dos imóveis do Minha Casa Minha Vida é de responsabilidade da Caixa Econômica Federal, e que todos os moradores recebem, no ato de assinatura do contrato, a explicação de que não é permitida a venda, locação ou cessão do imóvel. Um ofício foi enviado pela Secretaria à Caixa, informando sobre a questão, mas ainda não teve resposta.

O MA10 solicitou posicionamento da Caixa Econômica Federal, referente à fiscalização da venda irregular de imóveis, mas não obteve retorno.