TRE decide legalizar coligações do Partido Verde

Froz Sobrinho-Presidente do TRE
Froz Sobrinho-Presidente do TRE

Na tarde desta quinta-feira (31), o TRE-MA decidiu acabar, pelo menos por enquanto, a novela da coligação do Partido Verde.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão deferiu hoje (31), por 4 votos a 3,  a correção proposta pelo PV em sua ata de convenção e homologou a sua entrada na coligação “Pra Frente, Maranhão”, encabeçada pelo senador Edison Lobão  Filho (PMDB) como candidato a governador.

A participação do PV nas coligações proporcionais também foi aprovada.

O questionamento à participação do partido na coligação governista foi feito pelo petista Márcio Jardim. Ele alegava que a ata da convenção da legenda não formalizava a aliança.

promotor Regis Michael
promotor Regis Michael

Ao julgar o assunto, a Corte Eleitoral acatou, por maioria e de acordo com o voto do juiz eleitoral Daniel Blume, relator da matéria, uma retificação proposta pela direção do partido.

O desempate coube ao Desembargador Fróz Sobrinho que decidiu acompanhar o relator da matéria.

Mas é bom os senhores candidatos não comemorarem muito, pois o promotor Régis Richael já avisou que vai recorrer da decisão ao TSE.

Texto primário: Gilberto Leda

Um comentário em “TRE decide legalizar coligações do Partido Verde”

  1. Paulo Humberto Freire Castelo Branco

    3 anos atrás  

    O Dr. Regis Richael não é “promotor eleitoral” e sim PROCURADOR REGIONAL ELEITORAL. simples assim.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>