11 de janeiro de 2017 | Por:

Preocupado em reduzir gastos e adequar o município a nova realidade do país, o prefeito de Timom, Luciano Leitoa (PSB), prepara um enxugamento da estrutura da Prefeitura. Algumas secretarias devem ser extintas e outras unificadas.

O grande desafio é a responsabilidade fiscal com os recursos da cidade, mas sem comprometer as ações em prol da população, portanto, as mudanças estão sendo planejadas cuidadosamente e devem ser implantadas seguindo um cronograma.

Nos bastidores, comenta-se que as pastas que deverão ser atingidas são as secretarias  de  Cultura, Segurança, Direitos Humanos e a Agência de Ciência e Tecnologia que devem se transformar em duas ou incorporadas a outros setores. As quatro pastas estão sem titular e o secretário de governo, João Batista Lima Pontes é quem está respondendo interinamente pelas mesmas. Atualmente na administração municipal existem 28 secretarias.

Outro medida para reduzir os gastos foi a exoneração de comissionados, que garantiu um alivio financeiro.