E-mail: [email protected]
Rádio
  • Política
  • Teresa Murad deixou dívida de quase meio milhão de dívidas com a Caema

    De Coroatá surgem mais notícias da péssima gestão da família Murad no município, que deixou os cofres públicos na miséria. A ex-prefeita, Teresa Murad (PMDB), deixou dívidas que somadas atingem quase meio milhão de reais junto a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema).

    As informações estão no blog Coroatá de Verdade, que tem se notabilizado por fiscalizar a gestão municipal da cidade. Segundo o blog,  “desde janeiro de 2016 que a ex-prefeita não paga nenhum centavo das contas de água da prefeitura”. O atual prefeito, Luis do Amovelar Filho, antes, já tinha se deparado com contas de luz vencidas da Cemar no valor de R$ 12 milhões.

    A preocupação na cidade é que devido ao acumulo de dividas, o município está com dificuldades de fechar alguns convênios.

    17 de fevereiro de 2017 às 10:15 | Por:

  • Política
  • São Luís ganhará canal de FM do Poder Legislativo

    São Luís ganhará ainda este ano mais um canal de rádio FM. O canal será uma expansão da Rede Legislativa de Rádio da Câmara Federal em parceria com a Assembleia Legislativa do Maranhão. Em quatro cidades brasileiras o canal está em funcionamento desde o ano passado.

    Com a entrada do canal em funcionamento na capital maranhense, a Câmara de São Luís poderá também recorrer ao instrumento de comunicação. Existem conflitos operacionais, considerando que há coincidências nos horários das sessões das segundas e quartas-feiras das Casas legislativas estaduais e do municipal.

    Por outro lado, ainda no primeiro semestre de 2017 será inaugurada a rádio da Câmara Municipal de Chapadinha e São João dos Patos. A programação permite à população acompanhar o trabalho das câmaras municipais, assembleias estaduais, da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, tudo gratuito.

    No país, 42 cidades contam com a rede legislativa de TV Digital com a programação do poder legislativo municipal, estadual e federal. A rede possui ainda 124 canais de FM autorizados Existem solicitados 311 canais.

    17 de fevereiro de 2017 às 8:56 | Por:

  • Política
  • A cara de pau de Andrea Murad parece não ter limites

    Parece até brincadeira, mas na verdade não é. A deputada Andrea Murad utilizou as redes sociais hoje para denunciar utilização das aeronaves contratadas pelo Governo do Estado para uso eleitoral. O problema é que a parlamentar está sendo investigada atualmente pela Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), sobre sua relação com a empresa PMR Táxi Aéreo e Manutenção Aeronáutica S/A, durante as eleições de 2014.

    Além dela, também está arrolado na investigação o cunhado, o deputado estadual Sousa Neto, e o próprio pai, o ex-secretário e todo poderoso do Governo Roseana, Ricardo Murad.

    A tentativa de denúncia completamente infundada da deputada soa como uma espécie de despeito e está sendo tratada como piada no meio político. Ao invés de se preocupar com o Governo Flávio Dino, que em dois anos de contratação de aeronaves não apresentou uma ilicitude sequer, Andrea Murad deveria estar preocupada com as irregularidades do processo licitatório do Pregão Presencial nº. 048/2013-CSL/SES, realizado pela Secretaria Estado da Saúde (SES), e com a execução do Contrato nº 510/2013, celebrado entre a SES e a PMR.

    O desespero de Andrea Murad com o processo é latente, sobretudo pela presença de provas reais que podem complicar a situação da parlamentar. Como cortina de fumaça, ela quer desviar o foco contestando processo completamente lícito da contratação de aeronaves pelo atual Governo.

    A cara de pau de Andrea Murad, de fato, parece não ter limites…

    16 de fevereiro de 2017 às 23:40 | Por:

  • Política
  • Adriano Sarney afirma que sua família voltará ao poder em 2018

    O deputado estadual, Adriano Sarney (PV), utilizou a tribuna da Assembleia na manhã desta quinta-feira, 16, para mandar um recado aos governistas. Segundo o parlamentar, o grupo Sarney estará de volta ao poder em 2018.

    O filho prodígio da oligarquia deixou nas entrelinhas uma candidatura da tia, Roseana Sarney, ao Governo do Estado, quando defendeu o mandato da ex-governadora. Confiante, disse que possui uma pesquisa em mãos lhe dando essa garantia.

    “Em 2018, deputado Othelino, e aqui eu falo em alto e bom tom, o grupo que faz oposição ao governo comunista retornará ao Poder, V. Ex.ªs querendo ou não querendo. O povo já está dizendo. Eu tenho uma pesquisa que nós já estamos na frente. O povo vai colocar de volta o progresso para o Maranhão”.

    E a vitória não se restringe ao Governo. Adriano também quer ver sua família no Senado, onde o pai, Sarney Filho, é pré-candidato.

    “Em 2018, nós estaremos novamente no poder tanto aqui, nos Leões que não mais vão rugir para a população como estão rugindo agora, quanto também com as duas vagas no Senado”.

    Alguém acredita?

    16 de fevereiro de 2017 às 18:37 | Por:

  • Política
  • Roberto Rocha assinou PEC escandalosa que blindava presidentes da Câmara e do Senado

    O senador Roberto Rocha (PSB), que costuma utilizar suas redes sociais para tecer críticas aos seus adversários, esqueceu-se de contar aos eleitores e internautas do Maranhão que ele é um dos entusiastas da escandalosa PEC 3/2017. De autoria do senador Romero JucÁ (PMDB), a proposta assegura imunidade relativa aos ocupantes de cargos na linha sucessória da Presidência da República, como o presidente do Senado e da Câmara.

    A PEC foi protocolada ontem, às 18h12, mas diante da repercussão negativa a assessoria de Jucá informou a desistência, às 22h01. A proposta de lei altera o texto do Artigo 86 da Constituição Federal, que garante a imunidade apenas ao Presidente da República. Se aprovada, evitaria processos judiciais por crimes praticados antes do início dos respectivos mandatos aos atuais presidentes da Câmara e do Senado.

    Além de Roberto Rocha, a PEC também foi assinada pelo senador Edson Lobão (PMDB), presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado onde o texto teria de ser aprovado antes de seguir para votação plenária.

    As artimanhas de “asa de avião” na defesa dos poderosos já são conhecidas em Brasília. Roberto desfigurou a PEC que pede o fim do foro do privilegiado em parecer apresentado à CCJ do Senado. Como relator, alterou profundamente o texto original de Álvaro Dias. Sua “licença médica” atrasou o andamento do processo, favorecendo assim os políticos que estão na mira da justiça e se apegam aos cargos para evitar prisões.

    16 de fevereiro de 2017 às 16:34 | Por:

  • Política
  • “Dor de cotovelo” dispara Othelino para Edilázio e Braide sobre críticas ao Programa Mais Asfalto

    Não poderia ser diferente, a audiência com o secretário Clayton Noleto no dia anterior foi o principal tema da sessão desta quinta-feira, 16, na Assembleia Legislativa.

    O deputado Othelino Neto (PCdoB) e Edilázio Júnior (PV) individualizaram os debates. Mais uma vez a oposição acabou sendo enquadrada pela base governista. O vice-presidente da Mesa Diretora da Casa classificou as críticas do colega de parlamento como “dor de cotovelo”, diante da aprovação do Governo Flávio Dino (PCdoB) e dos benefícios do Programa Mais Asfalto.  “Só quem não conhece o que é comer poeira na porta de casa é que é contra o programa”, disparou Othelino.

    No meio do debate, o agora sarneyzista e mau perdedor Eduardo Braide (PMN) denunciou que as ações do programa teriam tido cunho político no ano passado, quando ele foi derrotado nas eleições para a Prefeitura de São Luís. Othelino lembrou que os investimentos em 2016, ano eleitoral, foi menor que em 2015, ou seja, não houve qualquer tipo de favorecimento.

    Durante a exposição na Assembleia, o secretário Clayton Noleto destacou que o governo, que iniciou as ações do programa ‘Mais Asfalto’ em 2015, manteve o volume de investimentos em 2016 com valores semelhantes. “Nós investimos R$ 237 milhões em 2015 e R$ 227 milhões em 2016, portanto, não intensificamos o ‘Mais Asfalto’ para beneficiar A ou B, e, sim, continuamos o planejamento estabelecido, não prejudicando a população”, frisou Noleto.

    16 de fevereiro de 2017 às 15:01 | Por:

  • Política
  • Deputado Vinícius Louro pede folga porque trabalhou dois expedientes

    O deputado estadual Vinícius Louro (PR) está cansado.

    Trabalhou hoje (15) dois expedientes – porque a sabatina do secretário Clayton Noleto (PCdoB) na Assembleia Legislativa começou às 11h e terminou pouco antes das 18h – e já queria folga amanhã (16).

    Por isso, chegou a pedir formalmente ao presidente em exercício da Casa, deputado Othelino Neto (PCdoB), que desse folga a todos os servidores da Mesa Diretora.

    Sem funcionários na Mesa, seria impossível a realização de sessão plenária na quinta-feira. Ou seja: Louro queria mesmo era descansar.

    Coisas de quem não está acostumado a trabalhar o dia inteiro.

    Coube ao próprio Othelino lembrar ao colega que a realização das sessões plenárias é regimental, não cabendo seu adiamento por mero ato discricionário do presidente do Legislativo.

    Blog do Gilberto Leda

    16 de fevereiro de 2017 às 12:10 | Por:

  • Política
  • Waldir Maranhão não desiste

    Mesmo sem a menor chance de disputar uma vaga ao Senado, o deputado federal Waldir Maranhão (PP) não entrega o jogo.

    Ontem, 90 prefeitos do interior do Estado chegaram a Brasília para cobrar mais recursos da saúde do Governo Federal, mas apenas 10 aceitaram ouvir o parlamentar. O resto, simplesmente  ignorou.

    Maranhão tenta reunir um grupo de políticos que possam lhe sustentar para barganhar uma vaga ao Senado em alguma chapa em 2018. Mas o tiro saiu pela culatra.

    16 de fevereiro de 2017 às 11:20 | Por:

  • Política
  • Ex-prefeito de Pio XII é denunciado por omitir dados em investigação do Ministério Público

    ex-prefeito de Pio XII, Paulo Roberto Sousa

    O Ministério Público do Maranhão denunciou o ex-prefeito de Pio XII, Paulo Roberto Sousa Veloso e a ex-secretária de Administração, Luciene Oliveira Sales, por não fornecerem dados sobre licitações para obras de pavimentação e recuperação de estradas vicinais no município.

    A manifestação é baseada no Inquérito Civil nº 16/2016, instaurado em setembro de 2016, com o objetivo de averiguar a regularidade das obras.

    Segundo o promotor da comarca, Francisco Thiago da Silva Rabelo, o ex-prefeito entregou parcialmente cópias de contratos, empenhos e ordens de pagamento referentes ao período de 2013 a 2016. Após um mês, o requerimento foi encaminhado à ex-secretária de Administração, que não entregou os dados.

    “A omissão do ex-prefeito e da ex-secretária prejudicou o curso das investigações, que ficaram paralisadas, uma vez que os dados técnicos imprescindíveis não foram fornecidos”, relata o promotor, na manifestação.

    O MPMA pede a condenação do ex-prefeito e da ex-secretária à reclusão no período de um a três anos, além do pagamento de multa.

    16 de fevereiro de 2017 às 9:18 | Por:

  • Política
  • Família Sarney sente saudade do poder e prepara pacote de candidaturas em 2018

    Não se surpreenda caso no próximo ano o nome da família Sarney ganhe destaque não apenas nas manchetes policiais, mas no horário eleitoral. Enfraquecida com a perda do Governo do Estado, sem representantes em primeiro grau no Senado e na mira da polícia, o patriarca José Sarney prepara um pacote de candidaturas.

    Sarney e Roseana acharam que pudessem viver sem mandato, apenas desfrutando do patrimônio adquirido ao lango de quatro décadas de poder. Eles não imaginavam as barras da justiça nos seus calcanhares. A candidatura da ex-governadora Roseana não é novidade. Em busca de foro privilegiado e de outras benesses seu nome é certo nas próximas eleições. Basta combinar com o irmão, Sarney Filho, qual será candidato ao governo ao senado ou até ao parlamento federal. Adriano Sarney é o representante oficial na Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão. Dessa forma teria um Sarney candidato ao governo, ao senado, a deputado federal e a deputado estadual, fechando assim o santinho distribuído ao eleitor.

    Porém, a surpresa maior é a volta de José Sarney ao senado. Aos 86 anos, o velho oligarca cogita mais uma candidatura pelo Amapá. Ele conta com o apoio do governador Waldez Góes (PDT), principal aliado nas últimas cinco eleições e tem liderado as pesquisas no Estado.

    15 de fevereiro de 2017 às 21:50 | Por: