E-mail: [email protected]
Rádio
  • Política
  • Eliziane Gama aproveita para elogiar sarneysta e atacar Edivaldo na Câmara

    A deputada federal Eliziane Gama (PPS) perdeu uma oportunidade de se manter calada. Na quarta-feira, 15, a parlamentar maranhense participou na Câmara do lançamento do ‘Mapa da Violência 2016: homicídios por arma de fogo no Brasil’, pelo secretário nacional de Juventude, Assis Filho, afilhado político o ex-senador José Sarney.

    O Mapa de Júlio Jacob Waiselfilsz, da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais, apresenta dados que apontam o crescimento da letalidade entre a população jovem e negra, vítimas de arma de fogo, na faixa etária entre 15 e 29 anos. Segundo o IBGE, aproximadamente 26% da população brasileira pertence a esse grupo.

    No documento, subscrito pelo ainda ministro Geddel Vieira Lima, afastado quando pressionou o IPHAN para liberação de obra irregular, é ressaltado que a Presidência da República promove ações para diminuir os números. Os número propiciam ainda a elaboração de propostas de ações para a juventude vulnerável na defesa de direitos e construção da cultura de paz.

    No mesmo dia, a deputada maranhense ocupou a tribuna para agradecer “o grande trabalho” de Assis Filho e fazer um discurso pueril. Lamentou a escalada no ranking da violência da capital do Maranhão exposta pelo Mapa e aproveitou para perpetuar a política rasa, culpando a falta de um política municipal arrojada e efetiva para redução da violência em São Luís.

    Terceira colocada nas eleições municipais em 2016, Eliziane Gama não tocou nos índices de violência durante sua campanha. Desvio do tema para não atingir o governador Flávio Dino (PCdoB) e assim, deixar de esclarecer à população jovem que a política de segurança compete ao Estado. Ainda que a parlamentar saiba que as políticas públicas na área da Assistência Social conjugada com a eficácia na educação tenham comprovados resultados positivos na contenção da violência.

    20 de fevereiro de 2017 às 19:54 | Por:

  • Política
  • João Alberto deve assumir Conselho de Ética pela sexta vez

    O senador João Alberto (PMDB) está cotado para assumir pela sexta vez consecutiva o Conselho de Ética do Senado Federal. O ex-senador José Sarney se movimenta para assegurar a vaga ao escudeiro fiel.

    João Alberto terá a missão de preservar os mandatos e consequentemente blindar os senadores alvo da Operação Lava Jato em delações premiadas. O próprio presidente do Senado, senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) é citado como receptador de propina no petroduto.

    Formado por 15 membros, o Conselho de Ética é fundamental neste momento de ameaça da Lava Jato. Funciona como um “tribunal” interno, sendo responsável por recomendar ao plenário a cassação ou não do membro do legislativa acusado de quebra de decoro por ato de corrupção.

    20 de fevereiro de 2017 às 17:02 | Por:

  • Política
  • Ex-prefeito de Paço do Lumiar, Josemar Sobreiro, é denunciado por crime de responsabilidade

    O Ministério publico denunciou o ex-prefeito de Paço do Lumiar, Josemar Sobreiro Oliveira, por crime de responsabilidade devido a uma série de irregularidades na contratação de pessoal pela administração municipal entre os anos de 2013 e 2016.

    Segundo a promotoria, as contratações foram baseadas em uma lei municipal, de iniciativa do Executivo, que tratava da contratação de servidores, por tempo determinado, para atender a necessidade temporária interesse público. No entanto, as contratações vão de encontro ao que prevê a própria lei.

    É o caso da contratação temporária de professores. De acordo com a Prefeitura de Paço do Lumiar, foram contratados 128 profissionais. No entanto, a lei prevê que só poderiam ser contratados 20% do total de servidores efetivos, o que chegaria ao número máximo de 80 temporários. Havia servidores contratados, também, em diversas secretarias municipais.

    Também chamou a atenção a quantidade de pessoas exercendo cargos comissionados. Durante as investigações, o Ministério Público do Maranhão conseguiu a quebra do sigilo bancário das contas dos servidores municipais, obtendo informações como o quantitativo de contratados, órgãos de origem, cargos ocupados e os salários recebidos.
    Dessa verificação, chegou-se a um total de 1.057 contratações entre janeiro de 2013 e maio de 2014. Ao ser questionado, o Município afirmou que as contratações foram baseadas na Lei Municipal n° 315/2005 e disse não haver regulamentação quanto à quantidade de cargos em comissão.

    Atendendo a solicitação do MPMA, a Câmara Municipal encaminhou o Projeto de Lei que deu origem à lei, “ressaltando não ter localizado nos arquivos da Câmara a Lei devidamente sancionada e nem o procedimento legislativo de tramitação do Projeto de Lei referenciado”. No projeto, a previsão é de criação de 124 cargos comissionados.

    Para a promotora de justiça Gabriela Brandão da Costa Tavernard, causa estranheza a quantidade de servidores para o exercício de direção, chefia e assessoramento, funções para as quais existem os cargos comissionados. A promotora ressalta, ainda, que a contratação de comissionados para o exercício de funções próprias de servidores efetivos configura desvio de função, além de ferir os princípios da moralidade e da proporcionalidade.

    As investigações do Ministério Público também verificaram a contratação de 137 estagiários. Quase todos, recebiam bolsas inferiores ao salário mínimo. As duas exceções, tinham vencimentos de R$ 1.419,91 e R$ 1.236,79, superiores a muitos servidores municipais que exercem a função de magistério, por exemplo.

    Gabriela Tavernard ressalta, ainda, que diversas contratações ilegais foram feitas no período de vigência de um concurso público realizado pela Prefeitura de Paço do Lumiar, em vagas para as quais havia aprovados aguardando nomeação.

    Caso condenado por crime de responsabilidade, Josemar Sobreiro Oliveira estará sujeito a detenção de três meses a três anos. Cabe ressaltar que o ex-gestor já responde a uma Ação Civil Pública por improbidade administrativa, também baseada nas contratações irregulares.

    20 de fevereiro de 2017 às 16:09 | Por:

  • Política
  • Vereador Pedro Lucas pode assumir cargo no Governo

    O vereador Pedro Lucas Fernandes (PTB) deve assumir nos próximos dias o comando da Agência Metropolitana. A criação do órgão foi anunciada recentemente pelo governador Flávio Dino (PCdoB) e será responsável pela integração entre os municípios que integram a grande São Luís.

    A agência incorporará as funções da Agência de Mobilidade Urbana e Agência Reguladora de Serviços Públicos da região metropolitana que engloba 13 municípios.Com a ida de Pedro Lucas para o Governo, o suplente de vereador, Joãozinho Freitas (PTB), assumirá o mandato na Câmara de São Luís.

    Lucas foi cotado para ser vice na chapa de Edivaldo Holanda Júnior (PDT) no ano passado e agora entra de vez no grupo do governador Flávio Dino. Ele é o segundo secretário da Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Luís eleita para o biênio 2017/2018.

    20 de fevereiro de 2017 às 14:44 | Por:

  • Política
  • Após dois anos, Nhozinho Santos está apto para receber novas partidas de futebol

    Um dos maiores símbolos do futebol local está apto a receber partidas oficias de futebol novamente. Após uma ampla reforma da Prefeitura de São Luís, o estádio garantiu a habilitação para receber eventos esportivos. As condições de funcionamento foram atestadas pela Vigilância Sanitária, pela Polícia Militar, pelo Corpo de Bombeiros e também pelo Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura do Maranho (Crea-MA), que emitiram os laudos de funcionamento correspondentes.

    A última partida oficial recebida pelo Nhozinho foi no dia 11 de fevereiro de 2015, em um jogo entre Viana e Abelhas Rainha, pela Copa do Brasil Feminina. A reabertura do estádio, além de mais um atrativo ao torcedor maranhense, também representa um alívio aos clubes, já que os custos são bem menores que no estádio Castelão. A proximidade das arquibancadas com o gramado também é destacada pelos clubes locais, porque dá uma sensação de arena pela pressão da torcida aos adversários.

    O Nhozinho será oficialmente entregue Federação Maranhense de Futebol (FMF) para que seja cumprido o cronograma de jogos no local.

    “Os laudos emitidos referenciam o amplo trabalho que fizemos no local, seguindo a orientação do prefeito Edivaldo. O Estádio Municipal Nhozinho Santos está em condições de funcionamento e poder receber eventos esportivos oferecendo a segurança que a população merece”, disse o titular da Semdel, Júlio França.

    20 de fevereiro de 2017 às 11:55 | Por:

  • Política
  • Roberto Rocha entusiasma Waldir Maranhão contra candidatura de Zé Reinaldo

    O senador Roberto Rocha (PSB) está por traz da suposta candidatura do deputado federal Waldir Maranhão (PP) a uma das vagas do Maranhão abertas no Senado a partir de 2018. Embora se trate da atração de mais uma legenda para a aventura de “asa de avião” se candidatar ao governo, conforme intensão manifestada, há indícios da pretensão de deixar o deputado federal Zé Reinaldo Tavares (PSB) de fora da corrida ao Senado. Zé Reinaldo também declarou ter intenção de concorrer a uma das vagas.

    Desconfortável na legenda, RR busca outras alternativas no leque partidário. O PSB está na base de apoio de Flávio Dino (PCdoB) de onde não deve se deslocar nas eleições de 2018. Na direção nacional, candidatura própria à Presidência até o momento está fora de cogitação. Isso determina a permanência da aliança do PSB com o PCdoB.

    Com grande ascensão sobre o presidente estadual do PSB, prefeito Luciano Leitoa, Zé Reinaldo sabe que RR tenta abrir uma porta de saída para o ex-governador. Recorre para isso à direção nacional que parece dar poucos ouvidos aos delírios do senador. O ex-governador tem dito que está firme e forte com Flávio.

    “Asa de avião” sabe que sem alguém que lhe sirva de muleta, dificilmente caminhará em direção a seu projeto de ser governador. Nas eleições passadas se elegeu nos ombros do governador Flávio Dino a quem desconsidera sem motivos, como bom ingrato.

    20 de fevereiro de 2017 às 9:17 | Por:

  • Política
  • Grupo Sarney encomenda pesquisa qualitativa no Maranhão

    O ex-senador José Sarney (PMDB) mandou encomendar uma pesquisa qualitativa em todos os cantos do Maranhão para saber a real situação política do Grupo Sarney no Maranhão. O velho oligarca tem encontrado dificuldade em solucionar algumas aresta dentro da família, em virtude da disputa de cargos.

    O levantamento pretende dar um norte para as pretensões do PMDB em 2018. A tendência é que a ex-governadora Roseana Sarney seja candidata ao Senado ou a deputada federal, Sarney Filho de acordo com a escolha da irmã, Adriano Sarney deputado estadual assim como Andrea Murad.

    Até aqui, a estratégia sarneysista de tentar jogar o nome de Roseana para a disputa ao Governo do Estado não tem surtido o efeito esperado. A pesquisa surge como indicativo aos rumos que o grupo Sarney deverá projetar no próximo ano.

    20 de fevereiro de 2017 às 8:32 | Por:

  • Política
  • Em Codó, Weverton da ponta pé inicial para sua candidatura ao Senado

    No município de Codó o deputado federal Weverton Rocha (PDT) deu o ponta pé inicial para o seu projeto de se eleger senador em 2018. Uma série de prefeitos, deputados e secretários estiveram na cidade para declarar apoio ao pedetista em encontro marcado na casa do empresário JC Oliveira, neste domingo, 19.

    Weverton já deixou claro sua intenção de disputar uma das vagas ao Senado no próximo ano, tem ganho entusiastas de todos os cantos do Maranhão e das mais variadas vertentes políticas do Estado. Líder do PDT na Câmara, vitorioso nas eleições em 2016 ao comandar a eleição de Edivaldo Holanda Júnior e com reconhecimento da classe política local e nacional, o parlamentar desponta como favorito neste pré-ano eleitoral. Com perfil conciliador e aguerrido, Weverton foi responsável pela reconstrução do PDT após a morte do Dr.Jackson Lago, e deu novo destaque à legenda depois que muito analistas políticos decretavam o fim.

    Estavam presente em Codó os deputados estaduais César Pires, Rafael Leitoa, Juscelino Filho e Rogério Cafeteira; o suplente Marcos Caldas;  o deputado federal Rubens Pereira Júnior; o secretário municipal Jota Pinto; o secretário de Agricultura, Márcio Honaiser; os prefeitos Edivaldo Holanda Júnior, Eric (Barra do Corda), Francisco Nagib  (Codó) e Vianey Bringel.

    O deputado Rogério Cafeteira do PSB, em sua rede social, destacou: “reunimos cerca de 50 prefeitos e vários políticos, agora há pouco, em Codó, em um evento de apoio à candidatura do deputado Weverton Rocha ao Senado. Projeto segue firme”.

    Durante a reunião política houve momentos de homenagens, reconhecimento e a missão de ajudar Weverton nesse novo projeto político.

    19 de fevereiro de 2017 às 15:26 | Por:

  • Política
  • Roberto Rocha silencia sobre drama de funcionários da Capital AM, ataca comunistas e leva ‘surra’ de internautas

    Mais uma vez, o senador Roberto Rocha, o ditador insensível, não se manifesta sobre o drama dos funcionários da Rádio Capital AM, que amargam dez meses de salários em atraso, como revelado pelo blog.

    Nas redes sociais, onde posa de bom político e como melhor alternativa para governar o Maranhão, simplesmente ignora a situação de penúria de seus funcionários. Em vez de mandar um recado alentador aos mesmos, ele preferiu destilar veneno contra o governo e os comunistas, na noite deste sábado (18).

    “O comunismo é a estupidez que se materializa na realidade em forma de aberração, e que vai tentando destruir e asfixiar tudo e todos no processo de se justificar e se preservar no poder. Tenho dito, comunistas inteligentes são patifes; os honestos são burros; e os inteligentes e honestos nunca são comunistas”, disse o senador, em mais um acesso de fúria.

    Até parece que o senador Roberto Rocha sofre de transtorno bipolar. Há poucos dias, nas redes sociais, lamentou a morte do filho do governador Flávio Dino. Estaria querendo agradar ao governador? No entanto, de forma contínua e permanente, faz ataques a Dino e seus aliados no governo. Esse tipo de comportamento meio obsessivo pode sugerir que o senador precise procurar um especialista para iniciar tratamento.

    É importante lembrar que transtorno bipolar não tem cura, mas pode ser controlado. O tratamento inclui o uso de medicamentos, psicoterapia e mudanças no estilo de vida, tais como o fim do consumo de substâncias psicoativas, o desenvolvimento de hábitos saudáveis de alimentação e sono, além de redução dos níveis de estresse. E o senador tem andado muito estressado, sentindo falta dos cofres do Estado para irrigar seus negócios.

    Fica a dica, senador: procure detectar seu problema urgentemente e deixe de postar asneiras nas redes sociais. Afinal, você foi eleito para ajudar a tirar o Maranhão do atraso deixado pela oligarquia. Ou está querendo a volta dessa gente ao poder?

    Em menos de uma hora da postagem, dezenas de comentários de internautas já mostravam que essa postura do senador não conta com o apoio da maioria. Isso pode significar também uma ampla reprovação do senador para uma suposta disputa ao governo do Estado, em 2018.

    Confira alguns dos comentários que reprovam a postura de Roberto Rocha.

    “Seu pensamento está atrasado uns 40 anos, esse “medo” do comunismo é usado desde a guerra fria para dar apoio a ideias absurdas. Nesse caso, a ideia absurda é ter você como governador do Maranhão”, diz Dennis Mantovani.

    “Tá difícil debater e manter a política, senador? Você deveria respeitar a história dos comunistas que anda juntamente com a história do povo brasileiro!!!! Você querer seguir outros rumos é da vida, inclusive justo. Agora não venha querer denigrir ou baixar o nível querendo ofender a história dos comunistas! Aproveite a sua aposentadoria no senador pra estudar um pouco de história!”, dispara Thays Campos.

    Thiago Barbosa disse: “Eu só voltei no Roberto rocha pois ele alegava ter o mesmo plano que o Flávio agora depois que chegou ao em Brasília começo esses ataques. O Homem agora que esta no primeiro mandato já está sendo praticamente chamado de ditador. Só porque é do partido comunista, agora quando a direita passa mais de 40 desgovernando o estado aí sim é uma oligarquia uma ditadura. Eu hein o pessoal gosta de inverter as coisas”.

    Thiago Emanuel disse “ Eu me sinto altamente arrependido por ter votado nesse sujeito em duas oportunidades.”

    “Vossa Excelência se elegeu com a grande ajuda desses comunistas, não foi Senador?
    Agora tá cuspindo no prato que comeu?”, questiona Epitácio De Carvalho Sousa,

    “Tenho vergonha de ter votado em vc…medíocre se comporte como senador seu mandato é uma vergonha, seu fraco. Votei nesse senador por causa do Flávio Dino, mas tô vendo que joguei meu voto fora”, disse Joatan Freire.

    Lindomar Souza, que se mostra aliado do senador, aproveitou para criticá-lo e enaltecer o esforço do governador para manter o equilíbrio das contas, mesmo em um cenário de crise. Ele disse: “Eu não voto em partidos, Eu votos pessoa independente de partido. Vejo Flávio Dino no caminho certo. Apesar da crise financeira que assola o país, nosso estado podre com é tá progredindo, enquanto estados ricos estão falindo, significa que nosso estado tá bem administrado. Falta gratidão por parte do Meu senador Roberto Rocha”

    Do blog do Gilberto Lima

    18 de fevereiro de 2017 às 23:06 | Por:

  • Política
  • Advogado da Sinfra explica situação na OAB e irá processar responsáveis por divulgação caluniosa

    O advogado Eloy Ribeiro, assessor do jurídico da Secretaria Estadual de Infraestrutura, entrou em contato com o blog para explicar as denúncias feitas pelo deputado estadual Edilázio Júnior (PV). O parlamentar acusou o advogado de estar com o registro na OAB cancelado, mas a história não é bem assim.

    Segundo Eloy, as informações de Edilázio não são verdadeiras. Após saber do discurso do parlamentar na Assembleia Legislativa ele foi até a sede da seccional da OAB no Maranhão para entender o que estava acontecendo. O próprio advogado contou que foi pego de surpresa. “Analisando os autos desse processo já pude constatar que o cancelamento de seu registro é de todo modo equivocado, pois até o presente momento este signatário não foi intimado sobre qualquer decisão do cancelamento de sua inscrição perante a OAB/MA”.

    Eloy esclareceu que seu atual registro na OAB foi expedido no dia 22/08/2014, enquanto o cancelamento está datado no dia 21/08/2014, ou seja, um dia antes, o que comprova o equívoco. Além disso, o processo foi aberto em 2014, devido a exercício de cargo no Poder Judiciário que terminou em 12/12/12, dois anos antes.

    Em relação a ter usado o registro de outro profissional, Eloy afirmou que foi um erro cometido pela justiça eleitoral tocantinense que atribuiu erroneamente a ele a inscrição 7.468/TO ao invés de digitarem a inscrição 7.468/MA. “Portanto em nenhum momento usei identidade de quem quer que seja para promover a defesa judicial de terceiros”.

    Por fim, ele prometeu que irá tomar medidas jurídicas para restabelecer a verdade diante de algumas denúncias caluniosas a qual foi exposto. “Os responsáveis pela divulgação, compartilhamento dessas calúnias serão acionados civil, criminal e administrativamente”.

    Confira a nota transcrita na íntegra:

    NOTA PÚBLICA DE ESCLARECIMENTO À SOCIEDADE MARANHENSE.

    Venho por meio da presente reestabelecer a verdade, em virtude da ampla divulgação de factoides atribuídos à minha pessoa por parte de um Deputado Estadual do Maranhão, em Tribuna da ALEMA, no último dia 15/02/2017 e divulgadas por segmentos da impressa que não possuem nenhum interesse em apurar a verdade, mas tão somente denegrir a imagem a boa fama das pessoas.

    Através desse Deputado Estadual tomei conhecimento que minha inscrição perante a OAB/MA estaria cancelada desde o dia 21/08/2014.

    De posse da informação, me dirigi na data de ontem até a Seccional da OAB/MA, e lá obtive cópia do processo nº 10.0000.2014.001951-7/CD.

    Analisando os autos desse processo já pude constatar que o cancelamento de seu de modo equivocado, pois ATÉ O PRESENTE MOMENTO este signatário não intimado DE QUALQUER DECISÃO DO CANCELAMENTO DE SUA INSCRIÇÃO PERANTE A OAB/MA.

    Inclusive, registro que minha atual Carteira e Cartão da Ordem, foram expedidos dia 22/08/2014, PORTANTO EM DATA POSTERIOR A TAL CANCELAMENTO.

    Esclareço, que já estou tomando as providências cabíveis para REGULARIZAR minha inscrição perante a OAB/MA PARA ANULAR ESSE CANCELAMENTO que reputo indevido, pois a causa do mesmo (exercício de cargo no Poder Judiciário que findou em 12/12/12) não mais existia quando o processo de cancelamento fora aberto, vez que esse processo de cancelamento foi iniciado apenas em 10/03/2014.

    Além disso, sua Excelência de forma reprovável e caluniosa atribuiu a este signatário o uso de uma inscrição de outro Advogado, no âmbito do Processo de Prestação de Contas de Campanha do candidato OZEAS GOMES TEIXEIRA (Processo nº 0000542-37.2016.6.27.0021), do município de Augustinópolis/TO, fato este que REPUDIO VEEMENTENTE por ser leviano, e furto de uma montagem grosseira de documento judicial, pois não faria nenhum sentido este signatário APRESENTAR DOCUMENTO FALSO em uma repartição pública em que o mesmo é AMPLAMENTE CONHECIDO.

    Em verdade, o que ocorreu foi UM ERRO DOS SERVIDORES DA JUSTIÇA ELEITORAL TOCANTINENSE, que atribuíram equivocadamente a mim a inscrição 7.468/TO ao invés de digitarem a inscrição 7.468/MA.

    Informo à sociedade que a prestação de contas do candidato em questão fora transmitida por mim, com o número de controle (223451396857TO3013491), ESTANDO REGISTRADOS NESTE DOCUMENTO além do meu nome completo, o número do meu CPF e Título de Eleitor, ALÉM DO NÚMERO DA OAB/MA 7.468.

    Portanto em nenhum momento usei identidade de quem quer que seja para promover a defesa judicial de terceiros. Outrossim, tenho convicção de que minha inscrição fora cancelada de forma a não respeitar as garantias do devido processo legal, impondo sua REGULARIZAÇÃO IMEDIATA, surtindo efeitos retroativos E VALIDANDO TODOS OS ATOS PRATICADOS POR MIM.

    INFORMO por fim, que os responsáveis pela divulgação, compartilhamento dessas calúnias serão acionados civil, criminal e administrativamente.

    18 de fevereiro de 2017 às 19:47 | Por: