Nem Roseana, nem Flávio Dino. Madeira diz que agora é Roberto Rocha

Taí um assunto bom de bate papo hoje. As declarações do ex-prefeito de Imperatriz Sebastião Madeira sobre a sucessão estadual, dadas a uma rádio em São João dos Patos. Sebastião Madeira foi prefeito duas vezes consecutivas em Imperatriz. E carrega a vitória de ter sido o primeiro prefeito reeleito da cidade. Na primeira eleição, o palácio dos Leões o ajudou muito, sob o comando de Jackson Lago. O elegeu, como se disse à época. Sou testemunha da história porque estava na secretaria de comunicação do governador e acompanhei seu empenho. Na reeleição, foi também fortemente apoiado pelo palácio dos Leões. Dessa vez com Roseana à frente, depois da deposição de Jackson Lago. Rei morto, rei posto, afinal. Roseana articulou dentro de seu próprio partido para que Ildon Marques tivesse a legenda do PMDB negada.

Com a vitória de Flávio Dino, em 2014, Madeira vai de corpo e alma pra base governista. Mais uma vez eu estava lá, como testemunha. Entrei na assessoria de comunicação da Sinfra, em 2015. Olha, Sebastião Madeira pode dizer qualquer coisa, menos que não teve apoio do governador Flávio Dino. Até a limpeza dos riachos da cidade, pra prevenir inundações, o governo do estado fez. O programa Mais Asfalto foi lançado em Imperatriz, pra se ter ideia. Já nas eleições de prefeito ano passado, Madeira deu a primeira punhalada em Flavio Dino, negando apoio à candidata da base governista Rosângela Curado. Que perdeu a eleição.

Agora Madeira se junta a Roberto Rocha. Outro. Senador eleito na esteira da vitória de Flávio Dino, foi pra oposição ao governador no mês seguinte à posse e se declara candidato a governador. Madeira vai pro Senado, como sempre sonhou? Ou está tentando se salvar e ser candidato a deputado federal novamente? E terão, os dois, força para tirar o PSDB da chapa de Flavio Dino que tem vitória quase certa? Vão juntar-se à estratégia de lançar diversos candidatos para forçar um segundo turno contra o governador?

Com o PSDB nacional em frangalhos (perdão pelo trocadilho), dividido, soltando penas pra todos os lados,Sebastião Madeira pode estar fazendo os cálculos errados. Mas, como ele disse na entrevista: foi aliado do governador numa eleição específica. Como foi de Roseana. E como será de Roberto Rocha. Pro bem de Imperatriz, claro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *