Governo reforça combate a assalto a bancos e ônibus com novos policiais civis

O Governo do Maranhão vai distribuir os quase 200 novos policiais civis formados no final de dezembro a partir de critérios estabelecidos em análise e diagnóstico de demandas preparados para o planejamento de 2016. Levando em consideração o cenário de incidência criminal, investigadores, peritos, delegados e escrivães ocuparão postos na região metropolitana e no interior do Estado, com ênfase para a área de assaltos a bancos e a coletivos.

Para o Departamento de Combate de Roubo a Banco, foram selecionadas pessoas a partir de um perfil mais específico, com características e experiências que as habilitam para o trabalho. “Muitos dos escolhidos para este departamento passaram, por exemplo, por outras forças de segurança. Entram para nos auxiliar de forma em direta no combate a essa modalidade criminosa”, disse.

Mais da metade dos policiais estão sendo deslocados para o interior do Estado, para reduzir a demanda que ainda existe nas regiões. De forma mais direta e com base na análise de dados de ocorrências criminais, quinze municípios de dez polos foram contemplados com reforço de contingente. As regiões que receberão mais equipes da Polícia Civil são Itapecuru, Chapadinha, Codó, Pinheiro, Santa Inês, Zé Doca, Imperatriz, Presidente Dutra e Barra do Corda.

CAPACITAÇÃO

Para atuar com foco no combate a assaltos no interior, a Polícia Civil desenvolve mecanismos de interiorização da capacidade operacional do enfrentamento imediato em localidades estratégicas. Dentre as alternativas previstas pela Delegacia Geral está a qualificação de policiais que já estão lotados no interior, a fim de agilizar as operações policiais por regionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *