Investimento para diminuir a necessidade de Funacs e presídios

O governador Flávio Dino entregou nesta terça-feira (17) ônibus escolares obtidos com recursos do FNDE a 18 municípios. Em outubro do ano passado foram entregues 45 ônibus, com investimento de R$ 11,7 milhões. Foram contemplados os 30 municípios com menor IDH e os que por critério técnico tem mais necessidade, como zonas rurais afastadas e um acesso mais difícil para os estudantes.

Ao entregar os veículos e destacar os investimentos na educação como Escola Digna, eleições diretas, concurso para professores, UemaSul e Iemas, o governador fez uma associação à crise carcerária no país e as polêmicas sobre a Funac no Maranhão.

“Temos visto a crise do sistema carcerário no país marcada por degolas. Existe a tentação de respostas fáceis. Mas há um limite onde a sociedade não acha alternativas imediatas. Existem limites práticos e técnicos. Ninguém quer na sua vizinhança penitenciária ou Funac. Mas acreditamos que existe solução a longo curso e sustentável. Todos nós repetimos que é preciso investir na educação, mas na labuta do dia a dia é difícil porque a educação não produz resultados imediatos. A entrega destes ônibus é singela, mas é simbólica pr dar o acesso físico à escola”, afirmou o governador.

Nova diretoria da Famem discute parcerias com o governador

O governador Flávio Dino recebeu o novo presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), o prefeito de Tuntum, Cleomar Tema, na noite desta segunda-feira (16), no Palácio dos Leões. Acompanhado de cerca de outros 30 gestores, a direção da entidade para o biênio 2017/2018 destacou que a parceria com o Governo do Estado é fundamental na defesa e no fortalecimento do municipalismo.

Eleito com 142 de um total de 146 votos – foram registrados três brancos e um nulo – Cleomar Tema foi empossado no cargo logo após a proclamação do resultado. Ainda nesta segunda-feira, o novo presidente da Famem seguiu para iniciar o diálogo e manter a parceria com o Governo do Estado.

O governador Flávio Dino ressaltou que tem plena disposição de dialogar com a entidade que representa os prefeitos, como já vinha fazendo desde que assumiu a gestão estadual em janeiro de 2015. Para ele, é muito importante que a Famem exerça esse papel de coordenação das reivindicações.

“Desde o começo do Governo eu tenho cumprido esse papel de atender a entidade, os prefeitos e vou continuar fazer agora, claro, com uma situação em que, com uma nova diretoria, novas demandas vão ser apresentadas. E nós manifestamos aqui o nosso desejo de sucesso para essa nova gestão, a nossa solidariedade para que tudo corra bem com essa entidade que é muito importante para o povo do Maranhão”, realçou.

Durante a conversa com os prefeitos, Flávio Dino enfatizou que tem recebido os gestores para conversar, em grupos ou bilateralmente, e há o empenho do Governo no sentido do diálogo mais amplo possível para que “essa relação do Estado com os prefeitos se estreite ainda mais para que nós tenhamos o que nós todos temos o dever de propiciar, que são os serviços públicos de qualidade para o povo do Maranhão”.

Além da votação recorde, o novo presidente da Famem alcançou outra marca histórica: é o primeiro presidente a comandar a Federação por três mandatos, já que presidiu a entidade nos biênios 2005/06 e 2007/08. Durante o diálogo com o governador, Cleomar Tema enfatizou que os municípios precisam das parcerias com o Governo do Estado, com o Governo Federal e com os representantes da Bancada Federal em Brasília.

“Aqui a gente discutiu os problemas de todos, não foram só os aliados do Governo, estamos aqui defendendo os interesses dos municípios. Portanto, o governador foi muito sensível, vai receber, vai discutir os problemas com a Famem”, disse Tema, depois de debater com o Governo do Estado, neste primeiro momento, acerca de temas como abastecimento de água, transporte escolar, saúde e educação. Além dos prefeitos, também participaram da reunião os secretários de Assuntos Políticos e Federativos, Márcio Jerry, e de Governo, Antônio Nunes.

Família de Hildo Rocha (adversário de Flávio Dino) é campeã de aluguéis no governo

Levantamento feito pelo blog do Garrone revela que ao contrário das denúncias de favorecimento partidário nas locações de imóveis pelo governo Flávio Dino (PCdoB), o que há é uma prova inconteste e republicana de que as assinaturas desses contratos independem das opções políticas dos proprietários desses imóveis, práticas até então desconhecidas no Maranhão.

Um dos melhores exemplos é a manutenção dos cinco contratos de aluguéis iniciados em 29 de novembro de 1987 com a família do deputado Hildo Rocha (PMDB), um dos mais ferrenhos e agressivos opositores – uma espécie de pit bull dos sarneys – da atual gestão e do PC do B no Congresso Nacional.

Os aluguéis desses imóveis no atual governo engordam mensalmente a caixinha familiar em R$ 61.242,63, embora os seus proprietários, os tios do deputado, Hildo de Amorim Rocha e José Nicodemos Rocha – este esposo da ex-procuradora-geral de Justiça, Regina Rocha – sejam oficialmente filiados ao DEM, partido nascido e criado no Maranhão sob as graças do sarneysismo e que substituiu o PFL, que era PDS e antes ainda, Arena; legenda que deu sustentação ao golpe militar de 64.

O tio Hildo Amorim é dono de três imóveis e sócio dos outros dois, com o seu irmão, José Nicodemos, o esposo das ex-procuradora de Justiça no governo Roseana Sarney, Regina Rocha.

Somente o prédio onde funciona a Escola de Governo e o Diário Oficial, na Av. Vitorino Freire, 1969, Areinha, dos tios Rocha, é alugado por R$ 48.000,00 mensais.

É evidente que ao não promover uma varredura ideológica antes de assinar qualquer contrato, o governo alugue imóveis de partidários da oposição e da situação, seja de quem for, desde que obedeça o extremo critério da Lei.

Uma simples comparação demonstra que as denúncias de beneficiamento a um filiado do PCdoB no aluguel de uma casa no bairro da Aurora para receber adolescentes infratores, promovidas pelo Sistema Mirante de Comunicação e seus satélites nas redes sociais não se sustentam.

Enquanto o dito aluguel da Aurora foi celebrado por R$ 12 mil mensais, somente os cinco da família Rocha chegam a mais de R$ 60 mil.

Se houvesse algum tipo de privilégio, quem neste caso seria o agraciado?

Veja a lista e comprove o apartidarismo no aluguel de imóveis pelo governo Flávio Dino

Agora vai? Ministro assina Ordem de Serviço para duplicação da BR-135

O ministro dos transportes, Maurício Quintella esteve ao lado do governador em exercício, Carlos Brandão, para assinar a ordem de serviço da Duplicação do trecho Entroncamento BR-135 (Outeiro – Miranda do Norte) e Contrato/Duplicação do trecho Entroncamento/Miranda BR-135. Na parte da tarde, ministro assina a ORDEM DE SERVIÇO, para o asfaltamento da BR 226, importante

A manutenção da BR-135 é de responsabilidade do governo federal, por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), que realiza o plano de duplicação desde setembro de 2012. A pedido do governo do Maranhão, as obras foram retomadas em abril de 2016, depois de paralisações nos anos anteriores.

Uma das reuniões do governador Flávio Dino com o ministro no ano passado cobrando a duplicação

O recurso foi obtido por meio de emenda coletiva da bancada maranhense.

O governador Flávio Dino se reuniu com o ministro em maio do ano tentando fazer co que a obra saia do papel. O trecho entre a saída de São Luís até o km 199 é a principal via de acesso para a capital e tem sido, frequentemente, alvo de várias reclamações.

Flávio diz que pode haver uma ou duas mudanças no secretariado

O titular do Blog questionou o governador Flávio Dino sobre possíveis mudanças em seu secretariado neste início de ano, já que realizou reforma administrativa no início de 2016 e também são especuladas novas mudanças para 2017.

O governador afirmou que não está no planejamento, mas não descartou uma ou duas mudanças no final de janeiro. Mas o governador já adiantou que para 2018, haverá uma maior reforma já que alguns secretários deverão ser candidatos.

“Não está no nosso planejamento isso. Pode ter uma ou outra mudança, mas eu ainda não decidi nada sobre isso e vamos deixar para o final de janeiro este debate. Se houver, será uma ou outra, diferente do ano passado que estava programada. A nossa ideia é de mudanças mais profundas apenas no final deste ano quando nós iremos recompor a equipe visando o pleito eleitoral para 2018”

Governo Flávio Dino é aprovado por 61% da população

Jornal Pequeno – O governo Flávio Dino é aprovado por 61% da população maranhense. É o que mostra pesquisa realizada pelo instituto Exata entre os dias 12 a 17 de dezembro. Foram realizadas 1.408 entrevistas em todas as regiões do Estado. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos com intervalo de confiança de 95%.

Na última pesquisa do mesmo instituto, em julho de 2016, a aprovação era de 60%. De acordo com o novo levantamento, 34% dos maranhenses desaprovam o governo, enquanto 5% não sabem ou não responderam.

Segundo a Exata, o desempenho pessoal do governador Flávio Dino é ainda melhor e alcança 63% dos entrevistados. Com dois anos de governo, Flávio Dino mantém a mesma aprovação que o levou ao Palácio dos Leões em outubro de 2014, quando foi eleito com 63,52% dos votos.

Mesmo em meio à grave crise econômica e política nacional, que tem gerado diminuição dos repasses federais a todos os estados brasileiros e desgaste de políticos, Flávio Dino tem índices altos de representatividade, já que mais da metade dos entrevistados considera a imagem do governador como muito positiva ou positiva.

“Governador Flávio Dino demonstra uma capacidade muito grande de resistência ao clima geral que há no país e contamina a avaliação dos governos. Os níveis de aprovação do governo e de confiança no governador são muito elevados considerando a conjuntura”, destacou o relatório.

Maioria dos maranhenses desaprova Governo Temer

A mesma pesquisa também aferiu o desempenho do presidente Michel Temer, que tem a gestão reprovada por 86% dos maranhenses. Apenas 10% aprovam e 4% não sabem.

O tamanho do descontentamento com o governo Flávio

O protesto contra o reajuste do ICMS articulado pelo Senador Roberto Rocha mostrou o tamanho do descontentamento com o governo Flávio Dino pela medida do número de participantes. Pesquisas mostram que a maioria da população já assimilou que a medida, mesmo antipática, era necessária para manter as contas equilibradas e a máquina econômica do Estado funcionando.

A manifestação reuniu 14 pessoas segundo as contas da Polícia Militar. Mas parece que a Polícia errou. Na foto em que juntaram mais os manifestantes para dar impressão de volume, apenas sete protestantes. Tinham mais policiais fazendo a segurança do que manifestantes. Uma perda de tempo para o efetivo que acompanhou a “grande” manifestação e poderia estar fazendo ronda onde era mais necessário.

Imagem do Dia: Flávio Dino e Assis Ramos

Um encontro inusitado, mas que demonstra republicanismo das duas partes ocorre nesta terça-feira (20). O governador Flávio Dino recebeu o prefeito eleito de Imperatriz, o sarneysta Assis Ramos (PMDB).

Assis Ramos entregou um documento com medidas relacionadas às questões urgentes de Imperatriz, entre elas manter um canal direto entre as gestões estadual e municipal; estudar a implantação de um programa conjunto de benefícios fiscais, para atração de novas indústrias e visando o aumento da oferta de emprego e renda; garantir recursos para a saúde; convênio com a Uema Sul para formação e pós-graduação de professores do ensino fundamental; ampliação do sistema de captação, tratamento e distribuição de água; e inserir os servidores públicos de Imperatriz no programa de construção de moradias.

Assis, inclusive, mesmo sendo adversário político de Dino, reconheceu o trabalho de Flávio Dino em Imperatriz nos últimos dois anos.

O peemedebista derrotou a candidata do governador em Imperatriz, Rosângela Curado (PDT).

Deputados desmentem factóide sobre aumento de salários de governador, vice e secretários

Os deputados estaduais Othelino Neto (PCdoB) e Rogério Cafeteria (PSB) usaram as redes sociais para desmentir factóide divulgados em blogs maranhenses de que haveria aumento salarial para os cargos de governador, vice e secretário de Estado.

O líder do governo na Assembleia Legislativa, o deputado Rógerio Cafeteira, usou sua conta pessoal no Twitter em repúdio ao boato e ao tipo de prática jornalística usada na construção do factóide.

“Absolutamente mentirosa a notícia de aumento dos salários de governador, vice e secretários. Impressionante o nível que chegamos”, disse Rógerio Cafeteira.
O deputado Othelino Neto também se manifestou sobre o assunto, lembrando que, segundo a Constituição Brasileira, quem define anualmente os vencimentos do governador, vice e secretário, e que os valores para o exercício 2017 são os mesmos fixados em dezembro de 2014.

“O Projeto de Lei número 226/2016 mantém exatamente os mesmos valores que foram fixados em dezembro de 2014. É falsa a informação de que tramita um projeto de lei que aumentará o valor dos salários do governador, do vice e dos seus secretários”, esclareceu o Othelino Neto.

Flávio Dino desmonta farsa

Ainda na noite desta segunda-feira (19), o governador Flávio Dino também usou as redes sociais para desmentir os boatos.

“É absolutamente mentirosa a notícia de aumento de salário de governador, vice e secretários de estado no Maranhão. Uma invenção criminosa”, ressaltou Dino.

Flávio Dino alertou ainda sobre a importância da não divulgação de falsas notícias. “Peço respeitosamente que ninguém se deixe pautar por pessoas que usam a mentira como meio de vida. Fico indignado em como há gente especializada em fazer o mal. Por essas e outras, que muita gente séria não quer saber de política”, declarou.

O Projeto de Lei 226/2016, em que constam os valores que serão praticados em 2017, pode ser conferido no Diário Oficial da última segunda-feira, dia 19 de dezembro.

Flávio sobre despoluição das praias: “sempre dissemos que é um processo”

Flávio é duro com críticas de Rocha e Adriano Sarney: “raiva porque tem gente resolvendo”

O titular do Blog conversou com o governador Flávio Dino sobre a questão da balneabilidade das praias de São Luís, aproveitando que estava sendo entregue Praça na Lagoa da Jansen, que está também sendo despoluída. Vale lembrar que o senador Roberto Rocha disse ser uma irresponsabilidade dizer que as praias de São Luís estavam limpas e o deputado Adriano Sarney fez vídeo na praia para dizer que Flávio estava mentindo sobre a balneabilidade.

O governador afirmou que já era esperada a oscilação com algumas semanas tendo pontos impróprios e disse que a limpeza das praias será completa com a conclusão das obras nos rios e de despoluição da Lagoa da Jansen.

“Estamos em processo de limpeza das praias, como sempre esclarecemos. Conseguimos um patamar muito bom, que há praticamente uma década não havia, em que praticamente 100% dos pontos pesquisados estão sendo liberados. Uma semana ou outra nós temos alguns pontos impróprios e claro que sabíamos que iria ser assim. O processo de limpeza total leva algum tempo e depende da conclusão das obras de todos os rios que levam às praias. Fizemos no Rio Pimenta e Rio Claro e estamos limpando o Rio Calhau. Temos a limpeza do Rio Anil com as Estações de tratamento de esgoto e esta obra na Lagoa. Claro que é um processo”, afirmou.

O governador disse que, independente de como estiverem as condições das praias, continuará divulgando com transparência a balneabilidade. Flávio foi duro com as críticas de Rocha e o grupo Sarney. “Claro que existem os profetas do caos, do atraso, que não conseguiram resolver o problema ou que tem raiva porque tem gente resolvendo ou são contra a cidade e o Estado e ficam divulgando boatos. Nós sempre dissemos que é um processo, e que tem uma tendência positiva. Depois de muitos anos em que havia uma situação de abandono. Quem tem ilha particular, quem tem espaços privados de lazer não valoriza o espaço público. Eu valorizo as praias porque fui criado nas praias e continuo a frequentar. É uma visão diferente. Nós respeitamos os bens públicos, o patrimônio público. Cuidamos para que o que é público tenha qualidade. Esse é o caminho do Maranhão e não vai ter passo atrás. Temos muita convicção deste caminho”, sentenciou.