Oligarquia Sarney incomodada com resgate da Timbira

Antes sucateada, Rádio Timbira hoje existe e repercute. O Clã pira.

O jornal “O Estado do Maranhão”, de propriedade da família Sarney, dedicou quase metade do editorial da coluna “Estado Maior”, desta sexta-feira (21), para criticar a entrevista do governador Flávio Dino ao pool de emissoras, liderado pela Rádio Timbira.

Sintomático o incômodo do sistema Sarney de Comunicação. O resgate da rádio pública, que foi extinta por Roseana Sarney, há mais de 20 anos, irrita os detentores do maior império de comunicação do Maranhão.

A reestruturação da rádio liderada pelos competentes jornalistas Robson Paz e Ribamar Praseres permitiu a transmissão da entrevista do governador para todas as regiões do estado, por meio de mais de 40 emissoras.

Isto é inaceitável para os sarneysistas acostumados a manter acuados os governantes adversários como fizeram com o ex-governador Jackson Lago, que foi massacrado pelo sistema Mentira, como ele chamava, sem ter veículos de massa para se defender.

Na sanha contra o governo, o jornal de Sarney reconhece a importância da rádio pública como instrumento capaz de levar informação confiável para os maranhenses. “Recentemente, uma entrevista à rádio oficial do governo foi retransmitida por outras emissoras, a fim de atingir o maior número possível de ouvintes, na capital e no interior.”, diz trecho do editorial.

De resto, o panfleto oligárquico se limitou a expelir ódio pelo bom momento vivido pela mais tradicional rádio do Estado. E pelo que se desenha sob a gestão de Robson Paz, com mais novidades a partir de maio, as carpideiras da oligarquia derramarão ainda muitas lágrimas com o sucesso da Nova 1290.

Política maranhense em notas

Clã em guerra declarada I

sarneyroseanaA guerra do Clã Sarney pelo que sobrou do grupo ainda possui está fervendo nos bastidores. Roseana Sarney e Sarney Filho querem a candidatura ao Senado em 2018. Andrea Murad e Fábio Câmara disputam a candidatura à prefeitura de São Luís pelo PMDB e no meio do fogo cruzado está o velho oligarca, que ainda se recuperando de cirurgia no ombro está tendo que apagar o incêndio.

Clã em guerra declarada II

josesarneyE José Sarney teve intervir ao ser encurralado por Roseana. O ex-senador havia colocado Andrea como estrela do Maranhão na inserção nacional do PMDB. Depois que Roseana colocou Sarney contra a parede, o Oligarca teve que incluir o vereador Fábio Câmara também e os dois se apresentam como pré-candidatos do partido à prefeitura de São Luís.

Isenção de Flávio em São Luís mantida

marciojerryAo ser questionado se o secretário Bira do Pindaré estaria ganhando mais holofotes no governo e alguma tendência para que seja apoiado, o secretário Márcio Jerry foi firme ao confirmar que o governador se manterá isento nas eleições de São Luís, onde vários aliados são pré-candidatos e o PCdoB irá com o prefeito Edivaldo. “Desde de fevereiro de 2015, Bira é secretário de estado. A coisa mais natural que aconteceu em 2015 foi Bira estar ao lado de Flávio Dino. Eu não sei porque só agora enxergam isso e mostram essas fotos. Existe uma infinidade de fotos do ano passado dele ao lado do governador. A sociedade é midiática, e um você pega um recorte e transforma aquilo em uma imensa verdade e à luz da realidade concreta não é a realidade”.

Sérgio Frota entra no Blocão

sergiofrotaO Blocão governista na Assembleia Legislativa está com 24 deputados. O tucano Sérgio Frota integrou o grupo majoritário da Casa. Continua a discussão sobre a possibilidade de Cabo Campos entrar para o grupo. Os membros acham que o Bloco já está em número suficiente.

Investimentos na segurança devem ser reconhecidos

othelinoCom grande discussão sobre segurança pública na Assembleia, em virtude do assalto a banco em Colinas, o deputado Othelino Neto afirmou que todos lamentam o fato, mas que não se pode deixar de reconhecer os investimentos que o governo está fazendo na área. Aquisição de 300 viaturas policiais, contratação de 1.500 policiais, da aquisição de armamentos e também de novas tecnologias para o combate à criminalidade. “Então, desta forma, o governo do Estado está mostrando objetivamente, concretamente, o compromisso com a Segurança Pública”, afirmou.

PSB cauteloso sobre Ribamar Alves

ribamaralvesOs membros do PSB estão “pisando em ovos” sobre o caso do prefeito Ribamar Alves. Com receio de qualquer declaração parecer uma condenação antecipada ou uma defesa de uma pessoa que pode ter cometido crime tão grave como estupro, os socialistas esperam o desenrolar das investigações. O deputado federal Zé Reinaldo já havia afirmado que esta era uma situação tão pessoal, que não caberia envolvimento do partido. Hoje, O deputado Bira do Pindaré, também cauteloso, disse que oficialmente, o presidente estadual Luciano Leitoa irá se manifestar depois das investigações mais avançadas. Mas declarou que caso confirmado o estupro, é caso de expulsão.

Clã Sarney já discute como boicotar governo Flávio em caso de impeachment

Do Blog Marrapá

michelsarneyroseana

Não se fala em outra coisa no PMDB do Maranhão.

Apostando no impeachment da presidente Dilma Rousseff e na ascensão de Michel Temer ao Palácio do Planalto, peemedebistas já discutem como inviabilizar o governo Flávio Dino.

As estratégias seriam as mesmas usadas para sabotar a gestão do saudoso ex-governador Jackson Lago: barrar recursos federais, controlar a bancada em Brasília, aparelhar os órgãos federais no estado e montar uma espécie de “governo paralelo” ao Palácio dos Leões.

Semana passada, no cafezinho da Assembleia Legislativa, um deputado aliado do clã Sarney, empolgado com o possível afastamento de Dilma pela comissão da Câmara Federal, adiantava até qual seria a primeira medida de uma possível gestão Temer contra os interesses do Maranhão.

“Não tenha dúvida que a primeira coisa a ser feita é travar o empréstimo de R$ 1 bilhão do BNDES para acabar de vez com qualquer possibilidade de investimento do governo comunista”, afirmou o parlamentar.

Diante da perspectiva sombria de perseguição ao povo maranhense, o governador Flávio Dino está correto em lutar pela democracia e contra a tentativa de golpe impetrada pelo PMDB, com o apoio do grupo político que saqueou os cofres do estado por quase meio século.

Fim da impunidade: veja o momento da prisão de João Abreu

 

A prisão de João Abreu, ex-chefe da Casa Civil do governo Roseana, foi bem diferente da forma como o grupo Sarney sempre utilizou de prisões forçadas para expor seus adversário políticos.

No vídeo, pode-se observar como foi tranquila a prisão de João Abreu que se entregou à Polícia e foi conduzido com respeito e dignidade. Ele deixou o avião direto para a viatura da polícia.

Agora, para os aliados do Clã, é difícil admitir o fim da Era da impunidade para afilhados de Sarney. Por isso, a estranheza do início de um tempo de punições para os maus feitos com o dinheiro do povo do Maranhão tem causado estranheza a eles. Ou fingem estranhar…

Clã Sarney mais vivo do que nunca

sarney

“Vocês têm que esquecer essa história de grupo Sarney. Isso é passado”. “O grupo Sarney morreu”. “Pra que ficar lembrando o Sarney que não é mais nada. Tem que se preocupar com o agora”. Esta cantinela é repetida seguidamente toda vez que um jornalista não-alinhado ao Clã ousa lembrar os responsáveis pela péssima situação do Maranhão. E a quem mais interessa a ideia de que o grupo não existe mais? Ao próprio grupo, que, com seu poder midiático, se exime da critica e passa a ideia de que qualquer problema que apareça no Estado é fruto dos sete meses do governo Flávio. Pois o Clã não morreu nem deve ser esquecido.

Leia no Garrone: A traição de Sarney

O velho oligarca, que tem instigado seus aliados no Congresso a trabalharem pela queda da presidente Dilma Rousseff, participou na manhã desta quarta-feira (12) de reunião com o ex-presidente Lula e outros caciques do PMDB. Com os ventos favoráveis a Dilma nos últimos dois dias, Sarney já se enturma para parecer um grande aliado da petista.

O ex-presidente da República já havia conseguido emplacar Chiquinho Escórcio para assessoria do vice-presidente Michel Temer para estar muito próximo em caso de queda da petista e ascensão do vice. Como de praxe, cerca o poder central para manter prestígio e poder decisório mesmo sem mandato.

O grupo mantém sua tropa mais fiel na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal tentando sangrar o governo estadual transformando denúncias vagas em grandes “polêmicas” através de seus veículos de comunicação. O Clã Sarney mostra que não só não acabou, mas já está muito mais organizado do que nos primeiros meses que sucederam a derrota nas eleições de 2014.

É muito cômodo para o grupo Sarney, após deixar o Maranhão com os piores índices do país, querer o esquecimento. Assim, tem liberdade de atacar o atual governo por problemas que o próprio grupo Sarney causou e ainda acusa Flávio Dino de querer se “escorar” no passado.

Mas este Blog não esquecerá. Até para que o governo atual mire os problemas do passado para fazer um futuro diferente. Os mais pobres do Maranhão esperam isto.

Política maranhense em notas

Oposição familiar

Está definida a oposição ao governo Flávio Dino na Assembleia Legislativa. A filha e o genro de Ricardo Murad, o neto de José Sarney e o genro de Nelma Sarney. Os quatro deputados com ligação familiar ao Clã Sarney-Murad demarcaram nesta semana que farão oposição ao governo. Conforme as auditorias avançam e s irregularidades da gestão anterior os ataques do quarteto se intensificam. Para quem insiste na tese de que o sarneysmo acabou com a derrota nas urnas, o protesto da nova geração mostra que o Clã permanece e não dorme no ponto.

Maranhão de nome limpo

O Maranhão não consta mais no cadastro de inadimplentes do governo federal em caráter liminar. O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Roberto Barroso, determinou a retirada do Estado dos cadastros de inadimplência do Governo Federal. A situação herdada da gestão anterior inviabilizava o repasse de recursos ao Estado, oriundos do governo federal, especialmente os ligados ao BNDES. O procurador Ricardo Lima Sellos, responsável pelo ajuizamento da Ação Cautelar junto ao STF, explicou que com a decisão o governo do Estado passa a ter o nome limpo novamente junto ao Cadin (Cadastro de Informativo de Créditos não quitados do setor público federal) e também junto ao Siafi(Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal).

Combate à corrupção

O governador Flávio Dino participou do lançamento do Pacote Anticorrupção, nesta quarta-feira (18). A presidenta Dilma Rousseff afirmou que o combate à corrupção é uma questão fundamental na democratização do poder. Ela anunciou uma série de medidas e destacou a importância do projeto transformando em crime a prática de caixa dois e a lavagem de dinheiro.

Dom Belisário ludovicense

D2Em sessão solene realizada hoje (18) na Câmara municipal de São Luís, o Arcebispo Metropolitano, Dom José Belisário, natural do Estado de Minas Gerais, e que já mora há mais de dez anos na capital maranhense, recebeu o título de cidadão ludovicense concedido pelo vereador Ivaldo Rodrigues (PDT). Dom Belisário se emocionou e foi aplaudido ao falar dos desafios de sua carreira religiosa em terras maranhenses. O Arcebispo se disse muito feliz por ser agora ludovicense de fato e direito.

Parceria no asfalto

O governo do estado e a prefeitura de São Luís deverão lançar já nesta sexta-feira (20) a primeira etapa da parceria para um grande pacote de asfaltamento na capital. Com muitos problemas nesta área, o município de São Luís não teve um convênio na gestão passada, enquanto vários municípios aliados do grupo Sarney receberam milhões. A atenção do governo de uma forma especial com São Luís trás mais justiça à distribuição dos recursos, porque a cidade tem a maior população do estado e foi muito prejudicada nos dois primeiros anos por perseguição política.

Feriado em Ribamar

Nesta quinta-feira (18) é feriado municipal em São José de Ribamar, pelo Dia de São José. Assim, não haverá expediente nas Secretarias Municipais da cidade. Estarão trabalhando somente servidores lotados em órgãos que prestam serviços essenciais nas áreas da Saúde, Trânsito, Defesa Social, Limpeza Pública, Iluminação Pública e Turismo.

* A coluna diária agora se chama Política maranhense em notas. O Blog adota a fórmula para abordar um maior número de assuntos da política maranhense por dia, com informações mais sucintas nas notas.