Entidades sindicais declaram apoio à chapa de Honorato para presidência do PT de São Luís

Há menos de um mês para o Processo de Eleição Direta do PT em São Luís, a chapa “Unidade para Renovar”, encabeçada pelo vereador Honorato Fernandes, a cada dia consegue aglutinar mais adeptos e segue se consolidando como favorita para vencer a eleição.

Honorato, que já foi líder do prefeito Edivaldo na Câmara e se tornou o primeiro vereador reeleito pelo PT na história da Câmara Municipal de São Luís, já conta com o poio de diversas tendências da legenda, além de representantes de organizações não governamentais, sindicalistas, dirigentes, profissionais liberais, secretários de governo, movimentos sociais e militantes petistas.

“A crescente adesão de pessoas e grupos que se identificam com as nossas propostas só fortalece ainda mais a luta pelo objetivo maior do nosso projeto: a defesa do legado e da história do partido dos trabalhadores”, afirmou Honorato Fernandes.

O vereador, cujo mandato sempre esteve alinhado à luta da classe trabalhadora e compromissado com o movimento sindical, recebeu declarações de apoio de diversos integrantes do movimento, dentre eles: Osvaldo Muller, presidente do Sindicato dos Comerciários; Manoel Lages, secretário de administração e finanças do Sindsep/MA; Tania Lobão Abreu/ Militante do PT/ Diretora do Sindpd-Ma/ Diretora da CUT; Rodrigo Comerciário – Diretor de Assuntos Jurídicos da Federação dos Empregados no Comércio e Serviços do Maranhão; Lauzina Morais – Presidente da Federação dos Empregados no Comércio e Serviços do Maranhão; Eduardo Pinto, Diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias dos Estados do Maranhão, Pará e Tocantins( STEFEM) , Socorro Lago – Presidenta do SindPD/MA (Sindicato de Processamento de Dados do Maranhão)e Secretária Estadual de Mulheres do PT e do Diretório Estadual do partido.

Eleição de Zé Inácio para presidente do PT ficou muito distante

O deputado Zé Inácio caiu de favorito para provável terceiro colocado nas eleições para presidente estadual do PT. O deputado caiu no conceito do eleitorado petista e hoje tem uma eleição muito mais difícil.

O afastamento gradativo de Inácio do governo complicou sua situação. Sua principal bandeira de campanha era que teria suas emendas liberadas para ajudar os companheiros e garantiria mais espaço no governo como elo do partido com o Palácio dos Leões. Promessa essa que não poderá ser cumprida com o distanciamento enorme entre o parlamentar e o governador Flávio Dino hoje.

O ponto alto do distanciamento foi o boicote do deputado à votação da MP 230, que aumenta os salários dos professores estaduais.

Baixa na chapa

A chapa de Zé Inácio ainda teve uma considerável baixa. O candidato a secretário-geral da chapa “Por um Maranhão mais justo para todos e para Lula”, Nonato Chocolate, teve o registro impugnado por estar inadimplente com os compromissos partidários do partido. Inácio tentou emplacar Chocolate na secretaria estadual de Cultura no lugar do também petista Marlon Botão. A tentativa de golpe em um companheiro mesmo sendo de outra ala do partido foi muito mal vista dentro do PT.

Chapa de Honorato para presidência do PT municipal é registrada

A Chapa “Unidade para Renovar”, encabeçada pelo vereador Honorato Fernandes, à presidência do Diretório Municipal do PT de São Luís, foi oficialmente registrada. O grupo reúne representantes de 6 chapas que concorreram no último Processo de Eleição Direta do PT (PED-PT) em 2013.

Segundo Joab Jeremias, que na eleição passada encabeçava a chapa “Renovar é Preciso”, a união das correntes em torno de Honorato mostra o momento que o Partido dos Trabalhadores atravessa, onde busca a renovação e união para se reorganizar. As demais chapas que participaram do processo eleitoral de 2013 e que estão agora juntas na “Unidade para Renovar” são: “Renovar é Preciso”, “Novo Partido com Liberdade e Democracia”, “Resistência Petista: Paulinho Presidente”, “O Partido que Muda o Brasil: Construindo uma Nova São Luís”, “Militância em Movimento por um Partido para Todos” e “Desafiar, Lutar e Mudar”.

“Gostaria de comunicar a todos que o coletivo da nossa chapa Renovar é Preciso, que disputou o PED várias vezes sempre chegando ao 2º turno, decidimos não lançar candidatura pelo fortalecimento e crescimento do PT Municipal de São Luís e do nosso Presidente Lula em 2018 e 2020. Na busca por unidade partidária, decidimos apoiar o nosso Vereador Honorato Fernandes como nosso candidato a Presidente do PT Municipal. E acreditamos que com todos os coletivos unidos o PT de São Luís sai mais fortalecido”, destacou Joab Jeremias.

“É um momento para fortalecer o nosso Partido, atingido pela intolerância e ódio arquitetados para alijá-lo do poder. Fomos duramente feridos e muitos recuaram atônitos. Por isso, vejo o PED como oportunidade de mostrarmos para a sociedade que o PT vive e sairá reforçado para a luta. Reconheço o empenho de companheiros que dirigiram o Partido, mas me passava a impressão de um PT acanhado, sem diálogo com a sociedade, sem vida. O PT precisa se reaproximar das bases, estar nos bairros e nas organizações sociais. Vejo no vereador Honorato Fernandes essa possibilidade de revitalização,  de interlocução com a sociedade, de animar a militância para defender a política como a arte de promover o bem comum”, reforça Cecília Amin, membro da Comissão de Justiça e Paz de São Luís.

O vereador reeleito pelo PT Honorato Fernandes afirma que é uma grande honra e responsabilidade encabeçar este projeto ao lado de tão valorosos companheiros e companheiros.

“Juntos iremos trabalhar no fortalecimento e unificação do nosso Partido e prepará-lo para o grande desafio de reconstruí-lo, o que passa pela eleição do presidente Lula e defesa da política que mudou a cara e a realidade do nosso País, além de fortalecer o campo de esquerda com a reeleição de Flávio Dino ao governo do Maranhão”, destacou Honorato Fernandes.

Entre as bandeiras defendidas pela chapa Unidade para Renovar estão: a aquisição de uma nova sede, gestão compartilhada, realização de seminários temáticos sobre São Luís e seus desafios, regularização trabalhista no PT, calendário anual de atividades, criação de um programa de rádio e assinatura de termo de compromisso com os filiados, entre outras bandeiras.

“Vamos honrar os compromissos assumidos e vamos chamar os companheiros e companheiros para juntos trabalharmos em torno do fortalecimento do nosso partido”, finaliza Honorato Fernandes.

PSB define eleição de Zé Reinaldo para o Senado como prioridade para 2018

O PSB maranhense se reuniu na noite desta segunda-feira (13) sob a coordenação do presidente estadual da sigla, Luciano Leitoa (prefeito de Timon). A reunião contou com as presenças do ex-governador e deputado federal José Reinaldo, o prefeito Tema (presidente da Famem), deputado estadual Bira do Pindaré, secretário estadual de Governo Marcelo Coelho (Meio Ambiente), José Antônio Almeida, dentre outras lideranças do estado.

O Diretório Estadual do PSB-MA tratou do processo de recadastramento de filiados que acontece em todo o país, da estruturação do partido no estado e principalmente, discutiu rumos e posicionamento da sigla para o processo eleitoral de 2018.

Unanimemente, os membros do diretório estadual do PSB entendem que o processo de fortalecimento da sigla passa pela ocupação na chapa majoritária das próximas eleições e definiram o nome de Zé Reinaldo (principal representante da sigla, segundo os presentes) na disputa por uma das vagas de senador.

O partido deverá realizar Encontros Regionais como  estratégia para massificar o projeto.

Militância feminina declara apoio a Honorato para presidência do PT de São Luís

A Chapa “Unidade para Renovar”, encabeçada pelo vereador Honorato Fernandes (PT) que disputa a presidência do Diretório Municipal do PT tem recebido importantes apoios de vários segmentos da sociadade. São representantes de organizações não governamentais, sindicalistas, dirigentes, profissionais liberais, secretários de governo, movimentos sociais e militantes petistas.

“Nosso grupo surge do entendimento de que, neste momento de ataques ao nosso projeto, todo o nosso esforço deve estar voltado para a defesa do legado e da história do partido dos trabalhadores, buscando, para isso, lideranças, forças políticas e agrupamentos, mas nos permitindo registrar os acertos e erros e estabelecer um novo marco para a nossa caminhada coletiva, pactuando, pelo debate, as nossas convergências internas, e tratando as nossas divergências na base do respeito e da ética, que fazem parte de princípios do nosso partido”, destacou o vereador Honorato Fernandes.

Dentre as várias declarações de apoio recebidas Honorato destaca as mensagens das mulheres, que sempre estão no protagonismo da grandes lutas do Partido dos Trabalhadores.

“Muito nos orgulha receber as mensagens de apoio destas grandes companheiras, que sempre estão na luta. Mulheres fortes que marcam presença e fazem a diferença”, ressaltou.

Entre os apoios recebidos estão o de Cecilia Amin (Administradora e membro da Comissão de Justiça e Paz de São Luís), Ana Amélia Dino (Advogada e Petista), Cricielle Muniz (Dirigente Estadual do Pt, Conselheira Municipal de juventude de São Luís e membro da JPT), Berenice Gomes (educadora, e membro do Diretório Nacional do PT) e Tania Lobão Abreu (Militante do PT/ Diretora do Sindpd-Ma/ Diretora da CUT).

“São apoio importantes que fortalecem a nossa luta e aumentam a nossa responsabilidade”, destacou Honorato Fernandes.

Flávio Dino recebe Augusto Lobato e demonstra tendência de apoio na eleição do PT

O candidato à presidência do PT estadual pela chapa “PT pela Mudança”, Augusto Lobato, foi recebido em audiência pelo governador Flávio Dino no Palácio dos Leões.

Lobato afirmou que sua candidatura decorre de um amplo movimento de mobilização partidária, articulação com os movimentos sociais e fortalecimento da base do governo. Ele demonstra assim que sob seu comando, o PT certamente será um aliado fiel do governador Flávio Dino.

O governador Flávio Dino desejou uma campanha vitoriosa para Lobato. Mas o governador não deva oficializar apoio, já que o deputado Zé Inácio, que também concorre à presidência do partido, também é seu aliado.

Apesar disto, a recepção de Flávio demonstra a tendência de simpatia pela chapa de Lobato.

Chapa de Honorato é favorita para vencer a eleição do PT em São Luís

A chapa encabeçada pelo vereador Honorato Fernandes deve ser eleita para comandar o PT em São Luís. Honorato conseguiu aglutinar apoios de Grande parte da CNB, da Resistência Petista e outras tendências menores do partido. A candidatura do atual presidente, Fernando Magalhães, tem minguado e não deve se sustentar. O PED (Processo de Eleição Direta do PT) em São Luís está marcado para o dia 9 de abril.

Honorato tem dito que a sua candidatura é marcada justamente pela unidade de lideranças de todas as tendências. Mesmo pessoas ligadas a diferentes candidaturas à presidência estadual do partido têm entrado em consenso pela eleição do vereador.

“Trata-se de um esforço coletivo de vários militantes petistas que têm buscado o exercício da unidade e, como resultado, surge uma chapa plural em que se reconhece erros e se busca valorizar os acertos. A nossa proposta é resgatar militantes históricos que sonham um novo momento para o partido, apesar das dificuldades conjunturais, dispondo-se a repactuar novas relações e caminhos em defesa da sociedade”, afirmou Honorato.

Honorato foi líder do prefeito Edivaldo na Câmara e se tornou o primeiro vereador reeleito pelo PT na história da Câmara Municipal de São Luís. Neste mandato, conseguiu posto importante na Mesa Diretora da Casa e é o 1º secretário do legislativo.

O vereador tem dito que sua chapa tem diretriz muito clara de aliança com o prefeito Edivaldo e com o governador Flávio Dino. E tem o apoio do representante do PT no primeiro escalão da prefeitura, o secretário de Cultura, Marlon Botão. “O Partido dos Trabalhadores vive um momento histórico de reconstrução e fortalecimento. Se refazer internamente é o primeiro passo para recuperarmos o protagonismo conquistado. Em São Luís, o companheiro Honorato Fernandes, nosso candidato a presidente do diretório municipal, de forma inédita, reúne diversas forças que compõem o nosso partido, com o compromisso coletivo de somar para Unir e Renovar”, declarou Botão.

Berenice Gomes,Cecília Amim, Jesus Abreu, Joab Jeremias e Marlon Botão: chapa de Honorato reúne apoio de diversas tendências petistas

 

 

 

Roberto Rocha se movimenta pelos partidos pequenos

Márcio Coutinho, Levy Fidelix e Roberto Rocha

O senador Roberto Rocha começa a se movimentar para ter os nanicos em seu palanque nas eleições de 2018. Sem conseguir atrair grandes lideranças, o pré-candidato ao governo do Estado pode viabiliza tempo de televisão e chapas proporcionais em uma coligação com partidos menores.

Rocha participou neste final de semana de Encontro do PRTB, com a presença do presidente nacional do partido, Levy Fidelix. O homem que disse na campanha de 2014 que “órgão excretor não reproduz” pretende ser novamente candidato a presidente.

O partido que foi comandado no Maranhão por João Câncio por muitos anos agora é presidido por Márcio Coutinho, extremamente ligado à família Lobão. E é dentro desse arco que pode se formar as alianças para Roberto Rocha ser candidato.

Zé Inácio e Augusto Lobato disputarão a presidência do PT maranhense

Zé Inácio e Augusto Lobato disputam a cadeira de Raimundo Monteiro na presidência do PT

O deputado estadual Zé Inácio confirmou que irá bater chapa com o até então único pré-candidato à presidência do PT no Maranhão, Augusto Lobato. Zé Inácio tem apoio do atual presidente do partido, Raimundo Monteiro. Mas Lobato é apoiado pelo deputado federal Zé Carlos.

Zé Inácio era um dos que mais pregava unidade no Processo de Eleição Direta (PED) do PT. Hoje, o partido está unificado em torno da aliança com o governador Flávio Dino, mas se não tivesse uma disputa interna, não seria PT.

A eleição promete ser acirrada. Além do apoio do grupo de Zé Carlos, Augusto tem apoio do grupo mais próximo ao Palácio dos Leões (a antiga Resistência Petista) encabeçada pelo secretário estadual de esportes, Márcio Jardim.

A ala que apoia Zé Inácio é majoritária: a CNB (Construindo um Novo Brasil). Se Inácio conseguisse unificar a CNB, certamente seria eleito. Mas tudo indica que a corrente majoritária irá se dividir capitaneada pelos apoiadores de Augusto. O que torna a disputa muito equilibrada.

Houve mudanças nas regras do PED. Agora, os filiados não votam na eleição da direção estadual. A eleição será direta nos diretórios municipais. Aí serão formados os delegados que elegeram a direção estadual.

O PED municipal está marcado para 12 de março. Serão escolhidos 260 delegados que em 26 de março elegerão a nova direção estadual. No começo de abril de abril será realizado o congresso do partido, quando se debate a tese para as eleições de 2018 e a possibilidade de candidatura de Lula à presidência da República.

 

A Comissão de Recesso da Assembleia e seus componentes

Ao término da última sessão do ano na Assembleia Legislativa, o deputado Othelino Neto (PCdoB), presidente em exercício, anunciou a Comissão Parlamentar de Recesso. Ela é composta por cinco deputados, apontados pelo presidente – neste caso, Humberto Coutinho (PDT) assumiu este papel no seu retorno na quarta-feira (21).

Porém, uma análise mais profunda, nos mostrar a dinâmica existente dentro do Parlamento Estadual maranhense. Compõem a CPR: Fábio Macedo (PDT), Zé Inácio (PT), Sérgio Frota (PSDB), Vinícius Louro (PR) e Roberto Costa (PMDB).

Dois deputados são de partidos que se digladiam no campo nacional e, por vezes, também no local. Apesar desta realidade, Zé Inácio e Sérgio Frota sempre foram muito cordiais dentro do plenário e nunca levaram essa cizânia partidária para a convivência entre ambos.

O mesmo não se pode afirmar dos deputados Vinicius Louro e Fábio Macedo. Os dois, ao longo de 2016, trocaram farpas, principalmente no período eleitoral. Até em programa de rádio, os dois discutiram. No plenário da Assembleia, então… E, olha, que os dois têm papel preponderante, caso sejam exigidos no período de recesso. Vinicius é presidente da Comissão de Orçamento e Fábio, da Comissão de Recesso. Já viu se surge alguma questão financeira para eles discutirem?

O quinto membro, o deputado Roberto Costa, não tem pendenga com nenhum outro colega da comissão, mas é o único deles que pode tirar proveito dos trabalhos da equipe. É que uma das prerrogativas da CPR é aceitar a renúncia de algum parlamentar e dar posse ao suplente. Acontece que, se nesses dias de recesso, a justiça eleitoral decidisse em dar posse para Roberto Costa como prefeito de Bacabal, ele teria que renunciar ao cargo de deputado. Lógico que ele “intimaria” o deputado Fábio a convocar toda comissão para que ele pudesse entregar sua renúncia e ficar livre para virar chefe de Executivo. Porém, é uma hipótese. E muito remota, diga-se de passagem.