Planeja: Luís Fernando ouve trabalhadores e usuários do setor de transportes

Luís Fernando ouve demandas do transporte

Luís Fernando ouve demandas do transporte

Comandada pelo ex-prefeito Luis Fernando Silva, a Executiva Municipal do PSDB de São José de Ribamar retomou a bateria dos seminários Planeja, evento que tem como objetivo construir um conjunto de propostas de reconstrução efetiva do município de São José de Ribamar.

Na noite desta quarta-feira, dia 7, na chácara Nossa Senhora da Conceição, Piçarreira, mais uma vez, a presença do público foi marcante. Taxistas, mototaxistas, trabalhadores do transporte alternativo e usuários do transporte público ribamarense participaram do Planeja Transportes.

Luís Fernando e Domingos Dutra: dobradinha Ribamar e Paço do Lumiar

Luís Fernando e Domingos Dutra: dobradinha Ribamar e Paço do Lumiar

O deputado estadual Júnior Verde (PRB) e o pré-candidato a prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra, também participaram do seminário e deixaram suas ideias para serem juntadas ao conjunto de propostas que serão anexadas no Tribunal Regional Eleitoral, quando do registro da candidatura do ex-prefeito Luis Fernando Silva à prefeitura de São José de Ribamar.

“Os Planejas tem sido sempre assim, além de propositivos, sempre lotado, seja durante o dia ou à noite. É uma demonstração de que o ribamarense está havido para dar a sua contribuição na construção de um plano de governo que atenda de forma eficiente as demandas do cidadão e da nossa cidade, em todos os setores da administração pública. [….] Serão propostas de soluções provenientes de quem mais entende de suas reais necessidades, que é próprio cidadão”, pontuou o tucano.

Para o deputado Domingos Dutra, como os dois municípios fazem limites e acabam tendo demandas comuns, a integração entre os agentes políticos das duas cidades é muito importante, sobretudo na busca das soluções para a melhoria da qualidade de vida da população da região. “Por isso estou aqui, para dar minha contribuição e colaborar com o trabalho político competente desse grande amigo que tenho aqui em São José de Ribamar, que é o Luis Fernando”, ressaltou o comunista.

Assim como o PCdoB, o PRB é um dos 17 partidos que deverão defender, em coligação, a futura candidatura de Luis Fernando, para prefeito de São José de Ribamar. Para um dos principais nomes da legenda, o deputado Júnior Verde (PRB), o Planeja é o melhor caminho para a construção de um bom plano de medidas para melhor a qualidade dos serviços de transportes. “Antes mesmo de ser deputado já conhecia o Luis Fernando com essa forma de elaborar suas gestões por onde passou: planejando com as pessoas. E isso é fundamental para se construir uma grande gestão”, relatou Verde.

O próximo Planeja será realizado no sábado, dia 9, sob a temática Esporte e Lazer.

Luís Fernando diz não ter nenhum interesse em política no momento

Luís Fernando Silva não se empolgou com a ideia do novo grupo e permanece afastado da política

Luís Fernando Silva não se empolgou com a ideia do novo grupo e permanece afastado da política

Via assessoria, o ex-prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Silva, informou ao blog que não tem interesse em política neste momento e que se dedica exclusivamente ao trabalho de consultoria em gestão pública fora do estado.

Questionado sobre as ligações com o candidato a deputado federal Washington Rio Branco para a formação de um novo grupo, Luís Fernando afirmou que teve apenas uma ligação com Washington Rio Branco, mas nada de formação de grupo. “Desconheço o convite. Neste momento, tenho me dedicado exclusivamente ao trabalho de consultoria em gestão pública fora do estado. Nada de política agora”, sentenciou.

Washington Rio Branco idealizou a formação de um novo grupo e teve o convite aceito pelo ex-prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo. Depois contactou Luís Fernando e acreditava que o grupo estaria bem encaminhado.

Mas, com o recuo do ex-prefeito de Ribamar, a ideia fica inviabilizada.

Nome de Luís Fernando volta ao jogo

luisfernandoO jornal O Imparcial revelou nesta quinta-feira (19), a intenção do grupo Sarney de indicar o ex-secretário de Infraestrutura, Luís Fernando Silva, como candidato a vice-governador na chapa de Edinho Lobão (PMDB). Após um longo período sem ter seu nome lembrado, os bastidores do grupo se aquecem com a possibilidade, embora o próprio Edinho tenha negado a articulação, demonstrando não estar muito à vontade com uma possível volta de Luís Fernando ao jogo.

O grupo já sondou o ex-prefeito de Ribamar, que não respondeu ao convite. Dificilmente ele aceitará, pela maneira como deixou o processo eleitoral após passar dois anos como pré-candidato ao governo pelo grupo Sarney.

O nome de Luís Fernando voltando a aparecer no jogo, assusta Edinho. Uma vez que o ex-secretário não aceitou o convite para retornar à secretaria e poderia ainda estar interessado em disputar as eleições. É uma sombra que Edinho não quer por perto.

De qualquer forma, Luís Fernando não mostra grande interesse. O vice deverá mesmo ser o deputado estadual Victor Mendes (PV), mas o nome de Luís Fernando ressurge e assusta.

Confira o comunicado oficial da desistência de Luís Fernando

Segue a nota do ex-pré-candidato ao governo do Maranhão, Luís Fernando Silva (PMDB), oficializando que está fora da disputa.

Comunicado de Luis Fernando Silva ao povo do Maranhão

A propósito da minha pré-candidatura ao Governo do Maranhão, comunico à sociedade maranhense que:

1 – Na proximidade do período eleitoral, os grupos políticos iniciam um processo de articulação visando à escolha de nomes para a disputa. A cultura política brasileira instituiu para esse período a figura do pré-candidato;

2 – Em julho de 2013, as lideranças políticas do grupo ao qual pertenço atribuíram a mim tal condição de pré-candidato e não de candidato. Aproximando-se a campanha propriamente dita, é natural, no mundo político, que tal condição se altere, no interesse do êxito eleitoral;

3 – Concluída a missão de auxiliar do governo, na qual tive a honra de exercer, a convite pessoal da Governadora, os cargos de Secretário-Chefe da Casa Civil e de Secretário de Estado de Infraestrutura, após análise da conjuntura política e dos prováveis cenários em que ocorrerá a campanha eleitoral, manifestei a Sua Excelência, antes da data da minha desincompatibilização e do seu anúncio de permanecer ou não à frente do Poder Executivo até 31 de dezembro, a decisão de não concorrer ao pleito, deixando a critério do grupo político o momento adequado para promover a devida substituição;

4 – Ressalto a confiança, o apoio e a distinção de que sempre fui alvo por parte da Governadora Roseana no exercício dos referidos cargos de Secretário de Estado bem como na atividade político-institucional a eles inerentes;

5 – Destaco, também, que integro o círculo de amigos pessoais da governadora Roseana Sarney e dos seus familiares;

6 – Nesta oportunidade comunico, também, a decisão de permanecer como integrante do grupo, prestando apoio político ao Governo Roseana Sarney e me mantendo na luta pelo desenvolvimento do Maranhão;

7 – Valho-me desta oportunidade para manifestar a minha gratidão à Governadora, aos Senadores, aos ex e atuais deputados federais e estaduais, prefeitos, vice-prefeitos e vereadores que integram o nosso grupo político, assim como aos líderes comunitários e estudantis, dirigentes de organizações da sociedade civil, movimentos sociais, militantes partidários, imprensa, usuários das redes sociais, cidadãos e cidadãs de todo o Maranhão que me acolheram, apoiaram e estimularam o cumprimento da missão de levar obras públicas a todas as cidades maranhenses;

8 – Finalmente, ao Maranhão, que testemunhou em mim compromisso e dedicação ao trabalho, reafirmo a esperança, que me conduziu durante todos esses anos, por um futuro ainda melhor.

São José de Ribamar, 07 de Abril de 2014

Luis Fernando Silva

Últimos dias para farra de OS de Luís Fernando

Luís Fernando balançando papel: esta foi sua grande obra na Sinfra

Luís Fernando balançando papel: esta foi sua grande obra na Sinfra

Caso seja realmente o candidato do grupo Sarney ao governo do estado, o secretário estadual de Infraestrutura, Luís Fernando Silva (PMDB) só tem mais quatro dias para continuar sua farra de OS (Ordens de Serviço). Isto por que Luís Fernando tem que deixar o cargo de secretário até sexta-feira (4).

O secretário tem se dedicado intensamente em anunciar obras a serem realizadas no último ano de governo (mais precisamente nos próximos nove meses). Obras que ao longo de três anos e três meses não foram feitas. Luís Fernando e sua caravana percorreram vários municípios assinando um papel e balançando para os que acompanham os eventos eleitoreiros, que aliás, são membros do próprio governo e aliados nos municípios. Os eventos servem muito mais para que os prefeitos aliados ratifiquem ao seus afilhados polítcos quem é seu candidato ao governo.

E mais papel...

E mais papel…

O último município da pose de LF para foto com uma caneta e um papel na mão foi Chapadinha. Onde anunciou ginásio Poliesportivo roseado por políticos do grupo. Já foram inúmeras obras anunciadas apenas nestes últimos meses que, estranhamente, não foram feitos nos últimos três anos (sem contar todos os anos em que Roseana Sarney foi governadora).

Mas apenas neste governo, Luís Fernando participa ativamente desde o início. Foi chefe da Casa Civil (homem forte do governo) e ainda assim só pode anunciar obras no último ano da gestão?

...e mais um pouco de papel.

…e mais um pouco de papel.

Bom, pelo menos, o eleitor só terá que aturar essa ladainha até sexta-feira., quando encerra o prazo de desincompatibilização para quem vai concorrer a cargo eletivo em outubro. Isso se Luís Fernando for mesmo candidato…

Mais um evento esvaziado de Luís Fernando em Paço do Lumiar

Evento de Luís Fernando é composto apenas de assessores e vereadores

Evento de Luís Fernando é composto apenas de assessores e vereadores

Os moradores de Paço do Lumiar parecem não ligar muito mais para o blá-blá-blá do pré-candidato ao governo do estado, Luís Fernando Silva (PMDB). A população percebe que os eventos eleitoreiros não trazem nada de concreto para os luminenses.

Em mais um evento, o secretário de Infraestrutura foi ignorado. É a segunda visita do pré-candidato de Roseana Sarney em Paço do Lumiar, para assinar ordem de serviços na cidade.

Ontem na comunidade do Lima Verde, o que se olhava era assessores de primeiro e segundo escalão, alguns vereadores e secretários do prefeito Josemar Sobreiro, aguardando Luís Fernando, a população luminense mais uma vez, deu a resposta ao grupo Sarney e não participou da assinatura da ordem de serviço na comunidade.

O desgaste de Luís Fernando é visível. A própria aparência de desânimo do pré-candidato com os rumos da candidatura deixa transparecer o barco afundando.

Com informações do Blog do Rilton Silva.

Moto “rodou” 1/4 da circunferência da Terra em 9 dias na gestão Luís Fernando

Do site Maranhão da Gente

Indícios de corrupção na gestão de Luís Fernando em Ribamar são fortes

Indícios de corrupção na gestão de Luís Fernando em Ribamar são fortes

O Relatório de Fiscalização da Controladoria-Geral da União (CGU) que apontou 32 irregularidades na gestão de Luís Fernando Silva (PMDB), durante sua passagem pela Prefeitura de São José de Ribamar, traz várias situações pitorescas. Entre elas a de uma moto que rodou, em apenas nove dias, 10.932 quilômetros, o equivalente a 1/4 do necessário para dar uma volta em redor da terra.

Os fiscais da CGU encontraram a disparidade durante a análise nas Notas Fiscais de fornecimento de combustíveis para manutenção de programas de saúde, com recursos oriundos de um convênio com o governo federal com valor de R$ 2, 6 milhões. A fiscalização constatou ainda abastecimento veículos que não estavam na relação de carros e motos à disposição da Secretaria Municipal de Saúde.

“Verificamos ainda que nos cupons apresentados consta que a moto placa HPT 4019 rodou 10.932 km no período de 03.09.2007 a 12.09.2007. Verificamos ainda que no cupom nº12318 datado do dia 04.09.2007 (53.650km) a quilometragem é superior ao registrado no cupom nº 12221 de 12.09.2007 (43.318km). Esses fatos demonstram que não há controle na distribuição de combustível e possivelmente está havendo desvio de gasolina, pois é inconcebível uma moto rodar 10.332km em doze dias”, diz o relatório (veja imagem).

moto Gestão Luís Fernando fez farra com dinheiro da saúde

 

As irregularidades encontradas na gestão Luís Fernando Silva (2005-2010), pré-candidato ao governado do Estado apoiado pelo grupo Sarney, são alvo de uma ação do Ministério Público Federal por improbidade administrativa. O ex-prefeito também é investigado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) por convênios assinados com o governo Roseana Sarney, pagos e não executados.

CGU aponta 32 irregularidades na gestão de Luís Fernando em Ribamar

Do Blog do Raimundo Garrone

luisfernandoMuitas são as denúncias relacionadas à prefeitura de São José de Ribamar quando Luís Fernando passou por lá. Hoje, o blog do Garrone teve acesso a mais uma – na verdade, 32 – irregularidades cometidas pelo pré-candidato da família Sarney ao governo do estado.

De acordo com relatório da Controladoria-Geral da União (órgão de fiscalização de verbas federais) realizado em 2008, o então prefeito de São José de Ribamar cometeu ilícitos com recursos provenientes do Ministério da Saúde, das Cidades e do Turismo.

Foram muitos os superfaturamentos de obras e de pagamento de combustível a automóveis não registrados ou não declarados. As verbas eram provenientes de convênios celebrados entre a Prefeitura de São José de Ribamar e o Governo Federal.

Os abusos de Luís Fernando na prefeitura com dinheiro público são visíveis e foram alvo de ação do Ministério Público Federal por improbidade administrativa contra o ex-prefeito e pré-candidato a governador apoiado pela família Sarney. O MPF denuncia o ex-prefeito e seus secretários por superfaturamento.

Um deles ocorreu no convênio celebrado com o Ministério da Saúde para a execução do Programa de Vigilância Epidemiológica e Controle de Doenças Transmissíveis, que dos R$ 785,6 mil repassados pelo Governo Federal, R$ 70 mil foram destinados a despesa com veículos que não pertenciam à frota destinada às ações de vigilância em saúde.

A Controladoria Geral da União apontou a irregularidade no Relatório de Fiscalização nº 01147/2008, disponível no Portal da Transparência. Mais R$ 19 mil pagos a postos de gasolina não foram comprovados pelos secretários e o prefeito.

Outra irregularidade foi encontrada na construção de uma Unidade de Saúde. Segundo o relatório da CGU, o orçamento apresentado pela Prefeitura de São José de Ribamar apresentou preços acima do mercado. Segundo o CGU, há indício de superfaturamento pela empresa contratada superior a R$ 60 mil.

Também em convênio com o Ministério da Saúde, a CGU apontou irregularidade na ampliação de Unidade de Saúde, cuja obra custou mais de R$ 28,3 mil acima do preço praticado regularmente.

Compra de lagostas foi autorizada por Luís Fernando quando era chefe da Casa Civil

Do site Maranhão da GenteLUIS FERNANDO Luis Fernando autorizou compra de lagostas quando chefiava a Casa Civil

Lagostas, camarões, variados sabores de sorvete e patinhas de caranguejo são alguns dos itens que colocaram Roseana Sarney (PMDB) em situação constrangedora perante a mídia nacional no último mês de janeiro, quando anunciou os pregões para escolha das empresas que abasteceriam as geladeiras oficiais. Este é um episódio já conhecido pelo seu ex-secretário da Casa Civil, e atual pré-candidato à sucessão estadual, que já autorizou compra semelhante enquanto comandava a pasta.

Abastecer as geladeiras oficiais com iguarias é uma prática conhecida por Luís Fernando, que autorizou, quando secretário da Casa Civil entre 2010 e 2012, a compra de 410 tipos de comestíveis que somavam 68,2 toneladas de alimentos sofisticados. Na ocasião, o levantamento feito pela Revista Época revelou as extravagâncias do então secretário Luís Fernando, orientado pela gestora do estado Roseana Sarney. Com base em informações divulgadas no Diário Oficial, a revista informou que sob o comando de Luís Fernando o valor dos contratados na compra de iguarias para as geladeiras oficiais cresceu 40% entre os anos de 2011 e 2012.

Em 2011, o valor máximo estimado nos editais era de R$ 916.225, dos quais R$ 813.099 foram contratados. No edital de R$ 1,67 milhão de 2012, como apontaram dados do governo do estado, R$ 1,14 milhão foi contratado.

Além da crise das lagostas, o pré-candidato ao governo do Estado também enfrentou acusações de ter firmados convênios marcados por irregularidades quando era prefeito de São José de Ribamar, convênio este questionado em auditoria do Tribunal de Contas do Estado

O outro lado

Em relação a questão dos convênios, a assessoria de imprensa de Luís Fernando informou que todas as “as contas de responsabilidade do ex-Prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva, (2005 a 2010) foram devidamente aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). Especificamente, as do exercício financeiro de 2010 foram aprovadas na sessão plenária do dia 22/05/2013”. No caso da compra de lagostas, quando era Secretario da Casa Civil, a assessoria do pré-candidato do PMDB ainda não se manifestou.

Luís Fernando ainda responde a processo de improbidade na Justiça Federal

Processo contra Luís Fernando na Justiça Federal

Processo contra Luís Fernando na Justiça Federal

O secretário estadual de Infraestrutura, Luís Fernando Silva (PMDB) afirmou em Itapecuru-Mirim que não é Ficha-suja e não responde a nenhum processo. O pré-candidato ao governo do estado pelo grupo Sarney falseou a informação. Luís Fernando de fato ainda não é ficha-suja pelo teor da Lei, já que não possui a condenação em órgão colegiado, mas responde a processo de improbidade pelo período em que foi prefeito do município de São José de Ribamar.

A ação foi movida pelo Ministério Público Federal, onde o ex-prefeito e outros cinco secretários municipais são acusados de superfaturamento em obras conveniadas com o governo federal. Por isso, o processo tramita na Justiça federal. O total que supostamente teria sido desviado chega a R$ 177 mil, sendo a maioria na área da Saúde.

Luís Fernando disse que não responde a processo.

Luís Fernando disse que não responde a processo.

A última movimentação do processo foi dia 11 de dezembro do ano passado, com uma retirada do advogado de Luís Fernando.

Respondem o processo além de Luís Fernando os secretários Maria Cristina Moreira Lima (Saúde), Arivaldo de Castro Jr (Obras, Habitação e Urbanismo), Ana Maria Soares Vasconcelos (Planejamento, Administração e Finanças), Gardênia Maria Freitas Rodrigues (Governo) e Glauber Miranda Garreto (coordenador de Obras).