Candidatos a presidente da Câmara Federal buscam apoio de Flávio Dino

Dois candidatos à presidência da Câmara Federal estiveram em campanha no Maranhão entre sexta (20) e sábado (21). Ainda na noite de sexta, o atual presidente e candidato à reeleição, Rodrigo Maia.

O atual presidente da Câmara Federal teceu muitos elogios à administração do governador maranhense e ratificou o apoio que o partido do governador, o PCdoB, já deu ao seu projeto de reeleição. “Muito importante ter uma reunião com o Maranhão, com São Luís, com os deputados e deputadas do Maranhão, e com o governador Flávio Dino. O governador Flávio Dino é um quadro que foi deputado comigo de grande qualidade, foi sempre uma referencia para todos nós na Comissão de Constituição e Justiça, e tenho certeza que como governador está realizando um trabalho excepcional. E é claro que o apoio dele e dos deputados que são próximos a eles é muito importante e me dá muito orgulho de ter a possibilidade de estar junto com o governador, com o prefeitos, os deputados, os partidos que eles representam. O PCdoB que já declarou apoio a minha pretensão de participar de um novo mandato de presidente da Câmara. Só soma, só fortalece a minha decisão que deve acontecer nos próximos dias de disputar a presidência da Câmara”

“O Maia foi parlamentar junto comigo. É um parlamentar de grande experiência. Conversamos sobre a política brasileira, esse momento difícil que o Braisl vive. A necessidade de o parlamento ter uma pauta adequada aos problemas nacionais. Recebemos também os companheiros da Bancada. Foi um momento de diálogo e como político, como governador do Estado, desejo que seja possível a Câmara ocupar com grande força, vitalidade e eficiência o lugar que é seu e somente seu. Nós temos três poderes na democracia, e nenhum poder pode ficar acima do outro. E o Congresso Nacional é a expressão máxima da soberania popular”, afirmou o governador.

Participaram da reunião os deputados federais maranhenses Weverton Rocha, Zé Reinaldo, Waldir Maranhão, Rubens Pereira Júnior, Luana Costa, Julião Amim e Juscelino Filho; o paraibano Efraim Morais Filho; os deputados estaduais Cabo Campos, Stênio Rezende e Antônio Pereira; os vereadores Raimundo Penha e Pavão Filho, o vice-prefeito de São Luís, Júlio Pinheiro; além dos secretários da Casa Civil, Marcelo Tavares, e de Comunicação Social e Assuntos Políticos, Márcio Jerry.

Já no sábado (21), foi a vez de Jovair Arantes (PTB-GO) que também esteve no Palácio dos Leões. Sua principais bandeira de campanha é o apoio aos municípios.

O líder do PTB pretende abrir espaços a todos os deputados por meio de rodízio. Além disso, deverá definir os horários das votações no Plenário da Casa, para impedir que elas avancem pela madrugada.

Também participaram da reunião o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, os deputados federais maranhenses Waldir Maranhão, Eliziane Gama, Weverton Rocha, Rubens Pereira Júnior, Julião Amim, Cléber Verde e Pedro Fernandes; os deputados federais do Paraná, Alfredo Kaefer; do Mato Grosso; Valtenir Pereira; da Paraíba, Wilson Filho, além do vereador Pedro Lucas Fernandes.

Mais da metade de São Luís fica sem ônibus nesta segunda (23)

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão já havia anunciado que os ônibus das empresas que não pagaram os salários em dia não iriam circular. Neste domingo (22), o sindicato encerrou o levantamento de quais empresas não pagaram e somente quatro empresas de ônibus realizaram o pagamento de salário dos trabalhadores. São elas: Primor; Maranhense; Pelé e Viação Abreu. Essas rodarão normalmente, pelos bairros e avenidas de São Luís, nesta segunda-feira (23).

As demais, por descumprimento a Convenção Coletiva de Trabalho que, segundo o sindicato, não poderiam atrasar, ficarão com os ônibus retidos nas garagens, até que a situação seja resolvida. Ficarão sem rodar os ônibus das empresas: Pericumã; Marina; 1001; Solemar; Taguatur; São Benedito; Matos; Ratrans (Gonçalves) e Tapajós.

Mais da metade dos ônibus não irão circular. Somente a empresa Taguatur atende toda a área Itaqui-Bacanga.

O Presidente do Sindicato dos Rodoviários, Isaias Castelo Branco, diz ter tentado todas as alternativas, mas a medida extrema teve que ser tomada.

 

Irmão do presidente da Assembleia Legislativa morre aos 72 anos

O engenheiro Antônio Augusto Araújo Coutinho, irmão do presidente da Assembleia Legislativa, Humberto Coutinho, faleceu neste domingo (22) aos 72 anos, no município de Caxias.

Antonio Augusto era funcionário público federal, servidor do DNIT. Casado com a bancaria Ana Angelica Magalhães Coutinho, pai de quatro filhos e avô de seis netos.

O vice-presidente Othelino Neto emitiu nota se solidarizando com a família.

Ônibus: tarifas não podem ser reajustadas por força do contrato da licitação

Diferente do proselitismo político do deputado Wellington do Curso (PP) que bradou que “não aceitaria” aumento de passagem de ônibus em São Luís, o fato concreto é que a passagem não pode ser reajustada em hipótese alguma este ano por força do contrato com as empresas que venceram o certame na licitação do transporte e não pela vontade de qualquer um.

Logicamente que a passagem não pode ser reajustada. Sabendo disso, Wellington quer dar a entender que o preço se manterá por algum tipo de pressão dele. O sistema agora tem regras claras e com normas contratuais que têm que ser obedecidas sob pena de quebra de contrato. E o contrato diz que não pode haver reajuste em até um ano após a assinatura do contrato.

Greve

Nesta sexta-feira (20) foi realizada nova rodada de negociações com o sindicato dos rodoviários na sede da Agência Estudal de Mobilidade Urbana (MOB) e avançaram em três pontos: pagamento das rescisões dos fiscais dos consórcios Rio Anil e São Cristovão. pagamento dos salários em conta bancária e a extinção da dobra da carga horária.

Porém, como os empresários não pagaram os salários nesta sexta-feira (20) como previsto, o movimento grevista está mantido, porém, atrelado diretamente ao pagamento dos salários. Ou seja, só irão parar na segunda os ônibus das empresas que não efetuaram os pagamentos.  Neste sábado (21), o sindicato irá verificar quais empresas descumpriram a obrigação.

 

Flávio e Dutra entregam 280 títulos de posse de terra em Paço do Lumiar

Nas mãos um documento que mostra que é, sim, possível tornar sonhos realidades.  Foi o que 280 famílias da zona rural de Paço do Lumiar puderam constatar, na tarde desta sexta-feira (20), ao receber os títulos de propriedade de seus imóveis das mãos do governador Flávio Dino e do prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra. São pessoas que ocuparam estes espaços há anos, em busca de um local para morar, e, só agora, puderam ter legalmente a posse dos seus lares.

O governador explicou que esta é mais uma ação que integra a política de regularização fundiária, cujo objetivo é reconhecer a propriedade plena do imóvel e assegurar direitos a seus moradores. “Nós temos uma demanda dessa comunidade para a regularização fundiária, na certeza de ser proprietário de onde moram. Estamos com essa ação há mais de um ano, já entregamos mais de mil títulos aqui em Paço do Lumiar e essa ação vai continuar. Nós temos a meta de regularizar todas as moradias e também pequenos comércios, porque isso é bom para a família, é bom para os negócios e valoriza os imóveis, o que significa que estas pessoas estão tendo um ganho real de patrimônio”, defendeu o governador Flávio Dino.

O prefeito da cidade, Domingos Dutra, participou da solenidade de entrega dos títulos e destacou os benefícios que a população terá: “esses títulos somam-se a mais 800 que o governador Flávio Dino já entregou só aqui em Paço. Nós esperamos agora, com o governo municipal, entregar pelo menos mais 4 mil títulos. A importância é total, porque as pessoas têm segurança jurídica, deixarão de ser ocupantes ou invasores, como os tratam, para ser proprietários. Com esse documento eles tem segurança para tomar empréstimo bancário, o imóvel fica valorizado, podem vender para quem quiser com a valorização. Isso garante cidadania e dignidade”.

Concedido pelo Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma), nesta remessa, dos 280 títulos de terras, 184 são novos, garantindo aos beneficiados a formalização da posse e da situação cartorária de suas propriedades todos de moradores da Vila Nazaré e Residencial Carlos Augusto.

“O governo Flávio Dino resolveu expandir a regularização daqui da população mais fragilizada de Paço do Lumiar tendo escolhido a Vila Nazaré e nós estamos entregando, nesta terceira etapa, mais 280 títulos, chegando ao total de aproximadamente 1.006 títulos. E a ordem do governador é proteger e dar segurança jurídica a essa população que tem imóvel, mas só a posse, não tem a propriedade definitiva. A gente ainda vai trabalhar 1.500 títulos em 2017”, explicou a presidente do Iterma, Margareth Mendes Teixeira.

Dona Raimunda Matos mora há 24 anos na Vila Nazaré e se emocionou em, finalmente, poder chamar de seu o lar onde cria os filhos. “A gente não tinha o título e agora a gente recebe. Muda muito, porque temos em mãos o documento da terra, legalizado. As pessoas ficavam ameaçando, dizendo que era invasão e que o dono da terra ia aparecer, ficávamos tensos”, relatou dona Raimunda, que agora tem mais tranquilidade.

Seu Valdeci Pinheiro, vigilante, também comemorou o título que recebeu das mãos do governador. “Isso era uma coisa almejada por todos, esperamos isso por muito tempo e agora tivemos essa oportunidade junto com os gestores municipal e estadual e nós só temos a agradecer. Valoriza mais se quisermos vender, por exemplo. Não caracteriza mais uma invasão”, defendeu seu Valdeci.

O programa de regularização fundiária do Governo do Estado é coordenado pela Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF), por meio do Iterma, e já concedeu 1.423 títulos em 65 municípios, alcançando 3.279 famílias da área rural. A zona urbana é atendida com a regularização imobiliária, promovida pela Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), que já emitiu 1.190 títulos.

Estão em processo para concessão dos títulos imobiliários famílias dos bairros Jardim Mercês, Zumbi dos Palmares e Residenciais Abdalla I e II, em Paço do Lumiar; na capital, moradores da Cidade Operária e integrando a segunda etapa do PAC Rio Anil, as áreas da Camboa, Liberdade, Fé em Deus e Alemanha. A meta da Secid é conceder 15 mil títulos até 2018.

Caema conclui obra e abastecimento de água é normalizado em Imperatriz

A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (CAEMA) concluiu obra para substituição de adutora, para garantir o abastecimento do município de Imperatriz. Na última segunda-feira (16), a executora da obra de instalação de esgotamento sanitário no bairro Bacuri causou rompimento acidental da adutora de 900 mm no Parque Buriti, ao escavar a área para implantação de interceptor tronco nas mediações da Estação de Tratamento de Água da CAEMA.

A substituição de trecho danificado da adutora com afixação por junta mecânica teve início na madrugada da ultima quinta-feira (19) e durou todo o dia. Às 22h30, os trabalhadores concluíram a operação e desde então, acontece o bombeamento progressivo da água para regularizar o abastecimento. Desde que o acidente aconteceu, a Companhia trabalhou sem intervalos na recuperação da adutora.

O presidente da CAEMA, Davi Telles, acompanhou de perto a situação in loco desde o ocorrido para averiguar de perto a situação e garantiu que a solução é definitiva. (Foto: Divulgação/Caema)

O presidente da CAEMA, Davi Telles, acompanhou de perto a situação in loco desde o ocorrido para averiguar de perto a situação e garantiu que a solução é definitiva. (Foto: Divulgação/Caema)

Inicialmente, foi tomada medida emergencial de reparo que consistiu na solda do equipamento e instalação de abraçadeira, mas as fortes chuvas que caem na cidade atrapalharam o trabalho, que teve sua primeira etapa finalizada na noite de quarta-feira (18). Porém, por conta do envelhecimento da tubulação, a medida não surtiu o efeito esperado e a substituição do trecho começou imediatamente, na madrugada de quinta.

O presidente da CAEMA, Davi Telles, acompanhou de perto a situação in loco desde o ocorrido para averiguar de perto a situação e garantiu que a solução é definitiva. “Usamos luvas de correr e interseccionamos cerca de 1,75m da adutora. Este é o procedimento padrão. Desde às 22h30 de ontem, já reiniciamos o bombeamento da água e, em alguns bairros, o abastecimento já foi restabelecido. Até o fim da tarde, todos já terão água em suas torneiras novamente”, garantiu o presidente.

A empresa Mobicon Construções Ltda, responsável pelo acidente, distribuiu nota à imprensa assumindo o compromisso de dar apoio à população durante os reparos e também à Companhia. Em nota, a empresa informou que tem total responsabilidade sobre o ocorrido e colaborou com o trabalho da CAEMA para sanar os problemas causados pelo acidente.

O presidente da CAEMA, Davi Telles, acompanhou de perto a situação in loco desde o ocorrido para averiguar de perto a situação e garantiu que a solução é definitiva. (Foto: Divulgação/Caema)

O presidente da CAEMA, Davi Telles, acompanhou de perto a situação in loco desde o ocorrido para averiguar de perto a situação e garantiu que a solução é definitiva. (Foto: Divulgação/Caema)

Investimentos

O Governo do Estado está reforçando investimentos no abastecimento de água de todo o estado em 2017. A CAEMA investirá R$ 140 milhões no Programa de Reabilitação de Sistemas (PRS) em 60 municípios, beneficiando 790 mil pessoas. Em Imperatriz, o Governo garantiu a renovação de contrato de concessão de fornecimento junto à prefeitura, com garantias de ampliação de oferta de água para áreas rurais que até então não eram cobertas pela Caema.

Além da ampliação da área de cobertura, investimentos vão abranger regiões de Imperatriz que atualmente passam por problemas de fornecimento. Até o fim do primeiro semestre, o governo investirá R$ 20 milhões para sanar problemas históricos de desabastecimento no segundo maior município do Maranhão. Já foi assinado contrato para obras de rede na ordem de R$11 milhões, e na próxima semana será publicada licitação para recuperação da Estação de Tratamento de Água e Captação, na ordem de R$6 milhões.

Jovens católicos realizam ato em prol da ressocialização de jovens infratores

A Pastoral da Juventude promoveu ato que remete a uma das principais premissas cristãs: amor ao próximo. O grupo de jovens católicos de São Luís realizou nesta quinta-feira (19), em um ato de acolhimento, amor e oração, uma Vigília Luminosa pela Vida, que iniciou na Igreja Católica Nossa Senhora da Assunção da Aurora, seguindo pelas ruas do bairro e terminando em frente à nova Unidade de Medida Socioeducativa da FUNAC, no mesmo bairro.

Os jovens tentam conscientizar a comunidade da importância das medidas socioeducativas e participar da ressocialização dos jovens em conflito com a lei. O projeto “Jovens Guardiões” se propõe a ser sinal de esperança na vida dos adolescentes infratores em cumprimento de medidas socioeducativas. Os Guardiões foram acolhidos na comunidade Nossa Senhora da Assunção, na Aurora, pela coordenação da mesma e pelo grupo de jovens, JAC – Jovens Artistas com Cristo.

Mariama Ribeiro, coordenadora do JAC, falou de sua felicidade em participar da Vigília: “Tudo que fizemos hoje com o JAC e a PJ teve muita reciprocidade, fico muito feliz com isso, e juntos aprendemos a vê o outro de uma forma mais amorosa, amar sem distinções e fazer o bem a esses jovens que tanto precisam”.

A PJ, assim como a Igreja Católica, defende as Medidas Socioeducativas em contraponto a proposta de redução da maioridade penal. A iniciativa é do Projeto Jovem Guardião que começou suas atividades em julho em todas as seis Unidades da FUNAC, com o foco na reinserção dos socioeducandos na família e em suas comunidades de origem. O Projeto é realizado, atualmente, por meio das Paróquias: Divina Providência – Cidade Operária; Santíssima Trindade – Cidade Olímpica; Nossa Senhora da Boa Viagem – da BR; São José dos Migrantes – BR; São João Calábria – Jardim América; Nossa Senhora de Fátima – Vila Luizão; Nossa Senhora da Penha – Anjo da Guarda; Santa Terezinha – Filipinho; e Espírito Santo – Alto Timbira.

Estudantes já podem consultar vagas do Sisu; inscrições começam dia 24

O Ministério da Educação abriu a consulta de vagas que serão ofertadas em universidades e institutos federais e instituições estaduais por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A consulta pode ser feita no site do Sisu por curso, instituição e município. Ao todo, são 228.071 vagas 131 instituições públicas.

As inscrições serão abertas feitas na semana que vem e poderão ser feitas do dia 24 ao dia 27 de janeiro. O resultado será divulgado no dia 30. O período de matrícula será de 3 a 7 de fevereiro.

Os candidatos que não forem selecionados na chamada regular para as vagas poderão participar da lista de espera, entre 30 de janeiro e 10 de fevereiro. Esses candidatos serão convocados a partir do dia 16 de fevereiro, caso haja vagas remanescentes.

Notas

O Sisu seleciona os estudantes com base na nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Cabe a cada instituição definir o cálculo que utilizará para a seleção dos novos alunos. Para participar do processo, o estudante não pode ter tirado nota zero na redação do exame.

As ações de Teori Zavascki com reflexos no Maranhão

Teori Zavascki passou pouco mais de quatro anos na Suprema corte brasileira. O ministro ganhou destaque por ser relator da Lava Jato. Zavascki, morto nesta quinta-feira em um acidente aéreo em Paraty (RJ), tomou decisões envolvendo políticos graúdos do Maranhão durante sua passagem no STF

O Blog relembra os principais momentos de Teori envolvendo o Maranhão.

Abertura de investigação contra maranhenses

Em março de 2015, Zavascki abriu a investigação contra 49 autoridades na Lava Jato. Entre os investigados estavam Roseana Sarney, Edison Lobão e Waldir Maranhão por suspeitas de desvios da Petrobras.

Waldir na presidência da Câmara

Em maio de 2016, Teori determinou o afastamento do então presidente da Câmara, Eduardo Cunha, colocando do colo de Waldir Maranhão (PP) a presidência da Casa. Ele alegou que Cunha estaria usando o cargo para atrapalhar as investigações da Lava Jato.

Conspiração contra Lava Jato

Também em maio do ano passado, Nas conversas gravadas pelo ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, Sarney, Romero Jucá e Renan Calheiros tramavam como acabar com a operação Lava Jato e Zavascki foi citado pelo trio. Sarney tentou articular uma aproximação com o ministro para tentar estancar a Operação, mas reclamava que Zavascki era muito difícil a conversa.

O procurador geral da República, Rodrigo Janot, pediu prisão prisão de Renan e Jucá e de tornozeleira eletrônica para Sarney. O próprio Zavascki negou o pedido.

Arquivamento do processo de Roseana

No fim de novembro do ano passado, Zavascki arquivou os processos da Lava Jato contra Roseana Sarney e Lobão a pedido de Rodrigo Janot. Os dois maranhenses foram citados em esquema de lavagem de dinheiro e corrupção na Operação Lava Jato, mas o procurador geral da República considerou que não haviam provas suficientes que justificassem a continuidade das investigações.

Medalha do TJMA

Zavascki esteve no Maranhão e recebeu medalha Cândido Mendes do Tribunal de Justiça do Maranhão no final de setembro do ano passado. Também foi recebido no palácio dos Leões pelo governador Flávio Dino.

Luis Fernando e Ted Lago vistoriam obra de requalificação do cais ribamarense

O prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva (PSDB), o presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), Ted Lago, e o secretário de Estado da Cultura, Diego Galdino, vistoriaram na manhã desta quinta-feira, dia 19, o andamento da obra de requalificação do cais ribamarense, na orla marítima do município.

Participaram ainda da visita, empresários locais, secretários do Governo Municipal e os vereadores, Professor Cristiano (SD), Manoel do Nascimento (PCdoB), Professor Salis (PSB), Nonato Lima (PDT), Jô Viana (PSL), Nádia Barbosa (DEM), Paulo Alencar (SD), Valdo Coelho (PHS), Moisés Gama (PRB), Juliano Soares (PSDB) e o presidente da Câmara, vereador Beto das Vilas (PV).

Construída pelo Governo do Estado do Maranhão, por meio da EMAP, a expectativa é que a obra seja entregue no início de março, de acordo com que informou Ted Lago. “O trabalho está numa fase avançada e vamos entregá-la à população ribamarense uma obra de qualidade, que servirá de referência turística para a cidade. Em parceria com a Secretaria de Turismo do Estado e com a Prefeitura vamos vitalizar esse espaço e gerar mais emprego e renda para o município”, disse Ted Lago.

Com a obra de revitalização, a cais terá nova iluminação, área de vivência, quiosques, academia ao ar livre, ciclovia e posto policial, além dos programas e atividades que serão implantados pela prefeitura de São José de Ribamar. “Um importante local de vivencia está sendo restaurado para resgatar seu aspecto original, tornando a área atrativa, segura e acessível, tudo isso pensando na população e na potencialidade turística da cidade”, acrescentou Lago.

Para o prefeito Luis Fernando, os investimentos do Governo do Estado no cais irão realmente gerar uma repercussão muito positiva para o turismo da cidade, para a pesca artesanal, e para o esporte náutico. “Será um instrumento de desenvolvimento econômico para São José de Ribamar e com certeza um dos melhores pontos turísticos da Grande Ilha”, comentou o prefeito.

Ele agradeceu o apoio e a parceria do Governo do Estado nesta e em outras obras que estão sendo planejadas. “Desde o dia primeiro da nossa gestão estamos nos esforçando para reconstruir a cidade. E neste esforço, temos recebido do governo estadual apoio decisivo para que esse processo se consolide e para o ribamarense volte a ter orgulho de morar aqui”, finalizou Luis Fernando.