Semana da Água: Caema promove corrida e shows neste sábado na Litorânea

Começa neste sábado (18) a programação da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (CAEMA) em comemoração à XI Semana Estadual de Proteção e Preservação das Águas Doces. A Corrida Mais Saneamento abre a programação neste sábado (18), na Avenida Litorânea, com concentração de corredores na Praça do Pescador, a partir das 16h, e largada programada para 17h.

O objetivo é mostrar todas as ações que vêm sendo desenvolvidas pelo Governo do Maranhão para garantir as condições atuais de balneabilidade das praias, que têm se mantido próprias para banho desde o ano passado em sua maioria. Logo após a corrida, ocorrerão shows do grupo de pagode Vamudi Samba e do grupo Criolina.

Portando chip eletrônico identificados por numeração e tempo contado por cronometragem eletrônica, os participantes irão percorrer uma distância de 5 km, previamente aferida pelo método da bicicleta calibrada. Serão premiados com troféus os 1º, 2º e 3º lugares masculino e feminino em três categorias diferenciadas: Geral, Caemeiro e Cadeirante.  A premiação estende-se ainda à 1ª, 2ª e 3ª posição em faixa etária com entrega de medalhas para masculino e feminino.

“A Corrida Mais Saneamento é uma celebração de resultados positivos. Por meio de ações muito estratégicas do Governo do Estado, executadas pela CAEMA, temos conseguido manter os índices de balneabilidade satisfatórios por um bom período. Desde o ano passado, temos trabalhado arduamente para devolver a praia à população, e o programa responsável por isto é o Mais Saneamento. Queremos mostrar a todos o que envolve o programa”, enfatizou o presidente da CAEMA, Davi Telles.

Além da corrida, a CAEMA planejou uma programação repleta de atividades para os quatro dias de ações durante a Semana da Água.

Confira a programação completa:

· Dia 18/03 – Sábado – Praia de São Marcos (Avenida Litorânea)
17h – Corrida Mais Saneamento
19h – Grupo Vamu Di Samba
20h – Grupo Criolina

· Dia 19/03 – Domingo – Praia do Caolho (Avenida Litorânea)
8h às 13h Atividades nas Tendas
Tenda 1: Ações do Mais Saneamento
Tenda 2: Serviços de Saúde
Tenda 3: Recreação para Crianças
Tenda 4: Biodiversidade
Tenda 5: Combate à Dengue

· Dia 20/03 – Segunda-Feira – Auditório Casa Civil (Palácio Henrique de La Roque)
14h30 – Solenidade de Abertura
15h30 – Conferência: “Reflexões sobre os impactos das águas residuais no ambiente urbano”

· Dia 21/03 – Terça-Feira – Universidade CEUMA (Campus Renascença)
8h às 12h – Minicurso
1. Educação Ambiental e qualidade da água (Turma 1)
Facilitador: MsC. Luciana Bastos (GPEAMA/UEMA)

2. Tratamento de Esgoto (Turma 1)
Facilitador: Esp. José Ribamar Fernandes (CAEMA)

3. Legislação Ambiental (Turma 1)
Facilitador: Profa. MsC. Luane Lemos (UEMA)

4. Gestão de Recursos Hídricos (Turma 1)
Facilitador: Profa. MsC. Vera Bezerra (FAPEMA)

14h às 18h – Minicurso
1. Educação Ambiental e qualidade da água (Turma 2)
Facilitador: MsC. Luciana Bastos (GPEAMA/UEMA)

2. Tratamento de Esgoto (Turma 2)
Facilitador: Esp. José Ribamar Fernandes (CAEMA)

3. Legislação Ambiental (Turma 2)
Facilitador: Profa. MsC. Luane Lemos (UEMA)

4. Gestão de Recursos Hídricos (Turma 2)
Facilitador: Profa. MsC. Vera Bezerra (FAPEMA)

· 22/03 – Quarta-Feira – Auditório Casa Civil (Palácio Henrique De La Roque)
8h – Programação cultural
9h – Mesa-Redonda: “O cenário dos recursos hídricos no Maranhão: a realidade das Bacias do Munim, Mearim, Itapecuru e Bacanga”.
– Rep. Bacia do Bacanga: Prof. Dra. Ediléa Pereira (DGEO/UFMA)
– Rep. Bacia do Munim: Carlos Borromeu (CBH MUNIM)
– Rep. Bacia do Mearim: Ivo Gonçalves (CBH MEARIM)
– Rep. Bacia do Itapecuru: Raimundo Medeiros (SEMA)
12h – Encerramento

2 ideias sobre “Semana da Água: Caema promove corrida e shows neste sábado na Litorânea

  1. A água é de suma importância e saudável e limpa melhor ainda, quero pedir ao secretário Moacir que por misericórdia arrume um jeito de mandar limpar a cisterna e a caixa de água do Paulo Freire na liberdade,,pois as mesmas se encontram muito suja, inclusive uma pessoa subiu pra ver a caixa pois é muito alto, ficou chocada em ver o quanta esta precisando de limpeza, uma pessoa antiga que lá trabalha acabou confessando que nunca viu ou ouviu que a Semed mandou lavá-la, a cisterna é na entrada esta todos veem porque a tampa quebrada não oferece proteção e por isso até o fundo dela não dá para ver a cor porque a sujeira não permite e há a presença de insetos mortos lá, a vigilância sanitária poderia ir até lá coletar amostra da água e levar para análise, é questão de saúde lá estudam só crianças de 3 a 5 anos,;portanto mais suscetíveis a contrair uma doença por bactérias que podem e devem estar presentes na água. A Semed não pode dizer agora que ignorava esse problema pois já coloquei aqui. CLODOALDO já que seu blog é tão alinhado à prefeitura por favor publique este post,;porque tenho certeza que o professor Moacir vai atender a solicitação.

  2. Como Gear A Cerveja Rápido

    Prestem atenção nessa informação, porque eu teatei
    ela num churrasco eese término de semana, e também fiquei bastante feliz! Aliás, um congratulação privativo ao Guiiga ( @filhodopadeiro ) do Tudo Sobre Facebook
    , que me passou esse conhecimento milenar!

    A medida de qualquer um dewsses ingredientes dependerá da quantfidade dde cerveja que se pretende gelar.
    Porém usualmente, seria um saco de gelo, um l dde chuva, um litro
    de álcool e meio quilo de sal. Deoois de cllocar todos e cada um dos
    ingredientes num recipiente, basta acomodar as latas/garrafas de cerveja e também
    aguardar por vijda de 3 minutos. Você poderá proporcionalizar essas medidas conforme
    a quantidade de cerveja que pretende gelar.

    sal se dissolve facilmente na chhva e reduz seu sinal
    de frigoríficação. Pura, a chuva congela a respeito de 0 ºC.
    Já a chuva com sal precisa de uuma temperatura menor,
    que é possível que chegar a dezenas de graus abaixo de zero.
    Quando sal é disposto no gelo, parrte dos cubos derretem, roubando” calor durante a
    troca de estado físico e esfriando a mistura como um todo.
    Ou por outra, sal dissolvido provoca uma reação endotérmica, ou seja, reduz maas a temperatura da mistura.
    álcool tem um papel semelhante: derretee gelo roubando” calor e também diminui ainda mas maancha de frigoríficação.

    É usaado porque enquanto a teemperatura permanecer abaixo de
    -9 ºC, sal perde alguma coisa do efeito, porém álcool não.

    De olho no relógio: alumínio é bom condutor de calor,
    e 3 minutos são suficientes porquhe as latinhas mergulhadas encontrem estabilidade térmico.
    Como a temperatura resta sob zero, em seyuida poucos
    minutos,a poção vai esttar tão ggelada que não
    vai presentear para sentir paladar e periga enregelar.
    Deixe papel toalha chupar bem a água, e também em seguida,
    leve as cervejas para frigorífico. A água no papel vai enregelar velozmente, formando uma estrwto de gelo quue esfria a licor.

    Informação: tomem cuidado, pporque dependendo do freezer a cerveja
    é possível qque gelar numa rapidez absurda, deixando
    ssua cerveja congelada, que não é legal. Mini Refrigerados
    USB Mais um gadget alcoólico para você não perder a chance de tomar uma
    cervejinha geladésima no recreio ddo seu trabalho.
    Há nem tinha visto… a do nitrogênio é a melhor (moleza de localizar) hahahahahha supimpa.
    adicionei aos favoritos…. E que pergunhta ali em cima
    do Leandro. Não funciona com outras bebidas não, só cerveja que gela,
    as outras se colocar esquenta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *