11 ERROS FASHION PARA PARAR DE COMETER ATÉ OS 30

Todo mundo tem aquele erro fashion que já cometeu há cinco anos atrás mas tem vergonha de admitir, não é mesmo? Ok, a gente entende que o estilo muda de tempos em tempos e muitas vezes evolui com o passar dos anos, mas você precisa admitir que existe aquele mico fashion que já pagou em alguma circunstância. HAHAHA

Eu sempre gostei dessa coisa fashionista, e antes do blog eu tinha um pouco de vergonha de ousar nas produções e as vezes ousava até de mais, e daí a gente comete o mico! Tem aqueles dias também que a gente não tá muito afim de se arrumar e acaba pagando aquele micão fashion!

Pensando em ajudar todas as fashionistas de carteirinha de nossa terra tupiniquim, elencamos onze erros fashion que você tem que parar de cometer antes dos 30 anos (EU JÁ ESTOU NOS 24).Esse post com certeza vai te tornar uma profissional no quesito moda e ajudar muito a entender a forma como você consome moda atualmente, além de dar aquele empurrãozinho para que esse consumo seja mais consciente. Gostou? Então olha só essas dicas:
sale

 

1. Comprar um item da sale só pelo desconto: as vezes ficamos tão maravilhadas com o preço de uma peça, que queremos comprar já. E o que acontece é que muitas dessas vezes, ela acaba caindo no esquecimento. A dica aqui é procurar por roupas atemporais em meio às liquidações, ou pelas peças que já estavam na sua wish list, antes mesmo de estarem com desconto. Assim você compra o que realmente queria. Um bom exercício é perguntar a si mesmo: “eu pagaria o preço cheio por essa peça?”

entrevista

 

2. Vestir qualquer roupa para uma entrevista de emprego: por mais descolada que seja a empresa, o momento de sua entrevista é quando as primeiras impressões sobre você são computadas aos chefes. Procure pesquisar sobre o local para saber o quão despojado pode ser seu look para a ocasião. Na dúvida, aposte no terninho, ele salva qualquer look! I LOVE TERNINHOO <3

shop

3. Comprar impulsivamente: ESSA DICA VALE PARA TOOODAS NÓS! Adoramos nos esbaldar em compras, mas antes de adquirir qualquer item, pense se você realmente irá usá-lo ou se a aquisição é apenas um calor do momento. Isso faz toda a diferença no seu estilo (e no seu bolso!).

 

mule

 

4. Usar um sapato desconfortável só porque ele é bonito: já passamos da idade de ficar sentindo dores desnecessárias, não é mesmo? Não é só porque uma sandália tem o salto de 12cm que ela tornará seu look mais elegante. Muito pelo o contrário! Aproveite que sapatos como a mule  e o tênis branco estão super em alta e invista em looks descolados, sem sentir dor.

 

Kim Kardashian

 

5. Comprar uma peça de tamanho menor pensando em emagrecer: NÃO CAIA NESSA CILADA JAMAIS! Essa é uma das maiores ilusões do mundo. Aqui temos dois resultados: ou você irá  imitar a Kim Kardashian e passar o dia em uma roupa embalada à vácuo e toda desconfortável, ou nunca irá usar a peça e sempre a olhará com arrependimento.

 

 

Gabi Gregg

6. Não entender que o tamanho não é documento: se uma peça fica pequena, não tenha medo de provar uma numeração maior. Usar o tamanho errado só fará com que o look inteiro fique desproporcional. Todo tamanho é lindo!

 

camisa amassada

 

7. Sair de casa com a roupa amassada: se você pensa que quando sai com aquela camisa que estava no canto do quarto toda amarrotada, ninguém nota, pode pensar de novo. Sempre passe suas roupas, para não dar a impressão de desleixo. Não tem ferro? Vale usar o secado de cabelo como steamer, sabia? Pendurar a camisa no banheiro enquanto toma banho também é uma boa saída, pois o vapor do chuveiro quente ajuda a desamassar a peça.

vestido preto

 

8. Não ter aquele vestido go to para eventos sociais: conforme vamos ficando mais velhas, o número de eventos mais formais também vai aumentando. Tenha sempre à mão aquele bom e velho tubinho preto (ou vermelho, ou rosa, ou verde), para nunca passar aquele sufoco de “com que roupa eu vou?”

 

 

9. Ter medo de apostar em peças statement por insegurança: se você ama uma boa peça super estilosa, mas não tem coragem de adquiri-la, então veio ao post certo. Nós do BEM+  somos fiéis defensores de que se você gosta de uma peça, deve usá-la sem se importar com a opinião dos outros. E pode começar com tons mais discretos, como um faux fur preto, por exemplo.

 

calça

 

10. Só vestir peças escuras: ok, nós bem sabemos como é ter um armário cheio de roupas em preto e branco, mas temos de dar mais chances aos visuais coloridos, não só eles deixam a produção mais alegre como também podem ser super elegantes. Por que você não testa combinações como rosa e vermelho?

 

armario

 

11. Não desapegar de peças que você não usa: esse é um dos erros mais cometidos pelas fashionistas. Criamos tantas memórias boas com aquele item que não conseguimos desapegar e passar para o próximo. Mas fazendo isso, não só você está deixando de doar para alguém que precise, por exemplo, como também está ocupando mais espaço de roupas que poderiam ser novas.

VAMOS COMEÇAR A SEGUIR?

BEIJOS 🙂

Participe do Workshop “Como Ter Tempo Para Tudo” com Lanny Bedasi

Tempo, hoje em dia, pode ser considerado um dos “bens” mais preciosos em uma sociedade em que se torna cada vez mais frenética onde as pessoas acumulam papeis a cada dia.

No workshop “Como ter tempo para tudo” você aprenderá que tempo é uma questão de escolha e que tudo é possível se houver clareza, um bom planejamento e, claro, mão na massa para executar as metas! Além de tudo isso, com a vida da mulher moderna, a rotina da casa não ficaria de fora. Neste bate-papo terá dicas práticas de como deixar tudo organizado para você poder usar o tempo com o que realmente importa.

O Workshop Faça Você Mesmo – “Como Ter Tempo Para Tudo” acontece neste sábado (13), de 10h às 12h, na sala de cursos da Potiguar Cohama. Quem ministrará o curso é a jornalista e personal organizer, Lanny Bedasi.

As inscrições estarão disponíveis até o dia 13/05/2016 ou até atingir o limite de vagas.

Para se inscrever clique aqui!

Vagas: 40 participantes. GRATUITO

Faça Você Mesmo: blusa customizada com pintura Galáxia

A última moda para o guarda-roupa casual do dia a dia é customizar as próprias roupas, além de divertido exploramos a nossa criatividade já que muitas pessoas gostam de brincar com as cores e criar seus próprios desenhos. Por isso, hoje vamos mostrar como você pode fazer uma pintura para customizar aquela camiseta velha ou nova com o tema Galáxia. Além de ser uma ótima atividade, você estará confeccionando uma blusa super charmosa e estilosa, que provavelmente você não encontrará em nenhum lugar.

A minha camisa foi customizada por uma amiga, a Alê Monteiro. Ela utilizou uma camiseta básica preta que já estava bem velhinha e deu vida com a técnica divertida.

Eu encontrei este passo a passo no site College Fashion. Este projeto é até uma ótima opção para você ter como hobbie e, quem sabe, ganhar uma graninha extra? O projeto a seguir é muito simples e rápido, por isso qualquer pessoa, mesmo sem experiência, pode testá-lo em casa.

Material Necessário

  • Camiseta de malha ou algodão preta
  • Tinta de tecido azul, rosa, roxo e branco
  • Espuma
  • Escova de dentes velha
  • Prato descartável
  • Papelão
  • Glitter

Como Fazer a blusa com pintura estilo Galáxia

Prepare as tintas que irá usar
Reprodução: College Fashion

1) O primeiro passo é preparar as tintas que você irá usar. As cores escolhidas são análogas, ou seja, da mesma família. Sendo assim você não corre risco de criar novas cores ao misturá-las. O branco será utilizado para produzir as estrelas. Uma dica interessante é utilizar o glitter para dar um charme a mais à sua nova peça. Prepare uma quantidade de cada cor no prato descartável e, antes de começar, insira um pedaço de papelão por dentro da camiseta para evitar que a tinta manche o outro lado da blusa.

Comece a pintar o tecido da camiseta
Reprodução: College Fashion

 

2) Para dar início à confecção da sua blusa, esfregue a tinta na camiseta preta com o pincel de espuma. Este processo será um pouco demorado. Comece usando menos tinta branca e vá formando nuvens pela extensão da blusa. Passe a tinta com o pincel de espuma depois torça-o para criar um efeito mais interessante, com maior distribuição da tinta e uma aparência mais natural. Faça o mesmo com as outras cores de tinta.

Continue aplicando tinta no tecido
Reprodução: College Fashion

3) Continue adicionando tinta por algumas áreas da camiseta. O interessante desta pintura é que não possui formato obrigatório, então você pode se divertir esfregando e misturando as tintas pela blusa. Faça isso até achar que as cores já estão aparecendo o suficiente na superfície preta.

Use a escova de dentes para fazer as estrelas
Reprodução: College Fashion

4) Adiciones estrelas a sua pintura. Para isso, mergulhe a escova de dentes velha na tinta branca e jogue respingos de tinta sobre a superfície da blusa. Faça o mesmo com glitter.

Deixe a tinta secar
Reprodução: College Fashion

5) Sua camiseta preta deve ter a aparência retratada na imagem acima. Após finalizar a pintura, deixe a blusa secar. Se necessário, aplique uma segunda demão de tinta, repetindo todos os processos descritos acima.

 

Resultado:

Reprodução: Instagram @bemmaisblog

 

Gostou? Então desperte a criatividade e boa customização!

 

Beijos,

Will 🙂

 

FAÇA VOCÊ MESMO: workshop de Mosaico com Pastilhas de Vidro na Potiguar

 

Já pensou em aprender a customizar caixinhas de madeira, porta-retratos e fazer decoração de vários outros itens, usando a técnica de artesanato de mosaico feito com pastilhas de vidro?

Quem ficou interessado não deve perder a oportunidade de aprender, e o melhor, gratuitamente. Nesse sábado (28.01), das 10H às 12H a Potiguar em parceria com a Vetromani, está promovendo a segunda turma do workshop “Mosaico com Pastilhas de Vidro” ; que ensinará como utilizar peças recicladas para criar lindas combinações em diversos formatos, cores e acabamento.

Para participar basta apenas querer aprender , não precisa ter nenhuma prática prévia. E claro, correr para garantir logo a sua vaga, visitando o site: www.apotiguar.com.br. O workshop será ministrado pelo Representante Comercial da Vetromani, Cid Barros, e vai acontecer na sala de cursos da loja Potiguar da Cohama

Movimento Vamos Juntas? lança abaixo-assinado pedindo lei para punir assédio nas ruas do Brasil

Inspirado na lei aprovada em dezembro em Buenos Aires, que condena as cantadas nas ruas, o movimento Vamos Juntas? lançou um abaixo-assinado para criminalizar o assédio em locais públicos. E não faltam apoiadores: a meta eram 5 mil assinaturas, mas, em menos de um mês, já se atingiu quase o triplo disso. Mais do que o suficiente para encaminhar o documento ao Congresso Nacional.

O objetivo,  do Vamos Juntas?, é punir assédios como assovios, cantadas, gestos e tudo aquilo que tiver conotação sexual ou que faça a mulher se sentir constrangida, diminuída ou com medo e importância de esclarecer ao público, tanto feminino quanto masculino, que assédio não é legal e não é normal.

E não faltam mulheres que já passaram por situações que poderiam ser enquadradas como crime em uma eventual lei. Basta ver alguns dos comentários deixados na página do abaixo-assinado:

“É constrangedor demais, dá vontade de ser grossa, mas sinto medo de apanhar, ser xingada ou até coisa pior. O machismo assusta, assedia e mata.” Ana, de Maceió

“Sofri e sofro esses abusos e até uns mais agressivos. Lamentavelmente, nem com a lei Maria da Penha se consegue punir esses abusos e violência, como vemos dia a dia.”
Adele, de Petrópolis

“Como mulher, a mim foi imposta a condição de viver cotidianamente sendo diminuída, calada e assediada, gostaria de poder andar tranquilamente em qualquer lugar deste país e do resto do planeta. É inaceitável que o gênero de alguém, no caso o feminino, seja motivo para ser tratada como objeto.”
Aline, de Natal

“Pois o assédio contra a mulher é crime e estamos cansadas de não podermos sair nas ruas! Basta.”
Natália, de Viamão

 

Vale lembrar que países como Portugal, Bélgica, Índia, Peru e Reino Unido também já possuem leis que punem o assédio. Ou seja: a ideia não é tão ~diferentona~ assim e realmente poderia entrar em vigor aqui no Brasil.

No ar há algumas semanas, a petição já conta com mais de 16 mil assinaturas e a meta é chegar a 25 mil. É possível participar do abaixo-assinado através do site change.org.

E aí, Vamos Juntas?