Operação mapeia 10 municípios maranhenses com mais focos de queimadas

Os municípios maranhenses com índices de focos de incêndios são os alvos da Operação Maranhão Sem Queimadas, realizada pelo Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA). O trabalho consiste no monitoramento constante dessas áreas, visitação aos pontos mais críticos, combate direto dos casos e ações de conscientização das comunidades. Iniciada em agosto, a operação mapeia 10 municípios com mais focos e áreas adjacentes para prevenção de ocorrências, além de coibir o uso descontrolado do fogo.

Como parte da operação, equipes do CBMMA mantém a observação com uso de aeronaves e, também, em incursões por terra, verificando as regiões mais críticas para definir as formas de combate e distribuição do efetivo. A agenda de visitações prossegue ao longo do semestre, até que os focos sejam controlados. O período é o mais crítico e propenso a focos de incêndio devido a condições ambientais de baixa umidade do ar, altas temperaturas e ventos mais fortes.

As equipes foram distribuídas em unidades operacionais do interior do Maranhão, tendo apoio na mobilização e ações de reforço de efetivo da Polícia Militar de São Luís. A força-tarefa conta com ainda com apoio de órgãos estaduais e Exército Brasileiro. “Com a operação, ampliamos as equipes de combate aos incêndios em áreas de vegetação por todo o estado”, acrescentou o comandante do Corpo de Bombeiros.

Para acompanhar as ocorrências e otimizar os resultados e medidas a serem executadas, o Corpo de Bombeiros montou a Sala de Situação – que observa as concentrações dos focos de calor, promove análises que vão orientar o planejamento e estratégias para enfrentamento destes desastres. Todo o trabalho é acompanhado pela Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil do Maranhão (CPDC-MA). “Esta organização nos permite um mapeamento mais real das áreas de risco e a partir do gerenciamento destes dados podemos agir melhor no controle e prevenção. Também manteremos as visitações às regiões afetadas”, diz o coronel Célio Roberto de Araújo.

O boletim diário do Corpo de Bombeiros é elaborado em conjunto com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O relatório aponta um total de 2.596 focos de calor mapeados este mês. As principais áreas de ocorrência são os municípios de Barra do Corda, Alto Parnaíba, Grajaú, Mirador, Jenipapo dos Vieiras, Balsas, Fernando Falcão, Parnarama, Buriti Bravo e Passagem Franca. O território maranhense ocupa o 7º lugar no ranking nacional em focos de calor, referente a setembro, segundo o Inpe.