Mostra fotográfica de artista italiana entra em cartaz na Galeria Trapiche

Nesta sexta-feira (20), às 18h30, na Galeria Trapiche, tem início uma nova edição da mostra Ocupação Trapiche intitulada ‘Vestígios de um Nascimento’, da artista ítalo-romena Simona Luchian, que apresenta uma fusão de suportes como fotografia, escultura, instalação, pintura e performance. A galeria é um equipamento cultural da Prefeitura de São Luís coordenado pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult) e fica localizada na Praia Grande, em frente ao Terminal de Integração. A exposição fica aberta à visitação das 14h às 19h de segunda a sexta-feira até 25 de outubro.

“Esta é a 16ª edição da Ocupação Trapiche, um projeto permanente como forma de disponibilizar a galeria a todos que tenham interesse em expor trabalhos em qualquer categoria do campo das artes visuais. As produções são em sua maioria selecionados por chamada pública nacional, que permite ampliarmos o catálogo de obras que circulam em São Luís, pois atrai a participação de artistas de todo o país e também internacionais, como é o caso da Simona Luchian”, declara a diretora da Galeria Trapiche, Camila Grimaldi.

A exposição tem como proposta narrar, por meio de imagens, o ato de nascimento e está dividida em três partes. A primeira inclui quatro fotografias de pinturas que simulam as pedras do Vale da Lua, na cidade Alto Paraíso de Goiás, cuja forma particular associa-se à ‘plasticidade’ da placenta e do útero. A segunda parte inclui a fotografia “Representação apolínea do desejo intraoceânico pelo cheiro no teu pescoço”, que relaciona arte grega, amor e saudade da artista de sua terra natal, a Itália.

Fruto de uma viagem da artista entre as cidades de São Paulo e São Luís, a terceira parte é um livro fotográfico com registros de vários lugares onde uma foto dos olhos da autora foi afixada. “Essa prática decorre do desejo de deixar um rastro do meu caminhar e de criar um relacionamento existencial e íntimo com o lugar que meus olhos “tocaram”, através da captura fotográfica, produzindo um curto-circuito”, conta.

A artista

Simona Luchian (1989) é uma artista visual ítalo-romena, graduada em filosofia, e pós-graduada em Belas Artes na Academia de Brera (Milão). Já expôs em várias galerias de arte na Itália, Alemanha e Nova Zelândia.