Comerciantes reclamam de demora em obras da rodoviária da capital

Comerciantes da rodoviária de São Luís estão reclamando da demora na conclusão das obras que estão sendo realizadas no terminal. Nesta sexta-feira (16) estava previsto um protesto no local, que acabou não ocorrendo na espera de uma resposta por parte da Agência Estadual de Transporte e Mobilidade Urbana (MOB).

Quem depende das vendas no terminal, tem enfrentado uma grave crise financeira. Segundo os comerciantes, o movimento começou a cair desde que a área de desembarque foi interditada pela Defesa Civil, há 5 meses.  A rodoviária foi interditada, na época, devido problemas no telhado e nas instalações, e tem aguardado a licitação para reforma e administração.

A empresa que administra atualmente o terminal, contratada emergencialmente em 2007, disse que há 12 anos aguarda essa licitação. Mais de 100 mil pessoas passam pelo terminal rodoviário de São Luís. Por mês, são realizados cerca de 60 mil embarques.

O jornalismo da TV Difusora entrou em contato com a Agência de Mobilidade Urbana. Uma reunião aconteceu no fim da manhã desta sexta-feira (16), MOB, a Associação dos Comerciantes e a empresa que administra o terminal rodoviário, mas não informações sobre o que foi tratado.