Maranhenses participam da marcha em defesa da demarcação de terras indígenas

Cerca de 113 mulheres dos povos indígenas distintos do Brasil estão reunidas em Brasília nesta terça-feira (13), para a 1ª Marcha das Mulheres Indígenas. Com o tema “Território: nosso corpo, nosso espírito”, elas marcham em defesa da demarcação de terras indígenas.

FOTO: Inspirar Comunicação/Yndara VasquesOrganizada pela Apib (Articulação dos Povos Indígenas do Brasil), o evento, que teve início no último dia 9, com o Fórum Nacional de Mulheres, conta com a participação de cerca de 3 mil mulheres, que compareceram à marcha.

Milhares de mulheres maranhenses também estão participando da tradicional Marcha das Margaridas. Entre as representantes do estado, estão as quebradeira de coco babaçu do Maranhão, Pará, Piauí e Tocantins. Com toda sua criatividade, chapéu de palha e cofo na cabeça, elas lutam em defesa dos babaçuais e do modo de vida tradicional.

O Maranhão, tem a maior delegação, e faz parte da comissão de frente da Marcha.