Representantes do governo debatem sobre reintegração de posse no Cajueiro

Moradores da comunidade Cajueiro protestaram em frente ao Palácio dos Leões, sede do governo do Maranhão, em São Luís. O protesto ocorreu, durante todo o dia desta segunda-feira (12), após o cumprimento judicial da reintegração de posse de mais de 20 casas na comunidade.

Na área, onde está acontecendo a desapropriação, será construído o Porto São Luís, um terminal privado que vai ocupar 200 hectares de terra. A empresa responsável pela obra fez um mapeamento da área e já retirou cerca de 100 famílias que foram indenizadas e firmaram um acordo.

Até a noite desta segunda-feira (12), os moradores afetados estiveram acampados em frente à sede do governo. Em nota o Governo do Maranhão informou que a Secretaria de Direitos Humanos realizou processo de mediação com o Ministério Público, Defensoria Pública e as partes, para contribuir com a construção de uma solução dialogada. E que após a atuação da Secretaria, chegou-se à proposta de reassentamento de todas as famílias que residem no local. Afirmou ainda que esgotado o processo de mediação, cabe ao Estado cumprir a determinação judicial.

Na tarde desta terça-feira (13), ocorre uma coletiva com representantes do governo e a comunidade.