Coronel Augusta fala sobre atuação da Patrulha Maria da Penha

Nesta quarta-feira (07) é lembrado o aniversário da Lei Maria da Penha. No Maranhão, a Polícia Militar realiza trabalho ostensivo de acompanhamento e proteção de mulheres vítimas de violência doméstica.

Esse trabalho é feito por meio da Patrulha Maria da Penha, criada em 2016. Sobre o assunto, o comunicador Bial Mendes recebeu nesta quarta-feira (07) a comandante da Patrulha Maria da Penha, coronel Augusta Andrade. A coronel alertou também sobre as ligações em caso de agressões, através do 190.

“Ao longo de 2 anos e 6 meses de atuação, a Patrulha atendeu mais de 4 mil mulheres. A gente, por mês, cerca de 300 mulheres são acompanhadas pela nossa equipe. São duas viaturas, cada uma composta por três policiais”, disse a coronel.