Suspeito de explodir banco é preso em condomínio de luxo

A Polícia Civil do Maranhão, por meio do Departamento de Combate ao Roubo a Instituições Financeiras, deu cumprimento a um mandado de prisão preventiva, contra Dimas Davidson  Araújo da Silva, um dos integrantes da associação criminosa responsável pela explosão da agência do Banco do Brasil localizara na Av. dos Holandeses no bairro do Calhau, em São Luís.

A prisão ocorreu, nesta sexta-feira (12), em um condomínio de alto padrão no bairro Alto do Calhau, onde Dimas residia com os pais. Na ocasião, ele também foi preso em flagrante pelo crime de Tráfico de Drogas.

Após intenso trabalho investigativo deste Departamento, foi possível identificar o suspeito, como um dos participantes na explosão do Banco do Brasil ocorrido na madrugada do dia 03 de junho. Ocasião em que os criminosos destruíram a referida agência utilizando-se de artefatos explosivos. As investigações continuam com o intuito de identificar, localizar e prender os demais integrantes da associação criminosa.

Após os procedimentos legais, o suspeito foi encaminhado para o Complexo Penitenciário, onde ficará à disposição do Poder Judiciário.