Menino de 10 anos viraliza ao vender lanches para ajudar mãe com tuberculose

Você vai conhecer agora a história de Nícolas, de 10 anos, e chamou a atenção nas mídias sociais ao mostrar parte da rotina vendendo lanches para ajudar a família.

Depois do caso ganhar repercussão, por meio de um vídeo de internet, os materiais para a casa nova começaram a chegar de toda a parte, dos amigos, de quem eles nem conheciam, o que reacendeu a esperança da família. A mãe sempre trabalhou fazendo bolos e salgados, de onde ela tira o sustento para os 4 filhos. A emoção de ver o filho mais novo tentando ajudar de alguma forma fez ela perceber que está no caminho certo e ainda sobra esperança para lidar com o tratamento contra tuberculose.

O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), no artigo 4º diz o seguinte: “É dever da família, da comunidade, da sociedade em geral e do poder público assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária.”
Ou seja, possibilitar com que todos esses direitos sejam garantidos é tarefa de todos.