Dono de instituição de ensino é preso por suspeita de falsificação de diplomas

Um empresário identificado como Lázaro Mota de Sousa foi preso na manhã desta quarta-feira (26) pela Polícia Civil de Barra do Corda. A intenção da operação, coordenada pelo delegado regional Renilto Ferreira, era investigar crimes de falsificação de documentos públicos, assim como estelionato e associação criminosa quanto à oferta de cursos de níveis médios e superior.

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão em Barra do Corda e Jenipapo dos Vieiras. Durante os trabalhos foram apreendidos computadores, celulares, livros ata, de frequência, arquivos, diplomas e históricos escolares assinados em branco, além de uma arma de fogo com numeração raspada.

Lázaro Mota tem instituto de educação sediado em Barra do Corda, com extensão em Jenipapo dos Vieiras e Poção de Pedras. O empresário foi preso pelo crime de posse ilegal de arma de fogo restrita, e também foi autuado por falsificação de documentos públicos.

Após as formalidades legais, o suspeito foi encaminhado para a Unidade Prisional da cidade, onde ficará custodiado à disposição da justiça.