Governadores do Nordeste pedem a Bolsonaro revisão de cortes na educação

O Governador do Maranhão, Flávio Dino, e demais governadores nordestinos participaram nesta quinta-feira (09), em Brasília, de reunião com o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro Santos Cruz, da secretaria de Governo.

Entre as pautas da reunião com Bolsonaro e governadores nordestinos, educação e infraestrutura, além de desenvolvimento regional e diminuição das desigualdades sociais. Por meio de uma carta a Bolsonaro, os governadores reivindicam também a prorrogação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB), a negociação de valores devidos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (FUNDEF), a revisão dos cortes orçamentários da educação e a retomada de obras federais na região.

“Apresentamos 6 pontos que consideramos sensíveis e hoje incluímos um emergencial que são os cortes na educação federal. O saldo positivo é sobre equilíbrio financeiro dos estados que está em andamento, mas ainda é insuficiente”, disse Flávio Dino sobre reunião com o presidente.

O governador do Maranhão disse que ainda há uma lacuna bastante expressiva na pauta educacional e, que, infelizmente não houve respostas tanto sobre o FUNDEB, tema fundamental para a alfabetização, e tampouco sobre a questão dos cortes.

Veja a fala do governador após a reunião: