Em Grajaú, primo pode ter envolvimento em feminicídio

Foi preso na cidade de Imperatriz um homem identificado como Samuel da Silva Santos. Ele é suspeito de assassinar a companheira com 23 golpes de faca.

O suspeito chegou a dizer que não lembrava do crime, mas ressaltou que bebia com um amigo e que a vítima também estava no bar, na cidade de Grajaú, em companhia de outras pessoas.

Em Grajaú, a 580 quilômetros da capital maranhense, a polícia abriu um inquérito para investigar o caso. O crime também pode ter tido participação de um primo de Lorrany Thalya; Gabriel Silva Araújo já está preso e disse à polícia que deu uma pedrada em Thalya e, quando ela caiu, Samuel aplicou as facadas.

A polícia quer comparar o depoimento dele com o do outro suspeito para esclarecer a motivação do assassinato.