No Maranhão, nível do rio Tocantins se mantém estável

Segundo monitoramento diário da Defesa Civil, apesar das chuvas torrenciais, não houve elevação no volume de água no rio Tocantins. De acordo com o boletim de vazão, o nível do rio  encontra-se 3.61 metros acima do marco zero. A vazão registrada foi de 4.625,73 m³/s. Segundo o órgão, as previsões para as próximas horas são de: 5.917,36  m³/s para 24h, 5.720,69 m³/s para 48h e 5.782,29  m³/s para 72h.

Chuvas intensas registradas em  Imperatriz nos  últimos dias causaram transbordamento de riachos e córregos em vários pontos da cidade, o que provocou  alagamento de ruas e casas, além de deixar famílias desabrigadas e desalojadas. De acordo com  a Superintendência Municipal de Proteção e Defesa Civil, Sumpdec,  a precipitação registrada foi de 120 milímetros de chuvas nas últimas 12 horas, uma as das mais intensas dos últimos dez anos.  Segundo o órgão, não houve feridos, e a previsão é mais chuvas para os próximos dias.

Equipes da Sumpdec intensificam atendimentos às famílias atingidas pelos transbordamentos dos riachos Cacau, Capivara, Bacuri, Jose de Alencar e demais pontos de alagamentos. Famílias do Parque Alvorada I e II que residem no entorno do riacho Cacau foram retiradas de suas casas e abrigadas em casas de parentes. “O Parque de Exposição Lourenço Vieira da Silva também já se encontra preparado, caso as famílias tenham interesse em ir para lá”, afirma o superintendente da Defesa Civil, Josiano Galvão.

Os bairros mais atingidos foram Vila Ipiranga, Parque Alvorada I e II, Vila Redenção I e II, Bacuri, Vila Jk, Santa Rita, São José e Nova Imperatriz. Defesa Civil disponibiliza os serviços via WhatsApp (99) 99152-0832 para demais solicitações de atendimentos da sociedade.