Diretor Operacional do Detran fala no NHD sobre o Moto Legal

O programa Moto Legal, coordenado pelo Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão, já beneficiou quase 80 mil proprietários e, atualmente, é o maior programa de regularização de motocicletas do Brasil. Pela iniciativa, os motociclistas têm a oportunidade de regularizar a situação dos veículos que estão com o IPVA e licenciamento atrasados pagando apenas R$ 50 para cada ano de atraso. Sobre o assunto, o Na Hora D recebeu o diretor operacional do Detran-MA, David Ximenes.

Além dos atendimentos na sede do órgão, no bairro Vila Palmeira aqui em São Luís, os interessados também têm como opção os serviços nos postos avançados e das 15 Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans) distribuídas pelo estado. Algumas Ciretrans promoveram ações em várias cidades e locais afastados das suas sedes para facilitar o acesso dos interessados em aderir ao programa.

Os números mais recentes mostram que a população continua se beneficiando e está cada vez mais interessada em participar. Só nos primeiros 40 dias de 2019, foram registradas 20.019 novas adesão ao programa. O processo é rápido e não tem burocracia. Basta que o proprietário apresente o seu CPF e a placa do veículo.

 




O QUE É O MOTO LEGAL?


O Moto Legal é um programa do Governo do Estado que permite a legalização do veículo com o pagamento de R$ 50,00 por cada ano de atraso. Se for de dois anos, a dívida será de R$ 100. De três anos, R$ 150. E assim por diante. O programa destina-se apenas para motocicletas com valor venal de até 10 mil reais, e não inclui a quitação de débitos relativos ao DPVAT, pois este é de competência federal.