Investigado furto de peças históricas retiradas de comunidades quilombolas

A Polícia Civil segue investigando o furto de peças históricas retiradas de comunidades quilombolas no interior do estado. Até agora ninguém foi preso.

Os objetos foram descobertos em um imóvel no povoado Portugal, no município de Bacuri. No local foram encontradas antigas estruturas metálicas semelhantes a encanações, esferas de ferro fundido parecidas com munição de canhão, vigas com características de lanças e arcos, além de vários outros artefatos do período da escravidão.

O casal Magnolia de Oliveira, uma brasileira, e François Xavier, francês, estavam na região há cerca de um ano e utilizavam equipamentos sofisticados para identificar os objetos e realizar as escavações. Todo o material encontrado no imóvel segue em poder do Ministério Público de Bacuri.