Justiça decide que filho de ex-prefeito Nenzin vai a júri popular

Vai a júri popular pela morte do próprio pai Júnior do Nenzin, suspeito de assassinar com tiro no pescoço o ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa, o Nenzin.

A decisão é do juiz Iran Kurban Filho, da 2ª Vara Criminal de Barra do Corda. O crime aconteceu em dezembro do ano passado, no dia em que o ex-prefeito Manoel Mariano de Sousa faria a contagem das cabeças de gado em uma fazenda da vítima após suspeita de roubo do rebanho.

Em uma das propriedades de Nenzin deveria haver 635 cabeças de gado, no entanto apenas pouco mais de 80 bois teriam restado no local. O crime estaria ligado a questões financeiras relativas à herança e furto de gado cometido por ele.