Casa de jogos de azar estourada movimentava R$ 1 milhão por mês

Após levantamento do Serviço de Inteligência do 3º Batalhão de Polícia Militar foi realizada em Imperatriz operação policial coordenada pelo Tenente Coronel Ilmar, comandante do batalhão, que localizou e realizou o fechamento de um dos principais escritórios de jogo do bicho existentes na cidade.

O local servia de ponto central para a finalização das vendas e recebimento dos valores apostados, contando com computadores, cofres com dinheiro, documentos, panfletos de propaganda, dezenas de máquinas de cartão, inúmeros materiais para a realização das apostas, além de três funcionários que trabalhavam no esquema, sendo todos conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil.

Em análise breve, foi possível constatar que o escritório movimentava, em média, cerca de R$80 mil reais por dia, somando mais de R$1 milhão de reais mensalmente. Esta é a segunda casa de jogos de azar em menos de 15 dias que a Polícia Militar de Imperatriz localiza e realiza a interrupção desta prática delituosa.