Francisco de Assis fala sobre logística do trânsito em São Luís

Nesta quarta-feira (9), foi convidado do programa Resenha o engenheiro eletricista, mestre em Energia e Ambiente pela UFMA e Coordenador do Observatório do Trânsito no Maranhão, Francisco de Assis Soares.

Durante a entrevista, Francisco de Assis apontou que gerenciamento do trânsito no Maranhão está sendo feito com base em uma gestão corretiva, e que é preciso ter proatividade.

“O último projeto urbanístico para São Luís foi pensado por Haroldo Tavares [prefeito de São Luís na década de 70], e concluído por Mauro Fecury [nos anos 80]. Então de lá para cá a gente não gerencia o trânsito com o olhar proativo”, diz ele.

Segundo o engenheiro eletricista, atualmente há uma média de quase 500 mil veículos circulando pelas vias de São Luís. Ele ressalta que, levando em consideração que São Luís é uma capital, é preciso levar em conta não somente a frota de veículos do município, mas também a frota flutuante, ou seja, veículos do interior que também circulam na cidade.

Ele diz que para aprimorar a logística do trânsito na capital maranhense, seria preciso algumas mudanças e um aumento do controle por parte dos gestores de trânsito.

 

“O gestor do trânsito teria que lidar com outro ferramental, trabalhar também com matemáticos, para estudar a teoria de grupos, a teoria de jogos. O trânsito é um grande jogo, um jogo de administrados, que são os condutores e os pedestres. Nesse jogo, as pessoas querem vantagem. É um jogo de perde e ganha e está sendo mal conduzido porque não se tem o controle que deveria ter”, diz ele.