Cineasta maranhense Frederico Machado é o grande homenageado em mostra regional

Raíza Carvalho – Portal MA10

O cineasta maranhense Frederico Machado, ganhador de diversos prêmios e à frente da produtora independente Lume Filmes, será o grande homenageado da edição 2018 da Mostra do Cinema Contemporâneo do Nordeste. O evento competitivo acontece em julho, na Bahia.

O mais novo filme de Machado, ‘Boi de Lágrimas’, será exibido na abertura oficial do evento. O longa-metragem foi feito em caráter independente e experimental. Ao longo da programação do festival, serão exibidos outros filmes da carreira de Frederico Machado, como ‘Lamparina da Aurora’ (2017), ‘O Signo das Tetas’ (2015) e ‘O exercício do caos’ (2013).

De acordo com o cineasta, o convite veio como uma grata surpresa. “Fico ainda mais feliz por ser um festival em que não conheço diretamente a curadoria e organizadores, portanto sendo escolhido de fato, pelo caráter e pela verdade de minha obra. Muito agradecido à Mostra pelo respeito e carinho”, comentou Machado em sua rede social.

O convite veio em um momento que o longa-metragem não foi aceito pela 41ª edição do Festival Guarnicê de Cinema, um dos mais tradicionais do Maranhão e o quarto mais antigo do Brasil. Sobre a não-aceitação de ‘Boi de Lágrimas’ no festival, Frederico comentou “O nosso longa-metragem Boi de Lágrimas, inscrito no festival através do site do evento com o intuito de estrear no festival, não foi selecionado pois, segundo os organizadores e curadores do Festival, o filme não foi inscrito e, portanto, não foi visto. Confuso. Sucesso aos dois filmes [da Lume, selecionados] e desejamos mais um ano de sucesso para o Guarnicê”, finalizou ele, se declarando confuso.

Duas películas da Lume Filme, produtora de Machado, foram selecionadas nesta edição do Festival Guarnicê de Cinema. O longa ‘Manuel Bernardino’, de Rose Panet, entrou na Mostra Competitiva Nacional (longa-metragem) e ‘De Dentro para Fora’, de Manuela Farias, apoio da Escola Lume de Cinema, entrou na Mostra Competitiva Maranhense (curta-metragem).

Ganhador de mais de 100 prêmios internacionais segundo o site Filme B, Frederico Machado tem arte em seu sangue. Filho dos poetas Nauro Machado e Arlete Nogueira da Cruz, Frederico encontrou seu fazer poético na sétima arte.