Decretada prisão preventiva do delegado Tiago Bardal e do advogado Ricardo Belo

Foi decretada a prisão preventiva do ex-superintendente da Seic, delegado Tiago Bardal, e do advogado Ricardo Belo. A decisão é do juiz Ronaldo Maciel, da 1º Vara Criminal de São Luís, especializada em combate ao crime organizado.

Bardal está prestando depoimento na Seccor desde a manhã desta sexta-feira (2) e deve seguir de lá para um presídio localizado na Cidade Operária, destinado a policiais. Já o advogado segue para o complexo penitenciário São Luís, em Pedrinhas.

Tiago Bardal foi exonerado do cargo na Seic por suspeita de envolvimento com milícia  após ser encontrado por uma patrulha da Polícia Militar (PM) em estrada onde a organização criminosa operava, que seria investigada na Operação ‘Combate à Corrupção’. No momento, ele estaria acompanhado de Ricardo Belo, que prestou depoimento na última terça-feira (27).