MA lidera ranking de violência contra ocupação e posse há 6 anos

Apenas em 2016, foram registrados 180 casos de violência por ocupação e posse no campo apenas no Maranhão, o equivalente a 41,76% dos casos ocorridos em todo o Nordeste. Foram 12 famílias expulsas de suas terras. O estado vem liderando o ranking de ocorrências do tipo desde 2010, segundo dados da Comissão Pastoral da Terra.

Nesse período de 6 anos, o maior número de casos no estado aconteceu em 2011, quando foi registrado um total de 224 ocorrências em território maranhense, equivalente a 45,16% do total de casos na região Nordeste (496 ocorrências). No mesmo ano, 39 famílias foram expulsas de propriedades no campo.

Dados da Comissão Pastoral da Terra

Conflitos no campo

A Comissão Pastoral da Terra documenta desde a década de 1980 as ocorrências de conflitos e violências no campo brasileiro, cujos dados são publicados desde 1984 no “Caderno conflitos no campo”. Paralelamente aos dados, a pastoral ligada à igreja católica também publica manifestos e relatos de casos de violência contra a pessoa, posse e propriedade de camponeses e trabalhadores rurais.