Seu cão tem medo de barulhos de trovão? Saiba como acalmá-lo

A temporada de chuvas chegou ao Maranhão e este pode ser um período complicado para quem tem cachorros em casa. Alguns dos bichinhos apresentam um grande medo do barulho de trovões e relâmpagos. Isso acontece porque os cães possuem uma audição mais aguçada em relação à humana, por isso ruídos que já são altos para humanos se tornam ainda mais intensos aos ouvidos caninos.

A veterinária Larissa Marques explica que o medo extremo aos ruídos não se aplica a todos os cachorros. “Geralmente os cães que são mais submissos e medrosos tem uma tendência maior a se assustarem com ruídos muito altos de modo geral. Não há relação com a raça ou porte, mas com o temperamento do animal”, explica.

Cães que costumam ficar mais temerosos com fatores externos, como outros cães e até mesmo locais específicos (a clínica veterinária, por exemplo), são mais propícios a apresentarem medo de barulhos altos, pois eles podem sentir que estão sob algum risco de vida. A partir deste ponto, pode ser desenvolvido um caso mais sério, de fobia.

Larissa aponta que as medidas a serem tomadas neste caso é propiciar um ambiente seguro para o animal. “Deixá-lo em algum local com bom isolamento acústico, junto com os brinquedos dele, para que ele se sinta seguro”, complementa. É importante agir naturalmente, para que perceba que não há motivos para ter medo.

Como cuidar de cães

 

 

Outras atitudes que podem ser tomadas são ligar o rádio ou a televisão, para distrair o animal. A veterinária enfatiza a importância que tem para o animal sentir-se seguro. “Dependendo do nível de fobia, o animal pode vir a se machucar, de desespero e medo”, explica.

Em casos graves de fobia, ela aconselha que seja procurado o médico veterinário especialista em comportamento animal. Existem medicamentos que ajudam no tratamento do cão, que podem ser passados após consulta com um profissional.